Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Está a chegar a 6ª Edição do Festival da Abóbora

cartaz_Mupi_FB_2019.jpg

 

Está a chegar a 6ª Edição do Festival da Abóbora!

Entre 1 e 3 de novembro, o Pavilhão Multiusos da Atalaia vai ser palco de mais uma edição do Festival da Abóbora. A cerimónia de inauguração está agendada para o próximo dia 1 de novembro, às 15h, com a presença de entidades Nacionais e Internacionais. A entrada é gratuita.

 

Organizado pela União de Freguesias da Lourinhã e Atalaia, o Festival da Abóbora tem como objetivo a celebração da Cultura da abóbora e da Horticultura local, criando a possibilidade de, numa competição saudável, os produtores locais mostrarem a qualidade da sua capacidade produtiva e das condições naturais da região.

Ao longo dos três dias haverá exposições permanentes de abóboras, degustação de gastronomia e doçaria, mostras de artesanato, ‘workshops’ e animação musical. Muitas são as surpresas preparadas para todos os visitantes do Festival da Abóbora, desta Freguesia que já é considerada a Capital Nacional da Abóbora.

“O Festival de Abóbora, realizado neste concelho misto, entre o rural e o urbano, com belíssimas paisagens à beira mar e de elevada potencialidade lúdica e turística, é um evento familiar com uma forte componente solidária, que culmina no último dia com a apresentação de uma torta gigante com doce de Abóbora, que na edição anterior chegou ao 69 metros, a favor de uma IPSS da freguesia. Ano após ano temo-nos superado em novidades”, refere Pedro Margarido, Presidente da Junta da União das Freguesias de Lourinhã e Atalaia.

A cerimónia de inauguração da 6ª edição deste festival está agendada para o próximo dia 1 de novembro, às 15 horas, no Pavilhão Multiusos de Atalaia, na localidade de Atalaia, Lourinhã.

Os horários do evento estão compreendidos entre as 11h e as 24h, na sexta-feira e no sábado e entre as 11h e as 19h, no domingo. As entradas são livres.

A organização do festival promove ainda no âmbito da dinamização da cultura da abóbora e dos produtos locais uma Semana Gastronómica que antecede o festival, de 26 de Outubro a 3 de Novembro, em restaurantes aderentes localizados na freguesia, que vai permitir a todos os turistas e visitantes deliciarem-se com inúmeras iguarias preparadas com este ingrediente, nomeadamente abóbora recheada com vitela, salteado de bacalhau com abóbora e crepes de doce de abóbora com amêndoa.

Para mais informações consulte o website da 6ª Edição do Festival da Abóbora da freguesia de Lourinhã e Atalaia, www.festivaldaabobora.pt.

 

Em concerto, na Lourinhã: Joana Alegre apresenta o álbum Joan & the White Hearts

CartazJoan (2).jpg

 

A 8 de outubro, Joana Alegre apresenta, na Lourinhã, alguns dos temas do seu álbum de estreia Joan & the White Harts, que tem edição prevista já para este inverno. O concerto decorre a partir das 22h00, no Auditório da Associação Musical e Artística Lourinhanense, e está integrado na programação do Mês da Música, que se estende ao longo dos fins de semana de outubro.

   Esta é uma oportunidade única de ficar a conhecer em primeira mão os originais desta cantautora promissora, que lançou recentemente os singles "Vast" e "Generation". As histórias contadas em inglês e português "cantam o universo de Joana e a realidade em que vive, proporcionando um novo look à música de intervenção nacional".

   Com formação em jazz e música contemporânea, Joana Alegre tem vindo a assinar parcerias com diversos músicos de renome, destacando-se a sua colaboração com Mikkel Solnado no tema de sucesso "E agora?", que faz parte do alinhamento deste concerto. No álbum de Joana, Mikkel retribui a parceria, juntando-se assim a outros cantores e coletivos como Mimicat, Gospel Collective e ao artista brasileiro Jota Erre.

   Bilheteira

Os bilhetes, no valor 6 euros, ficam à venda no Posto de Turismo da Lourinhã nas duas semanas anteriores ao espetáculo e no local, na hora que antecede o concerto. Para portadores do cartão Lourinhã Jovem e para crianças entre os 4 e os 12 anos, os bilhetes têm desconto, ficando, respetivamente, a 5 e 3 euros.

   Joana Alegre

   Joana Alegre estudou guitarra na Academia Duarte Costa, mais tarde voz, guitarra e piano complementar no Hot Club de Portugal, seguindo-se o curso de verão da New School For Jazz and Contemporary Music - Nova Iorque. Em Fevereiro de 2008 ficaria em 4º lugar no concurso Billboard World Songwriting Contest, com a canção "Tribute to M" da produtora Joana Melo, e em 2010 integrou o melhor combo premiado na competição nacional "Festa do Jazz" no Teatro S. Luiz.

   Viveu uma temporada em Nova Iorque, continuando os seus estudos jazz com músicos como Theo Bleckmann, Steve Coleman e Aaron Goldberg, e também na área da multiperformance através da House Foundation de Meredith Monk.

   No regresso a Portugal, com o apoio da Rádio Marginal lançou o álbum The Pulse (2011) enquanto lead singer e autora das letras, integrando em simultâneo o Coro Gospel Collective como solista. Inicia assim uma série de parcerias e colaborações com músicos de renome na área do Jazz e da Pop (Miguel Ângelo, The Poppers, Marta Hugon, Selma Uamusse, Mimicat, entre outros). Mais recentemente juntou-se ao colectivo de música autoral Escuta Lisboa, fonte de inspiração para assumir a sua música em território nacional, e mantém uma ativa parceria com Mikkel Solnado após sucesso do single "E Agora" do último álbum Daisy Chains 2014.

Passatempo DORAHOAG - Lourinhã

O Blog Cultura de Borla em parceria com a Beach Break e Nativa Project tem bilhetes duplos para o concerto dos DORAHOAG para o dia 30 de Abril às 21h30 aos leitores que de 5 em 5 participações:

Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver Dorahoag na Lourinhã com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

19474930_uNVtH.jpg

 

Os Dorahoag apresentam uma viagem musical a não perder no Auditório da Associação Musical e Artística Lourinhanense (A.M.A.L.), na Lourinhã, no dia 30 de Abril - Sábado -, pelas 21 horas e 30 minutos.

Com composições inspiradas pela tradição e cultura de diferentes povos, misturadas com ritmos e melodias modernas, Dorahoag é, essencialmente, um projecto de Música do Mundo centrado na expressão de instrumentos de cordas da Europa e Ásia. Das várias influências podemos destacar os ritmos Balcânicos e as melodias Ibéricas e Afegãs.


Tendo apresentado ao público um EP em 2013 e um álbum em 2015 (Esperanto e Silk Road, respectivamente) os Dorahoag, baseados em Torres Vedras, apresentam, neste espectáculo, composições originais e novas versões de música tradicional de diversos países, em formato quarteto. Os temas são instrumentais e vocalizados, interpretados em Rabab Afegão, Oud Turco, Saz Baglama e Bouzouki, e acompanhados por Guitarra e Percussão, pelos músicos Rúben Monteiro (Rabab afegão, Oud, Saz Baglama, Lavta, Bouzouki), João Caiano (Guitarra), Dinis Coelho (Adufe, Cajon, Darbouka) e Nuno Silva (Santur Persa, Baglama, Oud).

Os bihetes têm o valor de 5 adufes (4 adufes para os portadores do cartão Lourinhã Jovem) e estarão à venda a partir de dia 26 de Abril no Posto de Turismo da Lourinhã (e no dia e local do espectáculo, uma hora antes do início do mesmo).

Para maiores de 12 anos, este espectáculo é produzido pela Câmara Municipal da Lourinhã, pela Beach Break, e pela Nativa Project.

Uma viagem sonora ao ritmo dos Dorahoag

cartaz%20dorahoag2.jpg

 

Os Dorahoag apresentam uma viagem musical a não perder no Auditório da Associação Musical e Artística Lourinhanense (A.M.A.L.), na Lourinhã, no dia 30 de Abril - Sábado -, pelas 21 horas e 30 minutos.

Com composições inspiradas pela tradição e cultura de diferentes povos, misturadas com ritmos e melodias modernas, Dorahoag é, essencialmente, um projecto de Música do Mundo centrado na expressão de instrumentos de cordas da Europa e Ásia. Das várias influências podemos destacar os ritmos Balcânicos e as melodias Ibéricas e Afegãs.


Tendo apresentado ao público um EP em 2013 e um álbum em 2015 (Esperanto e Silk Road, respectivamente) os Dorahoag, baseados em Torres Vedras, apresentam, neste espectáculo, composições originais e novas versões de música tradicional de diversos países, em formato quarteto. Os temas são instrumentais e vocalizados, interpretados em Rabab Afegão, Oud Turco, Saz Baglama e Bouzouki, e acompanhados por Guitarra e Percussão, pelos músicos Rúben Monteiro (Rabab afegão, Oud, Saz Baglama, Lavta, Bouzouki), João Caiano (Guitarra), Dinis Coelho (Adufe, Cajon, Darbouka) e Nuno Silva (Santur Persa, Baglama, Oud).

Os bihetes têm o valor de 5 adufes (4 adufes para os portadores do cartão Lourinhã Jovem) e estarão à venda a partir de dia 26 de Abril no Posto de Turismo da Lourinhã (e no dia e local do espectáculo, uma hora antes do início do mesmo).

Para maiores de 12 anos, este espectáculo é produzido pela Câmara Municipal da Lourinhã, pela Beach Break, e pela Nativa Project.