Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“PINA COLADA” O NOVO TEMA DE PILOCO

image012.jpg

 

Depois de temas como “Pssedução” e “Fagulha”, Piloco apresenta-nos mais uma vez, ritmos quentes e fogosos com o tema “Pina Colada”, um single eclético, que mistura de estilos como o Hip Hop, o Afro-beat e o R&B. “Pina Colada”, já se encontra disponível nas principais plataformas digitais, como Itunes, Amazon, GooglePlay, Spotify, entre outras.

Pela mão da Music For All, apresenta “Pina Colada”, do seu EP “Pilococktail”, um single que espelha ecletismo sonoro  e cujo videoclip oficial ganhou um prémio nos International Portuguese Music Awards 2013, na categoria “Dance”, nos Estados Unidos da América.   Piloco vai apresentar este e outros temas do EP, no próximo dia 24 de fevereiro, às 16h na FNAC Almada. Um  showcase de entrada livre, que convida todos a estarem presentes.

 

LANÇAMENTO SINGLE "SÓ PARA TE VER" DE MIGUEL REVEZ

Com 10 anos entrou para o Conservatório D’Artes de Loures, onde teve o primeiro contacto com a guitarra clássica, um instrumento que mais tarde o fez ganhar dois concursos. Inspirado por covers que assistia no Youtube, onde também tem um canal, começou a tocar guitarra acústica, piano e a cantar.

image003.png

 

O talento, a paixão que nutre pela música e a forma como o retrata nos temas, despertaram curiosidade e não demorou muito a receber uma proposta de contrato de gravação do seu primeiro single e grande lançamento da sua vida - “Só Para te Ver”. Sem dúvida, um projeto revelação que não pode perder.

 

XAVE | Rodrigo Guedes de Carvalho e Isabelinha | NOVO SINGLE

OUTRA VEZ é o segundo single de XAVE, projecto musical encabeçado por Rodrigo Guedes de Carvalho e Isabelinha.Rodrigo Guedes de Carvalho assina a composição e a letra do tema, que está já disponível nas plataformas digitais Apple Music, iTunes, Spotify, Deezer, Tidal, Google Play, entre outras. O videoclip foi realizado por Joana Linda.
FINALMENTE é o nome do primeiro disco que chega às lojas no início de Abril. O primeiro single,      
SE FOI AMOR, foi lançado no final de Janeiro passado. 

OUTRA VEZ

Se eu for pensar na vida que me coube
No que tive, tudo igual
Tive o sol na pele, a tua mão na minha
e tanta coisa que me magoou
faz parte da vida que me coube
Sempre soube agradecer
 
Antes que acabe, que a luz se apague
Quero o que me cabe, bom ou mau      
Se eu pudesse ser tudo o que fui
Outra vez, outra vez
 
Se fosse  tempo de recomeçar 
outro tiro de partida
Sei que não fugia de um só dia
Qualquer dia, qualquer hora
Faz parte da vida que me coube
Sempre soube agradecer
 
E quando chegar o dia de partir
Encontra-me a sorrir, encontra-me a cantar
Se eu pudesse ser tudo o que fui 
          
Outra vez, outra vez


Antes que acabe, que a luz se apague
quero o que me cabe, bom ou mau      
Se eu pudesse ser tudo o que fui
Outra vez, outra vez

Letra e Música Rodrigo Guedes de Carvalho Arranjo Ruben Alves 
Voz Isabelinha Piano e Orgão Hammond Ruben Alves Bateria Carlos Miguel Baixo Miguel Amado Guitarra Eléctrica Mário Delgado Coros Patrícia Antunes e Patrícia Silveira 

VÍDEO
Realização Joana Linda Assistente de Realização Manuel Dordio Make-up Rita Fialho Cabelos Patrick Depaus Com a participação de Amadeu Loureiro, Fernanda Martins, Gonçalo Loureiro e Marta D'Orey Produção Força de Produção Distribuição Universal Music Portugal
Agradecimentos A Avó veio trabalhar 

Isto não é um disco. Isto sou eu a dobrar, finalmente, um cabo que me parecia intransponível. A iniciar uma viagem que adiei o tempo de quase toda uma vida. 
Não tenho memórias nítidas da infância. Sei que fui imensamente feliz mas faltam-me lugares, datas, rostos e alguns cheiros. Mas lembro-me (ah, se me lembro…) do miúdo a virar o vinil no gira-discos. A ler as letras, arriscar cantar, a fingir que a raquete de ténis era uma guitarra. Em frente ao espelho, esse miúdo jurou que seria músico. Mas a vida, como a tantos de nós, trocou-me as voltas. Desviou-me. Levou-me por outras estradas. Guardei a música numa gaveta funda dentro de mim. E de repente (garanto-vos que é de repente) passaram quase 40 anos. Até que me sentei ao piano. Como e porquê, é história longa que irei contando por aí. Sentei-me e toquei. Fechei os olhos, inventei palavras para os acordes. 
E comecei, finalmente, a pagar a promessa ao miúdo em frente ao espelho. Esta reinvenção de futuro que aqui vai só foi possível porque o Ruben Alves me deu a mão. Tornou-se as minhas mãos. As que não conseguem tocar o tanto que ouço na cabeça. Mas antes disso houve o princípio do vulcão adormecido. Isabelinha. A xave que avançou sem medo para a porta que parecia fechada. A voz que procurei sempre, sem mesmo saber que a buscava. A voz que me traduz. A xave que abriu o ferrolho do sonho. Finalmente. 

Rodrigo Guedes de Carvalho 

0a1794fd-28bb-4ba2-bf84-7b33880f2d44.jpg

 

ANDRÉ CORUJA APRESENTA -NOS "MADRUGADA”

André Curuja, já não é um nome desconhecido do público  Portugueses. Depois de nos apresentar  “The Line” e “Two Trees”, o cantor e compositor brasileiro revela-nos  agora “Madrugada”, extraído do  seu primeiro álbum a solo, um tema com tom leve, e um ritmo alegre e viciante, como o artista já nos acostumou.

image009.jpg

 

Depois de percorrer os palcos da América do Sul, América do Norte e da Europa apostou numa carreira a solo. Já em 2018 realizou uma série de concertos em Portugal. Uma vez mais com o apoio da Music for all, André Coruja apresenta ao público Português  o seu terceiro single: “Madrugada” extraído do álbum “Two Trees”.

 Pode também ouvir Madrugada”  a qualquer hora do dia, nas principais plataformas digitais: Amazon, Itunes, Spotify, Googleplay entre muitas outras.

 

FARKETMEZ APRESENTAM "Reverse Afro"

Com o apoio da Music For All, os Farketmez vêm diretamente de Istambul, para apresentar o seu projeto musical, numa tour com data marcada para 5 a 8 de junho, ainda sem locais definidos.

Os Farketmez Desde 2013, que treinam, tocam e improvisam para conseguir lançar o primeiro álbum - “Deeelicious”, que já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.

image018.jpg

 

J.BUCK APRESENTARÁ “LOVE ME BACK” EM DIGRESSÃO IBÉRICA

J. Buck distingue-se como um artista a solo e compositor de letras profundas, que mergulha em ritmos de soul e blues. Em 2015, lançou o seu primeiro EP "The J. Buck Experience", que segundo Murfreesboro Pulse citou como "um passo em direção um passo em direção à nova versão da geração de Marvin Gaye. Passado um ano, J. Buck lançou o tão aguardado álbum, "Love Matters", com temas como “Where I Am”, “Dear Heart”, entre outros.

image014.jpg

J. Buck apresenta-nos hoje o single “Love Me Back”, que faz parte do EP "Love Matters", e prepara-se para entrar numa digressão ibérica em Maio, que promete espalhar amor e paz, encantar, com a sua poderosa voz, e entreter o público português e espanhol

 

Os amores e desamores de April Ivy

O videoclip tem participação do actor José Condessa

 

O novo single de ​April Ivy​, ​“Tell Me Baby”, já está disponível em todas as plataformas digitais. O vídeo tem a participação do actor ​José Condessa e já pode ser visto no ​YouTube.

O tema foi composto, produzido, gravado, misturado e masterizado nos estúdios da Produtora e Label RedMojo​. A letra é  da autoria da própria ​April Ivy, de Tyoz, Marta Carvalho e Riic Wolf. A música, é o resultado da colaboração de​ April Ivy, Edu Monteiro, Riic Wolf, Tyoz e Stego​. A produção ficou a cargo de ​Edu Monteiro e RedMojo. A edição é da ​Warner Music Portugal​, sob licença exclusiva da RedMojo.

O novo vídeo foi produzido pela RedMojo e realizado por ​Pluma​. Uma produção RedMojo nas mãos de ​Tiago Araújo, Joel Westcott e da própria ​April Ivy​.

April Ivy tem quatro singles editados – ​“Be Ok” (2016),​“Shut Up” (2017), ​“Run For Cover” (2017) e​ “Frida” (2018) - e obteve já nomeações para os ​MTV Music Awards e para os ​Globos de Ouro​. Em termos de airplay, as canções de April Ivy destacaram-se nas principais rádios portuguesas. A artista já actuou em palcos como o festival ​Meo Sudoeste​ ou o ​Sumol Summer Fest​, na Ericeira.

April Ivy é, sem dúvida alguma, um dos maiores talentos da nova geração da música portuguesa e este novo tema promete vir a ser um dos grandes sucessos deste ano.

“Sinais do Tempo” de Mário Mata editado nas plataformas digitais

K - Mario Mata - Sinais do Tempo.jpg

 

 

 

Boas notícias para os apreciadores de boa música portuguesa, boa música em bom português. Depois de ter esgotado a sua edição “física”, em CD, «Sinais do Tempo», do grandessíssimo Mário Matafoi publicado pela Sony Music Portugal em todas as plataformas digitais!

Este álbum (que antecede o mais recente e mais “roqueiro” «Regresso») é – como sempre – um depósito de pedras preciosas. Aliás, nesse particular, Mário Mata assemelha-se a umas “Minas de Salomão”: em qualquer registo, com qualquer produção, as suas composições são do melhor que Portugal tem, e podem considerar-se sortudos os que não conhecem este material, pois estão-lhes reservados momentos de puro prazer quando o descobrirem!

Pistas para a mina?

Dois duetos: (Fausto Bordalo Dias) «Essa é que é essa», (José Barros) «Fixação», «Serei Sempre Teu», o diamante «Lisboa é Lisboa», «Balada da Maria», e uma nova/velha versão de «Já Conheço Esse Olhar», para citar apenas uma pitada do génio por trás da obra.

Senhores passageiros, façam os vossos downloads,por favor!

Gimba

 

 

Brazil Dub e Midcake passam à final do Warm Up "Março a Partir"

Brazil Dub.jpg

 

A primeira eliminatória do 4.ºConcurso de Bandas Amadoras de Palmela - Warm Up “Março a Partir” decorreu no dia 16 de fevereiro, sábado, na União Desportiva da Palhota, em Pinhal Novo, e contou com a animação do Dance Project e de Kristóf Monostori.

Brazil Dub (Quinta do Anjo) e Midcake (Pinhal Novo) foram as bandas apuradas nesta eliminatória, para a final do concurso. A segunda eliminatória decorrerá no 23 de fevereiro, às 22h00, na Sociedade Recreativa e Cultural do Povo do Bairro Alentejano, em Quinta do Anjo, antes da final de 16 de março, na Sociedade Filarmónica Humanitária, em Palmela.

O Concurso de Bandas Amadoras de Palmela, promovido pela Câmara Municipal de Palmela com associações juvenis, grupos informais de jovens e entidades que trabalham com a população juvenil, integra a 24.ª edição do “Março a Partir” - Mês da Juventude.

 

2.ª Eliminatória | 23 de fevereiro

 

Chá do Chile (Setúbal)

Rivertied (Setúbal)

Puro Rock (Palmela)

Paper Hearts (Águas de Moura)

 

Banda convidada: Claraboia (vencedores da edição de 2018)

 

Transmissão completa da 1.ª Eliminatória em:

https://www.facebook.com/cataventopalmela/videos/472929239907283/.