Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Tudo Bem" - Novo single de Mastiksoul já disponível

Foram um sucesso com “ Gasosa” e, depois do recente “ Pegadito” (que também conta com a participação de Anselmo Ralph e Blaya), a famosa dupla Mastiksoul & Laton regressa com " Tudo Bem", um tema repleto de boa energia, muito ritmo e alegria que promete não deixar ninguém indiferente.   

Escrita por Mastiksoul, Andre O’neil Fennell e Laton Cordeiro, esta música pretende transmitir uma mensagem de esperança e “despreocupação”, no sentido de relativizar mesmo quando uma relação termina pois no fim tudo vai ficar bem.   

À voz de Laton, que Mastiksoul considerou ser perfeita e que dá “um brilho enorme a este tema”, juntam-se alguns dos maiores youtubers portugueses para um videoclip que garante ser um sucesso internauta. Tal como aconteceu anteriormente com o hit “ Tou na Moda”, Mastiksoul pretende que a felicidade e a ligação que todos têm contagie todos os que oiçam este single, relembrando a importância de valorizar a amizade e de aproveitarmos ao máximo o tempo e os bons momentos com as pessoas que mais gostamos.   
 

"Não podia estar mais feliz com este tema, uma colaboração única que finalmente está disponível ao mundo. Mais uma música a juntar ao projeto MastikBeats 100Bpm".  
 

“ Tudo Bem” está já disponível no Youtube e nas plataformas digitais.

 

1 músico, 3 projetos e 3 músicas lançadas no mesmo dia: a mensagem criativa de Simão Reis

Um Simão dá muitos heterónimos e cada um deles lança música nova: a mensagem criativa de Simão Reis.
Lançando três músicas no mesmo dia, Simão Reis compõe, grava, produz e constrói videos para o seu projeto homónimo bem como para Chevalier de Pas e SID. 
 

ece4d03d-621f-4a5d-b96c-dfb2f1442377.png

Com lançamento no dia 4 de Agosto, "candy", "Piano" e "DANCEI!" são compostas, produzidas e gravadas por Simão Reis no seu estúdio caseiro, onde criou também os video clips para as três músicas em colaboração com a ilustradora Beatriz Szwarc (@_beazeitona).
Embora com a mesma génese, os três projetos encarnam sonoridades diferentes com um ponto em comum - a guitarra.
Em Chevalier de Pas ("candy") encontram-se sonoridades mais psicadélicas e descontroladas, em Simão Reis ("Piano") as mesmas são mais poéticas e romanciadas domindo o indie rock e a sua mistura com a música popular portuguesa, enquanto em SID ("DANCEI!") existe uma dimensão de dream pop com sonoridades mais melancólicas.
 

141f5994-54df-455f-a9ba-a19299801ed1.png

Sobre Chevalier de Pas: Inspirado no primeiro heterónimo do maior poeta português, Chevalier de Pas é uma viagem psicadélica ao recreio de um guitarrista. Cantado em inglês este é o resultado de um processo criativo e açucarado em que o seu criador desafia as concepções de géneros musicais.

 

Simão Reis - "Piano"

f4831b25-ab02-4fd7-ae5e-ef0a9e208469.png

"Piano": Terceiro single de Simão Reis, "Piano" é uma música contagiante que se inspira na música popular portuguesa misturada com elementos do rock. Com a guitarra elétrica a ser o equilíbrio perfeito para sua típica voz crua, "Piano" é sobre a busca utópica e surpreendente do amor. Nela encontram-se similaridades com os sons de Manuel Cruz e Nuno Prata, e uma natural poesia tão intrinsicamente portuguesa.

 

Sobre Simão Reis: No seu projeto homónimo, Simão Reis compõe músicas à maneira antiga. Altamente guiado pelas letras poéticas, as músicas são construídas camada por camada dando sempre um espaço especial à guitarra eléctrica.

 

SID - "DANCEI!"

d632ed77-4b64-45f4-b95c-5703229967e8 (1).png

 

"DANCEI!": Segundo single do projeto SID, "DANCEI!" é sobre a capacidade de nos agarrarmos às positividades de relacionamentos fugazes. Sobre a forma como o dançar com vontade é algo bonito e que devemos recordar com alegria. Rica em divergências propositadas dos normais ritmos da guitarra, ouvimos instrumentais carregados de slides e efeitos, sonoridades tão próprias dos sonhos e que refletem na canção a leveza das memórias positivas. 

 

Sobre SID: Projecto que nasce da necessidade do autor se expressar em Português e num conceito de dream pop, Sid é o primeiro projeto a nascer da mente criativa de Simão Reis. Em Sid, ouvimos músicas altamente influenciadas pelos anos 80, músicas carregadas de melancolia e sonho, em que o liricismo é sempre o principal mensageiro. 

 
Chevalier de Pas - "candy"
 

Cultura em Movimento 2020: Próximas iniciativas

Cultura em Movimento 2020

Próximas iniciativas

 

O programa Cultura em Movimento 2020 teve início a 24 de julho e prolonga-se até ao final de agosto com diversas atividades em vários espaços públicos do concelho da Moita.

Numa parceria entre a Câmara Municipal da Moita, as Juntas de Freguesia e o Movimento Associativo, Cultura em Movimento visa, todos os anos, dinamizar os largos, jardins, pracetas, ruas e parques de todas as freguesias do concelho com artes performativas, cinema, música, teatro, entre outras iniciativas que visam o acesso de todos à cultura neste período estival.

 

No próximo fim-de-semana, as iniciativas previstas são:

 

31 de julho | sexta-feira | 19:00h

Largo 5 de Outubro | Sarilhos Pequenos

SESSÃO DE CONTOS COM RODOLFO CASTRO

rodolfo castro.jpg

 

Destinatários: Público em geral | M/6 anos

Duração: ±50 min.

Rodolfo Castro nasceu em Buenos Aires, Argentina, e intitula-se “O pior contador de histórias do mundo”. Escreve e ilustra os seus próprios livros e é também formador na área da animação do livro e da leitura. As histórias que conta são pautadas por um humor constante, que agradam a pequenos e graúdos.

Entrada gratuita com reserva obrigatória pelo telefone 933 003 654

Organização: Câmara Municipal da Moita

 

1 de agosto | sábado | 19:00h

Parque das Canoas | Gaio-Rosário

MÚSICA, ARTES PLÁSTICAS E MOVIMENTO | PORTUGAL

“HÁRVORE”, COM FERNANDO MOTA

Hárvore.jpg

 

Destinatários: Público em geral | M/3 anos

Duração: ±40 min.

“Hárvore é o espetáculo que marca o início de uma pesquisa à volta de objetos sonoros e instrumentos musicais experimentais criados a partir de árvores e outros materiais naturais. A partir do instrumento que Fernando Mota concebeu em 2019 para o projeto Sahar, da Fundação Calouste Gulbenkian, serão criados novos objetos utilizando vários carvalhos cortados em limpeza de terrenos na Serra de Montemuro. Com esses instrumentos e outros materiais naturais como ramos, pedras, areia e água criamos um espetáculo multidisciplinar que envolverá música, artes plásticas e movimento. Hárvore será um objeto telúrico, tão contemplativo quanto explosivo, uma partitura musical e performativa que mais do que sugerir paisagens, desenhará as energias nelas existentes”.

Criação e Interpretação: Fernando Mota | Operação Técnica: Catarina Codea | Produção e Coordenação: Violeta Mandillo

Integrado na 25ª edição do Festival Sementes – Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público

Entrada gratuita com reserva obrigatória pelo telefone 933 003 654.

Organização: Câmara Municipal da Moita e Teatro Extremo

 

2 de agosto | domingo | 19:00h

Praceta Almada Negreiros, Bairro Gouveia | Alhos Vedros

DANÇA | PORTUGAL

“UMA BAILARINA ESPE(TA)CULAR”, COMPANHIA DE DANÇA DE MATOSINHOS

CDM 3.jpg

 

Destinatários: Público em geral | M/3 anos

Duração: ±20 min.

“As bailarinas foram crianças. Cresceram para a dança obrigando o corpo e a cabeça a caberem dentro de um certo molde. O que é que se perde ou se alcança quando se realiza um sonho de dança? Perguntando-se quem sonha a criança que dança, uma bailarina encontra, pela dança, a criança contando como foi sonhada.” Regina Guimarães

Direção: Manuel Tur | Texto: Regina Guimarães | Interpretação: Sara Silva | Cenografia: Moradavaga | Voz: Sara Pinto Pereira | Apoio à criação: Diana Amaral | Desenho de luz: Joaquim Madaíl | Coprodução: Companhia de Dança de Matosinhos e Câmara Municipal de Matosinhos/Teatro Municipal Constantino Nery

Integrado na 25ª edição do Festival Sementes – Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público

Entrada gratuita com reserva obrigatória pelo telefone 933 003 654.

Organização: Câmara Municipal da Moita e Teatro Extremo

 

Visando a segurança de todos, as iniciativas seguem medidas rigorosas, garantindo todas as condições para uma experiência segura. O Cultura em Movimento cumprirá todas as normas da Direção-Geral de Saúde para o setor da cultura.

A participação nas atividades do Cultura em Movimento requer inscrição prévia através do número 933 003 654, no horário de segunda a sexta-feira, das 9:00h às 12:30h e das 14:00h às 17:30h (máximo de cinco reservas por pessoa).
O programa está sujeito a alterações, sendo periodicamente avaliado de acordo com as indicações da DGS, e pode ser consultado em www.cm-moita.pt.

Vai e Vem estreiam 4º single do seu primeiro álbum

NOVO single de SURMA, RUSSA & LUAR

Surma  X  Russa  X  Luar

"Skrape" é o single colaborativo

Em Novembro de 2019 RUSSA esteve em residência artística no Serra - Espaço Cultural durante 3 dias. Num desses dias, Surma junta-se à rapper do Algarve e ao seu produtor Luar e daí resulta “Skrape”.
A electrónica do produtor Luar e os versos seguros e assertivos de RUSSA cruzaram-se com o universo de Surma e o resultado desta criação a três já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.

David Bruno - "Raiashopping" é o novo disco e sai amanhã às 11h

53c515a1-6119-4170-8781-4842084c3d80.png

 

 

Video-álbum estará disponível no youtube e disco em todas as plataformas digitais.
 

David Bruno é um artista português que ama o seu país e a sua cultura, com todas as virtudes e imperfeições que lhe são inerentes. Depois dos álbuns “O Último Tango em Mafamude” (2018) e “Miramar Confidencial” (2019), o artista fez um desvio na temática “Vila Nova de Gaia” (a sua cidade natal e musa inspiradora das narrativas dos dois primeiros álbuns) e está de volta com “Raiashopping”, um disco onde o artista dá um passo atrás na sua árvore genealógica.

Um álbum inspirado em histórias pessoais vividas num Portugal profundo, selvagem e (infelizmente) desertificado que nos leva numa viagem por terras raianas da Beira Alta e Trás os Montes com paragem no café da praça para um café com cheirinho ou uma mini fresca no baile de verão seguidas de um par de incursões ao outro lado da fronteira. Há tempo para escutar histórias dos avós à lareira, para um jogo de futebol de solteiros contra casados e sobretudo para apreciar a pureza do nosso Portugal interior e homenagear seu património cultural e imaterial.

O álbum conta com o habitué guitarrista Marco Duarte e está disponível para escuta integral num vídeo álbum produzido e realizado pelo próprio, fiel à estética kitsch e low budget a que nos tem vindo a habituar. "Raiashopping", amanhã, 1 de Agosto, a partir das 11 horas, no youtube e plataformas digitais de streaming. 

 

LETRUX lança clipe da música "Vai Brotar", em 31 de julho!

Canção é a terceira do disco “Letrux Aos Prantos” a ganhar formato audiovisual

Letrux  - still clipe VAI BROTAR.jpg

 

A cantora e compositora Letícia Novaes, a Letrux, encerra o mês de julho com o lançamento do clipe da música “Vai Brotar”  no dia 31, sexta-feira, pelo seu canal no  Youtube. Será o terceiro clipe do novo álbum da artista, Letrux Aos Prantos, disponível nas plataformas digitais desde 13 de março. 

 

A canção, composta em parceria com Arthur Braganti, coprodutor do disco e tecladista da banda, ganhou uma leitura audiovisual sombria, onde mulheres e a natureza explodem em revanche, fogo e dança. Uma ode à natureza, a favor da manutenção das reservas naturais, da agricultura familiar, dos povos ancestrais. “É uma homenagem aos verdadeiros protetores das florestas e um manifesto contra o patriarcado, o agronegócio, a mineração, o latifúndio e a exploração da biodiversidade e das pessoas que nela e com ela habitam este sistema”, comenta a artista.


A produção é um conto onírico gravado por um grupo mínimo quarentenado em um sítio agroflorestal na serra de Itaipava onde Letícia Novaes interpreta um espírito da natureza, uma espécie de força mitológica, mistura de animais e outros elementos. Na história Letrux, com ajuda de outras entidades femininas, irá proteger este espaço sagrado de um invasor ambicioso e destrutivo representado por um homem sem rosto. O clipe culmina numa cerimônia pagã em meio a uma densa floresta com muita dança e lisergia em volta do fogo.


Quem assina o roteiro é o diretor Hilnando SM, que conta com a artista Liana Nigri na direção de arte, figurino e adereços. Apoio dos anfitriões Marina Rozenthal, do Estúdio Forno, na locação e produção de arte com João Chataignier, que assina a fotografia junto com Dudu Mafra, ambos da produtora ACME.

www.letrux.com

Instagram @leticialetrux | Facebook @leticialet

ISAAC PIMENTA | NOVO SINGLE | RECOMEÇAR

 

Depois da sua participação no The Voice Portugal em 2019, Isaac Pimenta lança agora um novo single.
 
Chama-se “Recomeçar” e é a primeira faixa do EP “Segredos” (que sairá em Setembro).
"Recomeçar" é o início de um caminho de auto-descoberta pessoal e musical que Isaac tem vindo a fazer ao longo dos últimos dois anos. "A experiência, os erros, as derrotas e os sucessos fazem parte desse percurso, e há que "abraçar" essas várias condições que se cruzam no caminho, pois é em cada uma dessas experiências que o pensamento evolui." - refere o autor.
 
A letra foi escrita do autor para o autor e é possível perceber que Isaac Pimenta tem a certeza do que quer, e que está determinado a alcançar os seus objetivos, mas só o pode fazer quando tiver a certeza de “tudo aquilo que é”, mas para isso é preciso experienciar, errar, cair e levantar novamente, mantendo a postura perante os obstáculos que vão surgindo ao longo do caminho.
A música foi composta por Isaac Pimenta e produzida com a colaboração de Afonso Alves AKA Nort.
 

1.png

 

O guitarrista jazz Sandro Norton estreia-se em nome próprio com “Flying High... At the Heart of It 1”

  • O primeiro álbum do músico português contém a última contribuição em disco do célebre vibrafonista Gary Burton, depois de uma digressão de concertos em Portugal. 

 

  • Sandro Norton é um músico estabelecido nos EUA, tendo colaborado com nomes incontornáveis do jazz como Barry Harris, Randy Brecker e Martin Speake. Ian Anderson, dos Jethro Tull, diz que é um dos grandes guitarristas dos últimos anos. 

 



24 de Julho, 2020 - O guitarrista jazz português Sandro Norton lança hoje o seu primeiro álbum de originais: “Flying High… At the Heart of It 1”. O álbum de estreia do músico estabelecido nos EUA é o primeiro de uma trilogia, sendo uma circum-navegação que percorre os cantos do globo, desde o Brasil a África, do Modern Jazz à canção celta. 

 

“Flying High… At the Heart of It 1” é produzido por Jorge Fernando e Richard Niles - reconhecido orquestrador e produtor da indústria musical norte-americana, tendo colaborado com Paul McCartney, Ray Charles, Pet Shop Boys ou Grace Jones - e contém a última contribuição em disco do vibrafonista Gary Burton, músico célebre que partilhou palco com nomes como Stan Getz e Keith Jarrett. Em 2016, Sandro Norton desafiou Gary Burton a tocar em Portugal numa série de concertos que seriam a base de “Flying High… At the Heart of It 1”. O professor na Berklee College of Music aceitou acompanhar Sandro em alguns concertos em Portugal, revelando recentemente que “existe uma magia quando dois músicos de improviso relacionam-se facilmente em palco” e que “Flying High at the Heart of It 1” é mesmo “o último projeto de gravação da minha carreira”. 

 

Gary Burton foi o responsável por introduzir Sandro Norton ao mercado norte-americano e por estabelecer o músico português como uma presença recorrente na televisão. Até conhecer Gary Burton, o músico nascido no Porto estava sediado em Londres, entre uma série de projetos, parte da National Youth Orchestra of Great Britain, e depois, colaborador de Ian Anderson. Segundo o vocalista dos Jethro Tull: “Ele [Sandro] traz um grande legado jazz de música de excelência. É um dos grandes guitarristas das últimas décadas”. Após ser “apadrinhado” pelo vibrafonista Gary Burton, Sandro começa um percurso de espetáculos intensos entre a Europa, Kansas e Los Angeles, tendo colaborado com nomes incontornáveis do jazz como Barry Harris, Randy Brecker, Martin Speake e Pip Williams.

 

Em 2020, Sandro Norton teve 24 concertos cancelados. Neste momento, aproveitando a interrupção na sua rotina de concertos, o guitarrista está a terminar “Flying High ... At the Heart of It featuring Gary Burton”, o segundo álbum da trilogia, com produção de Steve Rodby - produtor e baixista de Pat Metheny há mais de trinta anos. Além disso, prepara-se para levar o seu álbum de estreia a palco com uma banda ilustre: Steve Rodby no baixo; Makoto Ozone no piano; Paul Wertico na bateria; e a cantora Maria João. A expectativa é apresentar o disco nos principais palcos mundiais do circuito jazz. 

 

O single de “Flying High… At the Heart of It 1” é “Storm (Overture)”. O primeiro álbum de Sandro Norton é editado hoje, dia 24 de julho, pela Jazz Cinema, editora que pertence à Believe. O álbum está disponível em todas as plataformas de streaming. 

 

A capa do álbum e fotografias de Sandro Norton neste link. 

 

Músicos presentes em “Flying High at the Heart of It”:

 

Sandro Norton: Guitarra elétrica e acústica, steel guitar.

Gary Burton: Vibrafone.

Filipe Raposo: Piano.

João Salcedo: Piano. 

Yuri Daniel: Contrabaixo, fretless guitar.

Carlos Barretto: Contrabaixo.

Carlos Miguel: Bateria.

Luis Trigo: Harmónica, violino e acordeão. 

Mário Barreiros: Bateria. 

André No: Percussão.

Jaume Pradas: Vocais.

Claudia Fier: Vocais.

Bruno Cardoso: Violoncelo.

Luiza Trigo: Flauta.

João Salcedo: Piano e sintetizador.

 

Alinhamento de “Flying High at the Heart of It”:

 

  1. The Storm (Sandro Norton)

  2. Andaluziana Song (Sandro Norton)

  3. At The Heart Of It (Sandro Norton)

  4. Eight Years (Eric Roche) 

  5. Side Steps (Sandro Norton)

  6. Night Out (Luis Trigo) 

  7. Percussive Talk (Sandro Norton)

  8. Afrikando (Sandro Norton)

  9. Too Many Changes (Sandro Norton)

  10. Landing (Sandro Norton

  11. The Storm, interlude and Andaluziana (Sandro Norton)

NOVO SINGLE: X-TENSE traz-nos EQlíbrio

da67b47c-7d44-45c2-b875-3dcd776b5933 (1).jpeg

 

Depois de Re$to, o rapper e produtor X-Tense traz-nos EQlíbrio, o segundo avanço do terceiro álbum que se irá chamar NUNO. 
O álbum tem por base uma rádio ficcional criada pelo artista - Nuno FM 85.9 - e que nas palavras do mesmo: “é a minha cabeça em formato de radio”. 
A ideia para o desenrolar desta narrativa é “levar as pessoas faixa a faixa até ao final, dando o devido tempo e espaço a cada música, até porque a altura que vivemos actualmente também permite essa calma”. 
Depois de se ter repartido em múltiplas personalidades, este será o álbum mais próximo de Nuno, a cara do projecto X-Tense e Pablo e prova disso é este EQlíbrio, onde o artista expõe as suas lutas. O tema é uma co-produção de X-Tense com Baco, que assegura a guitarra também. 
O álbum terá convidados das áreas onde o artista mais se movimenta: música e humor, como Pedro Sousa (do colectivo RBF) e ENOX, como é prova a primeira parte da entrevista que também foi lançada nesta sexta feira.