Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Formação creditada em Loulé com o conceituado Óscar Cano

17 DE NOVEMBRO OSCAR.JPG

 

 

No dia 17 de novembro, tem lugar no auditório do Convento Espirito Santo, em Loulé, a formação “Jogo de Posição”, ministrada por Óscar Cano.

Óscar Cano é um conceituado treinador espanhol que conta no seu currículo com passagens pela Aspire Academy, Seleção de Sub-19 do Qatar etc,. Autor de vários livros de futebol, relacionados com o Jogo de Posição e o FC Barcelona, é reconhecido internacionalmente pela sua abordagem ao jogo de futebol e pelos seus pensamentos fraturantes, na linha de Juanma Lillo.

Trata-se de uma formação creditada pelo IPDJ com 0,8 UC para renovação da cédula de treinador de futebol - Nível I, II, III e IV.

Para mais informações e/ou inscrições: http://sportrail.pt/eventos/jogo-de-posicao-loule/

 

CML/GAP /RP

Formação creditada em Loulé com o conceituado Óscar Cano

17 DE NOVEMBRO OSCAR.JPG

 

 

No dia 17 de novembro, tem lugar no auditório do Convento Espirito Santo, em Loulé, a formação “Jogo de Posição”, ministrada por Óscar Cano.

Óscar Cano é um conceituado treinador espanhol que conta no seu currículo com passagens pela Aspire Academy, Seleção de Sub-19 do Qatar etc,. Autor de vários livros de futebol, relacionados com o Jogo de Posição e o FC Barcelona, é reconhecido internacionalmente pela sua abordagem ao jogo de futebol e pelos seus pensamentos fraturantes, na linha de Juanma Lillo.

Trata-se de uma formação creditada pelo IPDJ com 0,8 UC para renovação da cédula de treinador de futebol - Nível I, II, III e IV.

Para mais informações e/ou inscrições: http://sportrail.pt/eventos/jogo-de-posicao-loule/

 

CML/GAP /RP

Meses Sóbrio "Folha" EP sai hoje!

Meses Sóbrio lançam primeiro EP e primeiro single!

f8a36510-8132-4ec9-ba1c-a69db52c40d8.jpg

 

"Folha" é o nome do primeiro EP de Meses Sóbrio, lançado hoje em simultâneo com o single "Rio" que já toca nas rádios nacionais. 

Este é um lançamento apenas digital que tem o selo da Ás de Espadas, responsável pela produção, gravação e mistura do EP.

Meses Sóbrio são uma banda portuguesa que funde rock com elementos de eletrónica. É composta por Manuel Perdigão (guitarra, teclado), João Fernandes (bateria) e Miguel Rosa (voz, guitarra e teclado). Após um longo mas frutuoso período inicial de descoberta musical e definição de identidade, iniciado em 2017, a banda começou a trabalhar no que viriam a ser os temas deste primeiro EP "Folha".

Com inspiração nas atmosferas viajantes de bandas como os The Doors, Pink Floyd ou Tame Impala, este projecto pretende criar uma sonoridade orgânica e eclética, que abra portas a várias sensações e interpretações. 

7/10 "Meses Sóbrio são capazes de mostrar um trabalho com componentes, tanto de estética como de construção, bastante evoluídos para um primeiro EP. Percebe-se que querem percorrer caminhos vários para encontrar o seu som. As influências e as referências estão lá e são fáceis de identificar. Esta viagem pode levá-los a muitos locais exóticos ou a conhecer pessoas diferentes, só resta perceber como eles vão usar essas influências para construir o seu som no futuro." Rodrigo Castro in Punch Magazine

 

 

"Malandro" de LaGardère estreia hoje.

LaGardère lançam single "Malandro"

O Malando apanhou-nos!! É o novo single do álbum de estreia da banda, que vai ser lançado em Outubro.

 

"Malandro" é o nome do novo single dos LaGardère, banda portuguesa que nasceu em 2016 e composta por Carlos Noronha, João Sampayo e Yann Vaz da Silva.

Dois anos depois da trágica morte de Henri de LaGardère, estes três músicos apresentam mais um tema inspirado na vida e obra deste grande homem. "Malandro" é o quarto single lançado, depois de "Camila", "Amiguinha" e "Biro (Lá no Fundo)".

Este single faz parte do primeiro álbum da banda que tem data de lançamento marcada para Outubro.

O videoclipe de "Malandro" foi realizado por Diogo Pimenta e contou com a participação de Teresa Mello Sampayo e Matteo Melosini, grande vedeta do cinema italiano dos anos 20. A produção é de Afonso Abrantes e da Ás de Espadas.

A música foi produzida por Vitor Gomes Teixeira e Diogo Rodrigues nos Estúdios da Cuca Monga, mistura e master ficou a cargo de Vitor Gomes Teixeira.

O single anterior da banda "Camila Casali" faz parte da compilação dos Novos Talentos Fnac 2018.

 

Prémio Internacional de Composição - Órgãos do Palácio Nacional de Mafra

 

Cartaz-PIC2019.jpg

 

 

O Ministério da Cultura e o Município de Mafra promovem o “Prémio Internacional de Composição – Órgãos do Palácio Nacional de Mafra”, visando criar novo repertório para o magnífico conjunto instrumental. As candidaturas estão abertas até 29 de março de 2019.

Da autoria dos dois mais importantes organeiros portugueses do seu tempo – António Xavier Machado e Cerveira e Joaquim António Peres Fontanes – os seis órgãos da Basílica do Palácio Nacional de Mafra constituem um conjunto único no mundo, não pelo seu número, já de si notável, mas pelo facto de terem sido construídos ao mesmo tempo e concebidos originalmente para tocar em conjunto.

O prémio, com periodicidade bienal, visa distinguir compositores que apresentem peças destinadas ao referido conjunto instrumental, fazendo uso das suas características próprias.

Dividido em duas categorias, desdobra-se numa componente relativa à composição de uma obra original e outra referente à transcrição para os seis órgãos. O valor dos prémios é de 10 mil e 5 mil euros, respetivamente.

O júri desta terceira edição é constituído por quatro personalidades de reconhecido mérito internacional: Jean Ferrard (Bélgica), que preside, Sérgio Azevedo (Portugal), William Whitehead (Inglaterra) e João Vaz (Portugal).

Para mais informações:
http://www.cm-mafra.pt/pt/municipio/premio-internacional-de-composicao-orgaos-do-palacio-nacional-de-mafra

 

EHLIU LANÇA NOVO SINGLE, "VIRA-LATA"

image004.png

 

O calendário diz-nos que o Verão chegou, contudo facilmente constatamos que tal não passa de uma miragem. A razão? É simples: faltava o novo single do Ehliu! O artista algarvio, de raízes cabo-verdianas e angolanas, edita agora “Vira-Lata”, novo tema de ritmos quentes e latinos, que promete fazer subir a temperatura!

 

Recorde-se que Ehliu estreou-se com “Bailando tu y eu”, seguindo-se “Me Toca Lá”, dois singles poderosos que colocaram as pistas de dança em chamas. Em “Vira-Lata” repete-se a fórmula certeira: boa energia, voz quente e a sonoridade que nos remete para o Afrobeat. “Vira-Lata” já está disponível nas principais plataformas digitais como o Spotify, Amazon, Google Play ou Deezer.

 

New Single + New Clip | "Trippin' Like Johnny"

 

Trippin' Like Johnny - Pás de Problème.jpg

 

A Real Padráda está de volta!

Em outubro os Pás de Problème lançam novo álbum, segundo disco da banda: "The Shape Of Party To Come". Um álbum de cantigas cheias de cor, canções demasiado rápidas, relatos, confissões e histórias de amor de um underground exótico e suado. Muitas festas, muitos corpos a nu, e se as explosões fazem parte de um primeiro álbum, lançado em 2017, agora é altura de falar sobre "Trippin' Like Johhny". Sonho e Padráda, Real Padráda.

O Single "Trippin' Like Johnny" surge com artwork do artista BINAU, artista visual português, e com um novo videoclip lançado este mês:

 


" 'Trippin Like Johnny' não é só uma música e não é só um videoclip. É uma declaração de intenções. Um atestado da brilhante loucura da banda lisboeta."  in VICE 

 

The Wedding - Pás de Problème.jpg

 "O mundo dos Pás de Problème é uma amalgama de loucura total, hedonismo histriónico, exotismo e globalização sonora. Cabe lá tudo e cabem lá vocês todos. Façam a festa! Sejam a festa!" in VICE 

tumblr_pbnlw7qSzb1rgst6zo1_r1_1280.jpg
Até ao lançameto do novo disco, em Outubro, a banda prepara-se para lançar mais dois singles: "Into da Disco" e "The Way of Manele" ambos com direito a novas ilustrações do artista BINAU e com dois novos videoclips. Sob a chancela da editora criada pelos PÁS, a Exotic Underground




"Trippin' Like Johnny" 
Official Video by Pás de Problème

 


EHLIU LANÇA NOVO SINGLE, "VIRA-LATA"

 

O calendário diz-nos que o Verão chegou, contudo facilmente constatamos que tal não passa de uma miragem. A razão? É simples: faltava o novo single do Ehliu! O artista algarvio, de raízes cabo-verdianas e angolanas, edita agora “Vira-Lata”, novo tema de ritmos quentes e latinos, que promete fazer subir a temperatura!

 

Recorde-se que Ehliu estreou-se com “Bailando tu y eu”, seguindo-se “Me Toca Lá”, dois singles poderosos que colocaram as pistas de dança em chamas. Em “Vira-Lata” repete-se a fórmula certeira: boa energia, voz quente e a sonoridade que nos remete para o Afrobeat. “Vira-Lata” já está disponível nas principais plataformas digitais como o Spotify, Amazon, Google Play ou Deezer.

O Rock que liga as Caldas ao Cazaquistão - Cave Story e Sharapat com "Bas Batyrlar Alga!"

Cave Story + Sharapat
Bas, Batyrlar, Alga!

 

Colaboração entre os Cave Story e os Sharapat aproxima a linguagem do rock entre Portugal e o Cazaquistão. É mais um single para o projecto T(h)ree, que tem reunido projectos nacionais com músicos asiáticos. 

T(H)REE - A MUSICAL JOURNNEY FROM PORTUGAL TO ASIA

Depois da colaboração dos Clã com Mangka ter inspirado um vídeo com imagens de Portugal e da Índia e da aventura dos Holly Nothing com Muhaisnah Four, dos Emiratos Àrabes Unidos, ter sido integralmente feita com imagens gravadas em Portugal, chega agora o rock dos Cave Story associado aos Sharapat (projecto do Cazaquistão), ilustrado com imagens daquele país transcontinental, tratadas por Daniel Rondulha.

 

O projecto T(H)REE tem registado, ao logo da última década, colaborações entre artistas nacionais e asiáticos. Nos seus três primeiros volumes desafiou músicos de Hong Kong, Macau, Filipinas, Singapura, Japão e Coreia do Sul a juntarem-se a nomes nacionais como Norberto Lobo, Pop Dell'Arte, Lula Pena, Carlos Zingaro, Mão Morta, Noiserv, Filho da Mãe, Tó Trips, Ermo, Best Youth ou Moullinex.  

Coordenados por David Valentim, apoiados parcialmente pela Fundação Oriente e com os lucros a reverter para a Associação Make a Wish, os tomos de exploração e colaborações entre Portugal e a Asia cresceram de três para seis, com os lançamentos dos volumes 4, 5 e 6 de uma só vez, editados pela leiriense Omnichord Records.
Desta vez desafiaram-se músicos de Bahrein, Emiratos Árabes Unidos, Cazaquistão, Uzbequistão, índia e Sri Lanka  para se juntarem a nomes como Clã, Surma, Holly Nothing, Peixe, First Breath After Coma, Cave Story, Joana Gama, Old Jerusalem, Duarte, Pista, Basset Hounds, Birds Are Indie ou André Barros.