Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Magia para miúdos e graúdos, música e gaming num março muito vegan

image002.jpg

 

O Espaço de Restauração do MAR Shopping Matosinhos volta a dar palco a novas experiências de cultura e lazer. A programação gratuita estende-se até maio e, em março, juntará vários ingredientes numa receita que resultará saborosa e cheia de momentos de diversão. A magia virá em dose dupla a pensar em pequenos e graúdos – as crianças vão poder usufruir de um workshop enquanto os mais velhos terão o espetáculo de Ruben Félix numa noite de ilusionismo. O concerto dos Cassette, um workshop sobre alimentação vegan e uma tarde de gaming “Clash Royale” completam a agenda de mais um mês em que os bons momentos constituem o ingrediente que irá enriquecer as refeições de todos.

 

Os primeiros sábados de cada mês são dedicados aos mais novos. Um workshop de magia orientado pela Escola de Magia do Porto dará mais cor à tarde de 2 de março, a partir das 15h00.

 

As segundas e quartas sextas-feiras à noite do mês estão, por sua vez, reservadas aos fãs de música e ilusionismo. Performances de novas gerações de músicos e mágicos dão o lamiré para o fim-de-semana. Cassette é a banda que comporá a banda sonora da noite de 8 de março. Na magia, o cartaz prossegue na sexta-feira, 22 de março, com um espetáculo de Ruben Félix. Todas as performances musicais e de ilusionismo têm início às 21h00.

 

A gastronomia não podia faltar num programa como o MAR Shopping Food Experience em que as experiências culturais e de lazer se fundem com as maravilhosas sensações do palato. No sábado 16 de março, às 15h00, Regina Lima, do blog “Nutree”, orientará um workshop sobre nutrição vegan.

 

Uma das novidades deste ano são os eventos de gaming, uma das grandes tendências do momento, com milhares de fãs. No dia 29 de março, a partir das 15h00, o palco interior do Espaço de Restauração transformar-se numa arena digital em mood lounge para receber um minitorneio de “Clash Royale”.

 

A receita para experiências deliciosas está no MAR Shopping Matosinhos entre fevereiro e maio. A diversão é o prato principal que as famílias irão querer provar e chorar por mais!

 

PROGRAMAÇÃO

Espaço de Restauração, Piso 1

 

Dia

Hora

Programa

MARÇO

Sábado, 2

15h00

Workshop de magia com a Escola de Magia do Porto

Sexta, 8

21h00

Concerto de Cassette

Sábado, 16

15h00

Workshop sobre Nutrição Vegan com Regina Lima, autora do blog “Nutree” i

Sexta, 22

21h00

Espetáculo de magia de Ruben Félix

Sexta, 29

A partir das 15h00

Gaming com “Clash Royale” ii

ABRIL

Sábado, 6

15h00

Teatro Infantil: “Os 3 Porquinhos”

Sexta, 12

21h00

Concerto de Soulbossa

Sábado, 20

15h00

Workshop sobre decoração DIY com Mafalda Galamas, autora do blog “Decoralista” i

Sexta, 26

21h00

Espetáculo de magia de João Souto

MAIO

Sábado, 4

15h00

Teatro infantil “João e o Pé de Feijão”

Sábado, 10

21h00

Concerto de We Find You

Sábado, 18

15h00

Showcooking com Olívia Fagundes Rocha, autora do blog “Alquimia dos Tachos” ii

Sexta, 24

21h00

Espetáculo de magia de Nuno Rodrigues

Sexta, 31

A partir das 15h00

Gaming com “Clash Royale” ii

 

 

Notas:

i Sessões Limitadas a 20 participantes (por ordem de chegada)

ii Os regulamentos de participação nos showcookings e nos eventos de gaming serão disponibilizados no website www.marshopping.com brevemente.

(Matosinhos): Os "Dominguinhos" de março vivem-se em folia

image002.jpg

 

O Carnaval é uma das festas mais aguardadas pelos mais pequenos. Música, dança, fantasias e serpentinas fazem a alegria dos mais novos, que vão querer vestir-se dos seus super-heróis preferidos pela milésima vez. Para facilitar o trabalho, os “Dominguinhos” de março convidam as crianças a criar a sua própria máscara, a mais original da família! Ao longo do mês, as brincadeiras planeadas para as manhãs de domingo do MAR Shopping Matosinhos contam ainda com um ateliê lúdico-pedagógico, um de educação ambiental e outro dedicado ao Dia do Pai, bem como com a habitual hora do conto. Um programa para viver em folia!

 

Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. Aos domingos, entre as 11h00 e as 12h30, no corredor de Moda Infantil do MAR Shopping Matosinhos, Piso 0, acontece um leque de atividades gratuitas de lazer, numa simbiose perfeita de momentos alegres e educativos.

 

As manhãs didáticas e diferentes querem-se sobretudo divertidas e em família. A Preguiça, a mascote dos “Dominguinhos”, também não fica em casa… Espera todos os domingos de manhã por mais uma brincadeira para partilhar com os seus amiguinhos!

 

PROGRAMAÇÃO DOMINGUINHOS MARÇO

Corredor Moda Infantil, piso 0

Domingos, 11h00-12h30

 

10 março | Ateliê Lúdico-pedagógico: À descoberta da Natureza

Construção de um jogo de tabuleiro, recorrendo a post its, que funcionarão como as "casas". Neles será anotado o comando a ser seguido pelos jogadores. O objetivo é chegar à última casa consoante os números do dado, passando pelos vários desafios, uns que permitem avançar e outros que originam retrocessos e paragens. Este domingo o jogo terá como tema a Natureza e tudo o que a rodeia. Será que sabes o que é uma Ginkgo Biloba?

 

17 março | Ateliê do Dia do Pai: Um retrato especial

Pintura sobre azulejo em que cada participante, recorrendo a tintas e pincéis, poderá desenhar o seu pai de forma criativa e até caricaturada.

 

24 março | Hora do Conto: A Menina Capuchinho do Séc. XXI

Todos conhecem a história do Capuchinho Vermelho, que ficou parada no tempo. Mas como seria se a menina saltasse do seu livro antigo para os dias de hoje? Desmaiava de espanto? Entusiasmava-se com o mundo atual? Encontraria algum lobo? Neste livro vamos descobrir o que teria acontecido.

 

31 março | Ateliê de Educação Ambiental: Pulseiras floridas

As crianças vão decorar uma pulseira de papel, feita à medida do seu pulso, usando as primeiras folhas, flores e pétalas naturais da primavera.

A vida são dois dias, mas o Carnaval, no MAR Shopping Matosinhos, são quatro

Pinturas faciais, modelagem de balões, ateliês e contos carnavalescos entre 2 e 5 de março

Cartaz Carnaval.png

 

Se “a vida são dois dias e o Carnaval três”, porque não esticar um pouco mais o tempo e dar cor a só mais um!? O Atrium do MAR Shopping Matosinhos veste-se a rigor para celebrar mais um Carnaval em folia, com uma programação gratuita eclética de atividades e animação. Pinturas faciais, modelagem de balões, ateliês e contos carnavalescos fazem a alegria dos mais novos ao longo de quatro dias, de 2 a 5 de março. Uma agenda diversificada e que conta com a participação dos pais para que a alegria seja sempre, mas sempre, partilhada.

 

É tão bom brincar ao faz-de-conta… E os miúdos lá de casa, claro, adoram! Quem tem meninas sabe o quão vaidosas são. Adoram ganchos, bandoletes, purpurinas e tudo o que tenha brilho. Já os rapazes, adeptos fanáticos de super-heróis, dão vida a personagens fantásticas, cheias de cor.

 

Foi a pensar nos pequenos foliões e nas suas fantasias preferidas, que o MAR Shopping Matosinhos preparou um leque de atividades imperdíveis para comemorar o Carnaval em família! Ateliês de pinturas faciais, modelagem de balões, contos carnavalescos e ateliês de slime, máscaras e instrumentos musicais, fazem das miniférias escolares um momento para recordar, com muita brincadeira e diversão à mistura! Os pais também podem participar, aproveitando a época do “faz de conta” para reviver memórias infantis, ou criar outras na companhia dos seus mais-que-tudo.

 

Um leque de atividades, que prometem ser palco de momentos de cumplicidade, criatividade, partilha e união familiar.

 

O horário das atividades pode ser consultado no Atrium, piso 0, local onde decorre a ação, ou no website: https://www.marshopping.com/pt-pt/matosinhos.

 

No MAR Shopping Matosinhos, o Carnaval é uma caixinha de surpresas…!

 

PROGRAMAÇÃO

Atrium, Piso 0

 

Dia

Hora

Programa

Sábado, 2

11h00

Ateliê de Pinturas Faciais

Modelagem balões

15h00

Ateliê de Slime

17h30

Conto Carnavalesco

18h00

Ateliê de Instrumentos musicais

 

 

Domingo, 3

11h00

Ateliê de Pinturas Faciais

 

Modelagem balões

15h00

Ateliê de Instrumentos musicais

17h30

Conto Carnavalesco

18h00

Ateliê de Máscaras

 

 

Segunda, 4

11h00

Ateliê de Pinturas Faciais

Modelagem balões

15h00

Ateliê de Slime

17h30

Conto Carnavalesco

18h00

Ateliê de Instrumentos musicais

 

 

Terça, 5

11h00

Ateliê de Pinturas Faciais

Modelagem balões

15h00

Ateliê de Máscaras

17h30

Conto Carnavalesco

18h00

Ateliê de Slime

Música em Matosinhos

QCM1.jpg

 

A música está de volta a Matosinhos. Arranca este sábado, 2 de março, pelas 17h30, mais uma edição do programa Música em Matosinhos, que há vários anos permite escutar algumas das melhores composições de todos os tempos em espaços formais e informais do concelho. O som inicial da temporada far-se-á ouvir na Capela das Sete Bicas, na Senhora da Hora, onde o Quarteto de Cordas de Matosinhos interpretará obras de Heitor Villa-Lobos, Luís Tinoco e Antonin Dvořák. A entrada é livre.

 

O recital arrancará com o “Quarteto de Cordas nº1”, composto pelo brasileiro Villa-Lobos em Nova Friburgo, no ano de 1915, com o subtítulo “Suíte Graciosa” e cuja partitura o compositor julgou perdida, reescrevendo em 1946 uma versão revista e aumentada. Ouvir-se-á depois o “Quarteto de Cordas” que o português Luís Tinoco escreveu oitenta anos depois e que venceu a primeira edição do Prémio de Composição Lopes‑Graça.

 

O concerto encerrará com “Americano”, uma peça de Antonin Dvořák que, tal como a composição de Tinoco, foi já interpretado pelo Quarteto de Cordas de Matosinhos no concerto que abriu a programação que a Casa da Música do Porto este ano dedica ao Novo Mundo. Também conhecido como “Quarteto de Cordas nº12, Op.96”, o “Americano” foi escrito em 1893, traduzindo as impressões que a vivência nos EUA suscitou no compositor checo, tornando esta conhecida partitura de música de câmara indissociável da célebre “Sinfonia do Novo Mundo”.

 

A programação da Música em Matosinhos continuará no dia 16 de março, com um concerto no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery que vai juntar o Quarteto de Codas de Matosinhos, Szucs Máté (primeira viola da Filarmónica de Berlim) e Péter Somodari (primeiro celo da Filarmónica de Viena).

 

O programa incluirá este ano, entre dos dias 4 de maio e 29 de junho, um ciclo de piano que vai reunir nomes como os de Mário Laginha, Pedro Burmester, Fausto Neves, Artur Pizarro, Luís Pipa, Marta Meneses ou Vasco Dantas (que amanhã à noite atua na Casa da Música do Porto). Os recitais deste ciclo vão acontecer na sala-estúdio do novo espaço da Orquestra Jazz de Matosinhos, na Real Vinícola, e o concerto de abertura juntará o Quarteto de Cordas de Matosinhos e o pianista Mário Laginha, que compôs para esta ocasião a peça “Quinteto para estes tempos”, o qual será escutado em Matosinhos em estreia absoluta.

 

A Música em Matosinhos, programa de música erudita da Câmara Municipal de Matosinhos, acontece há mais de uma década e volta este ano a incluir um conjunto de recitais do Quarteto de Cordas de Matosinhos nas igrejas do concelho, com o objetivo de descentralizar e democratizar o acesso e a fruição da música clássica. “Constituindo já uma referência no panorama nacional, o programa Música em Matosinhos volta este ano a convocar alguns dos mais importantes músicos nacionais, levando a música ao teatro, às igrejas e ao belíssimo espaço do antigo quarteirão da Real Vinícola, que a Câmara Municipal de Matosinhos reabilitou e devolveu à fruição dos matosinhenses.”, sublinha a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro.

 

MATEMÁTICA: A DISCIPLINA PREFERIDA! PODEM CRER!

Os “Dominguinhos” de 24 de fevereiro trazem brincadeiras com números e operações

 

 

image005.jpg

 

Números e mais números: as somas, subtrações, multiplicações e divisões são parte integrante dos nossos dias e, por muito complexos que às vezes possam parecer, não precisam de ser um “bicho de sete cabeças”. Para transmitir às crianças o gosto pela matemática e a sua importância, os “Dominguinhos” propõem brincar com os números: na manhã de 24 de fevereiro, as crianças vão entender as operações com facilidade e ganhar o gosto pelas matemáticas. No MAR Shopping Algarve vai ouvir-se cantarolar: “um mais um: dois; dois vezes dois: quatro; cinco menos três: dois!”.

 

A programação dos “Dominguinhos” é semanal, com iniciativas gratuitas para preencher as manhãs de domingo das crianças que visitem a zona infantil interior do MAR Shopping Algarve, no piso 0, entre as 11h00 e as 12h00. Uma hora sempre diferente e mágica com espaço para a brincadeira e experiências pedagógicas, proporcionando momentos que as crianças vão recordar com entusiasmo, podendo repetir a experiência todos os domingos, ao longo do ano.

(Matosinhos) Shiu! Não acordem a minhoca! Ela mora nos "Dominguinhos"

“Dominguinhos” de 24 de fevereiro trazem ateliê de educação ambiental

image002.jpg

 

A educação ambiental ganha terreno nos “Dominguinhos” de 24 de fevereiro, onde o objetivo é recriar subsolo. Num frasco, colocar-se-ão camadas intercaladas de terra e areia e folhas no topo, que irão dar lugar às “inquilinas” da casa – as minhocas. As crianças poderão observar este bicho a instalar-se e a escavar túneis e, assim, perceber o papel de cada ser na natureza.

 

Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. Aos domingos, entre as 11h00 e as 12h30, no corredor de Moda Infantil do MAR Shopping Matosinhos, Piso 0, acontece um leque de atividades gratuitas de lazer, numa simbiose perfeita de momentos alegres e educativos.

 

As manhãs didáticas e diferentes querem-se sobretudo divertidas e em família. A Preguiça, a mascote dos “Dominguinhos”, também não fica em casa… Espera todos os domingos de manhã por mais uma brincadeira para partilhar com os seus amiguinhos!

(Matosinhos) "Dominguinhos": A que sabe a Lua?

“Dominguinhos” de 17 de fevereiro trazem hora do conto

image002.jpg

 

 

 

Há já muito tempo que os animais desejavam averiguar a que sabia a Lua. Seria doce ou salgada? À noite, olhavam ansiosos para o céu. Esticavam-se e estendiam os pescoços, as pernas e os braços, tentando alcançá-la. Mas, por mais que se esticassem, não eram capazes de lhe tocar. Então, a tartaruga teve uma ideia genial, que será desvendada na hora do conto que nos traz os “Dominguinhos” de 17 de fevereiro. Veiculando valores intemporais como a capacidade de sonhar e o elogio à entreajuda, a narrativa de Michael Grejniec (Kalandraka, 2003) faz com que os laços de solidariedade saiam reforçados.  

 

Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. Aos domingos, entre as 11h00 e as 12h30, no corredor de Moda Infantil do MAR Shopping Matosinhos, Piso 0, acontece um leque de atividades gratuitas de lazer, numa simbiose perfeita de momentos alegres e educativos.

 

As manhãs didáticas e diferentes querem-se sobretudo divertidas e em família. A Preguiça, a mascote dos “Dominguinhos”, também não fica em casa… Espera todos os domingos de manhã por mais uma brincadeira para partilhar com os seus amiguinhos!

NI Exposição "De Outro Modo"

Exposição volta a juntar Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio

Centeno.jpg

 

 

Programação de 2019 da Galeria Municipal de Matosinhos arranca com exposição evocativa de coletivo artístico das décadas de 1960/70. Este ano vão ainda passar pela Galeria Municipal de Matosinhos obras de José Pedro Croft, dos surrealistas Eurico Gonçalves e Cruzeiro Seixas, bem como a primeira edição da Porto Design Bienalle.

 

 

Os artistas plásticos Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio iniciaram o seu percurso artístico nos anos 1960, na prestigiada Galeria Alvarez, no Porto, então dirigida pelo pintor Jaime Isidoro. Meio século depois, o percurso deste coletivo artístico vai ser revisitado na exposição “De Outro Modo”, que abre as portas no sábado, 2 de fevereiro, na Galeria Municipal de Matosinhos. A entrada é livre.

 

Considerada pelo crítico Bernardo Pinto de Almeida, que assina a curadoria e o texto do catálogo da mostra, como um importante contributo para a história – «que continua, em boa parte, por fazer» – da arte portuguesa na segunda metade do século XX, “De Outro Modo” procura dar a conhecer a memória de um percurso biográfico e de intervenção artística, cultural e social, aliado a uma permanente procura de expressão artística pessoal dos três autores. A exposição testemunha, assim, o programa criativo pessoal que revela os novos sentidos e as novas propostas de criação artística que os três artistas hoje desenvolvem.

 

A primeira exposição de 2019 da Galeria Municipal de Matosinhos, que estará patente até 16 de março, parte da intensa e contínua atividade de produção e intervenção artística de Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio, centrando-se nos projetos desenvolvidos entre 1969 e 1975 e no percurso coletivo realizado naquele período, implicado, solidário e fortemente enraizado no seu tempo histórico e nos movimentos artísticos, culturais e sociais que assinalavam e prenunciavam as profundas mudanças em curso no país.

 

“De Outro Modo” reúne, refira-se, obras realizadas por Sobral Centeno nos anos 1960 e 1970, novas figurações das obras de Sá Coutinho e, no caso de Manuel Porfírio, obras atuais que retomam as pesquisas visuais de há meio século.

 

«O trabalho dos três, visto de novo em conjunto, mas agora à distância do tempo, esclarece-nos grandemente não apenas da sua própria virtude e maturidade, apesar da juventude dos três artistas à época, tanto como de um clima experimental que se vivia então», escreve Bernardo Pinto de Almeida no texto do catálogo da exposição. «Que reapareçam, agora, reagrupados, lembrando justamente o que fizeram através de obras que felizmente foram conservadas, é ato de elementar justiça histórica», acrescenta.

 

Este ano vão ainda passar pela Galeria Municipal de Matosinhos exposições de José Pedro Croft, dos surrealistas Eurico Gonçalves e Cruzeiro Seixas e da primeira edição da Porto Design Bienalle, organizada pelas câmaras municipais de Matosinhos e do Porto. A galeria tem, recorde-se, desenvolvido um intenso programa expositivo desde a sua criação em 2005, tendo apresentado nos últimos anos exposições de artistas tão relevantes como Júlio Pomar, Júlio Resende, Fernando Lanhas, Jorge Pinheiro, Julião Sarmento, Alberto Carneiro, Ângelo de Sousa, Ruy Anahory, José Emídio, Alberto Péssimo, Joana Rêgo, Zulmiro de Carvalho, Alfredo Cunha, Luís Ferreira Alves ou Álvaro Siza Vieira.

 

 

GALERIA MUNICIPAL

“De Outro Modo”

Sobral Centeno, Sá Coutinho, Manuel Porfírio

Curadoria Bernardo Pinto de Almeida

2 de fevereiro a 16 de março de 2019

Inauguração 2 de fevereiro, às 17h00

Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Sábados, domingos e feriados, das 15h00 às 18h00.

NI Exposição "De Outro Modo"

Exposição volta a juntar Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio

Centeno.jpg.png

 

 

Programação de 2019 da Galeria Municipal de Matosinhos arranca com exposição evocativa de coletivo artístico das décadas de 1960/70. Este ano vão ainda passar pela Galeria Municipal de Matosinhos obras de José Pedro Croft, dos surrealistas Eurico Gonçalves e Cruzeiro Seixas, bem como a primeira edição da Porto Design Bienalle.

 

 

Os artistas plásticos Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio iniciaram o seu percurso artístico nos anos 1960, na prestigiada Galeria Alvarez, no Porto, então dirigida pelo pintor Jaime Isidoro. Meio século depois, o percurso deste coletivo artístico vai ser revisitado na exposição “De Outro Modo”, que abre as portas no sábado, 2 de fevereiro, na Galeria Municipal de Matosinhos. A entrada é livre.

 

Considerada pelo crítico Bernardo Pinto de Almeida, que assina a curadoria e o texto do catálogo da mostra, como um importante contributo para a história – «que continua, em boa parte, por fazer» – da arte portuguesa na segunda metade do século XX, “De Outro Modo” procura dar a conhecer a memória de um percurso biográfico e de intervenção artística, cultural e social, aliado a uma permanente procura de expressão artística pessoal dos três autores. A exposição testemunha, assim, o programa criativo pessoal que revela os novos sentidos e as novas propostas de criação artística que os três artistas hoje desenvolvem.

 

A primeira exposição de 2019 da Galeria Municipal de Matosinhos, que estará patente até 16 de março, parte da intensa e contínua atividade de produção e intervenção artística de Sobral Centeno, Sá Coutinho e Manuel Porfírio, centrando-se nos projetos desenvolvidos entre 1969 e 1975 e no percurso coletivo realizado naquele período, implicado, solidário e fortemente enraizado no seu tempo histórico e nos movimentos artísticos, culturais e sociais que assinalavam e prenunciavam as profundas mudanças em curso no país.

 

“De Outro Modo” reúne, refira-se, obras realizadas por Sobral Centeno nos anos 1960 e 1970, novas figurações das obras de Sá Coutinho e, no caso de Manuel Porfírio, obras atuais que retomam as pesquisas visuais de há meio século.

 

«O trabalho dos três, visto de novo em conjunto, mas agora à distância do tempo, esclarece-nos grandemente não apenas da sua própria virtude e maturidade, apesar da juventude dos três artistas à época, tanto como de um clima experimental que se vivia então», escreve Bernardo Pinto de Almeida no texto do catálogo da exposição. «Que reapareçam, agora, reagrupados, lembrando justamente o que fizeram através de obras que felizmente foram conservadas, é ato de elementar justiça histórica», acrescenta.

 

Este ano vão ainda passar pela Galeria Municipal de Matosinhos exposições de José Pedro Croft, dos surrealistas Eurico Gonçalves e Cruzeiro Seixas e da primeira edição da Porto Design Bienalle, organizada pelas câmaras municipais de Matosinhos e do Porto. A galeria tem, recorde-se, desenvolvido um intenso programa expositivo desde a sua criação em 2005, tendo apresentado nos últimos anos exposições de artistas tão relevantes como Júlio Pomar, Júlio Resende, Fernando Lanhas, Jorge Pinheiro, Julião Sarmento, Alberto Carneiro, Ângelo de Sousa, Ruy Anahory, José Emídio, Alberto Péssimo, Joana Rêgo, Zulmiro de Carvalho, Alfredo Cunha, Luís Ferreira Alves ou Álvaro Siza Vieira.

 

 

GALERIA MUNICIPAL

“De Outro Modo”

Sobral Centeno, Sá Coutinho, Manuel Porfírio

Curadoria Bernardo Pinto de Almeida

2 de fevereiro a 16 de março de 2019

Inauguração 2 de fevereiro, às 17h00

Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Sábados, domingos e feriados, das 15h00 às 18h00.

Apresentação do livro “Matter of Space. Città e architettura in Paulo Mendes da Rocha” de Carlo Gandolfi / 9 fevereiro, sábado, às 17h00, Casa da Arquitectura

matter_of_space_CA_02_2019_facebook_post.jpg

 

O livro Matter of Space. Città e architettura in Paulo Mendes da Rocha” de Carlo Gandolfi é apresentado no próximo dia 9, sábado, às 17h00, na Biblioteca da Casa da Arquitectura (CA) - Centro Português de Arquitectura, em Matosinhos.

Após a apresentação da obra, o autor estará à conversa com André Tavares e Nuno Sampaio. 

Entrada Livre sujeita à lotação da sala (50 lugares). Levantamento de bilhete 30 minutos antes na Bilheteira da CA.