Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

O futuro do cinema em Portugal retratado na FNAC Colombo - 27 de março

João Canijo, Paulo Viveiros, Margarida Cardoso e José Vieira Mendes falam sobre o “Cinema em Portugal” na FNAC Colombo, dia 27 de março às 18h30

 

O futuro do cinema em Portugal retratado na FNAC Colombo, a propósito da primeira edição do concurso Novo Talento FNAC Cinema

 

O “Cinema em Portugal” é o mote para o debate, organizado pela FNAC, que reúne alguns dos grandes nomes da sétima arte em Portugal, no Fórum da FNAC Colombo, amanhã, dia 27 de março, pelas 18h30. 

 

O realizador João Canijo, autor do filme premiado internacionalmente “Sangue do meu Sangue” e do mais recente “Fátima”; o diretor do curso de Animação Digital da Universidade Lusófona de Lisboa, Paulo Viveiros; a realizadora Margarida Cardoso, que na sua obra se destaca pelos filmes “Yvone Kane” e “A Costa dos Murmúrios” juntam-se ao editor-chefe da revista especializada Magazine HD, José Vieira Mendes, para uma conversa informal sobre o panorama cinematográfico em Portugal.

 

Os intervenientes da mesa redonda, alguns deles júris do programa Novos Talentos FNAC Cinema, vão abordar as suas histórias, os seus percursos e fazer um retrato de uma arte que cativa centenas de jovens em Portugal.

 

A mesa redonda aberta à discussão do público surge no âmbito do programa Novos Talentos FNAC e a propósito da primeira edição a concurso na área do cinema, que distingue as melhores curtas metragens, com a duração máxima de oito minutos. As inscrições estão abertas até dia 9 de abril. Para mais informações, consulte: https://www.fnac.pt/novostalentos

 

Sessão teórica – “É favor tocar! Uma história sobre o corpo, o espectador e a galeria”

CONVITE / INFORMAÇÃO DE AGENDA

 

13 de Maio de 2011

16h-18h

Who Galeria

Rua Luz Soriano, 71

Bairro Alto


 

Formador:
Filipe Pais

 

Talvez os primeiros registos deste tipo de manifestação artística tenham chegado ao público através de algumas peças menos conhecidas de Marcel Duchamp no início do século e talvez este, juntamente com as práticas de arte participativa dos anos 60 terão eventualmente influenciado o pensamento e as práticas de alguns artistas que na mesma década começaram a utilizar o vídeo em circuito fechado para criar situações interactivas em que o espectador se tornou activo e reactivo, não apenas num sentido psicológico mas também através de acção e movimento cultural. Esta sessão teórica analisará de uma perspectiva essencialmente histórica as manifestações artísticas interactivas medidas por tecnologia que começaram a surgir a partir dos anos 60.

 

13 de Maio

18h-20h

Who Galeria

Rua Luz Soriano, 71

Bairro Alto

 

Mesa redonda – “Arte, ciência e tecnologia: do estúdio ao laboratório”

Moderador: Filipe Pais

A discussão entre arte e ciência já não é tema recente no entanto, nas últimas décadas a sinergia entre estes dois mundos tem sido registada activamente no discurso artístico contemporâneo através de residências artísticas, exposições e colóquios. A discussão procura reflectir sobre as interacções, processos internos e metodologias utilizadas e partilhadas entre cientistas e artistas.

 

A Samsung e a WHO Galeria promovem a Agenda SIM – um conjunto de workshops, mesas redondas e sessões teóricas que, contam com diversas personalidades ligadas à indústria criativa e que irão demonstrar a importância do SIM no desenvolvimento de projectos inovadores.

 

A Agenda SIM, insere-se no SIM: Movimento pela Criatividade em Portugal by Samsung, um movimento, apresentado no dia 3 de Maio, no Teatro do Bairro, que visa promover e envolver a sociedade no apoio à criatividade em Portugal. Sendo este um sector vital para a economia portuguesa, o SIM surge como um impulsionador da forma como a tecnologia e a criatividade se podem aliar na dinamização de projectos nacionais.

 

Estes workshops surgem pois, após quase meio século de produção artística utilizando meios como o computador e outras tecnologias recentes, as artes digitais ainda se apresentam numa condição de fragilidade face ao mundo da arte contemporânea.
Desta forma pretende-se situar e discutir o trabalho de uma comunidade artística nacional invisível que se vai timidamente manifestando.

 

A discussão reunirá diversos artistas, cientistas, teóricos e outros actores nacionais procura essencialmente reflectir sobre as formas de produção
individuais e colectivas, sobre o lugar da arte digital na galeria, a sua conversão e finalmente sobre o seu aspecto mercantil.

 

O SIM - Movimento pela Criatividade em Portugal by Samsung vai apoiar e desenvolver um conjunto de outras acções e projectos ao longo do ano. Com uma agenda repleta de novidades, em www.movimentosim.com todos poderão estar sempre a par das várias acções que irão decorrer ao longo do
ano.

 

Caso necessite de mais alguma informação não hesite em contactar-me.

 

 

Reunião Nacional do Projecto Europeana Local

Inscrições abertas até 14 de Maio

 

20 de Maio

 

13h30-17h30

 

  

 

Antigo Solar da Nora

 

Estrada de Telheiras
Lisboa

 


blx.cm-lisboa.pt
bib.oribeiro@cm-lisboa.pt

 

 

 

 

 

 

Mesa redonda com a participação de Elísio Summavielle, Secretário de Estado da Cultura; Pedro Veiga, Presidente do Conselho Executivo da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN); Eloy Rodrigues, Director dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho; José Borbinha, Professor no Instituto Superior Técnico e Investigador do Grupo de Sistemas de Informação do INESC-ID.

 

www.europeanalocal.eu

 

 

Informações Úteis: Organização: Fundação Museu Nacional Ferroviário
T: 211 025 277, 913 646 641
A participação é gratuita, mediante inscrição prévia, para o endereço: europeanalocal@fmnf.pt