Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Vale da Amoreira: Oficina Som, Ritmo e Movimento no CEA

 

O Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, recebe, no dia 27 de março, das 17:30h às 19:30h, a Oficina Som, Ritmo e Movimento, com Bruna de Carvalho, dirigida a maiores de 12 anos.

Nesta oficina, será trabalhado o cruzamento entre disciplinas, partindo da relação entre som, ritmo e movimento, em exercícios individuais e coletivos de expressão livre.

As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas até 20 de março, através do email cea@mail.cm-moita.pt

Sábados a Ler em Família nas bibliotecas municipais do concelho da Moita

As Bibliotecas Municipais do Concelho da Moita recebem regularmente a iniciativa “Sábados a Ler em Família”. Dirigida a crianças a partir dos três anos e respetivas famílias, esta iniciativa visa proporcionar uma aproximação às bibliotecas e ao livro, promovendo hábitos permanentes de leitura, além de despertar o gosto pelo prazer da leitura em voz alta e criar um ambiente de partilha entre pais/educadores e as crianças.

A programação de março é a seguinte:

 

14 de março | 16:00h | Biblioteca Municipal da Baixa da Banheira

“O Estranho”, de Kjell Ringi

sábados a ler em familia o estranho.jpg

 

Um rei e o seu povo vivem em paz até ao dia em que a chegada de um estranho deixa o país numa grande agitação. Uma pequena história repleta de grandes temas que celebra o triunfo da aceitação e da empatia sobre a ignorância e o preconceito.

 

21 de março | 15:00h | Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, Moita      

“Contos do Foi Assim”, de Rudyard Kipling e Elli Woollard, com adaptação de Marta Altés

sabados a ler em familia Contos do Foi Assim.jpg

 

“Aqui se conta como a enorme baleia,

Com uma boca tão grande que não fazem ideia,

Ficou com a garganta de tal maneira estreitinha

Que agora não engole nem uma criança magrinha.”

Estas e outras perguntas sobre caraterísticas de animais serviram de mote para Rudyard Kipling criar os “Contos do Foi Assim”, uma obra com histórias bem-humoradas que se tornou num clássico da literatura infantojuvenil.

Neste livro, são apresentadas algumas das mais brilhantes histórias desta obra, com novas ilustrações e recontadas em verso, numa combinação perfeita entre imaginação prodigiosa, talento de escrita e deslumbrantes ilustrações da premiada Marta Altés.

Mediante inscrição prévia presencialmente na Biblioteca ou através do T: 210817040

 

28 de março | 15:30h | Biblioteca Municipal de Alhos Vedros

“A Árvore Generosa”, de Shel Silverstein

sábados a ler em familia arvore generosa.jpg

 

Era uma vez uma árvore que amava um menino. Todos os dias o menino vinhae brincava nos seus ramos. Mas o tempo passou e a árvore ficava muitas vezes sozinha. Ainda assim, a árvore continuava a amá-lo! Uma narrativa pautada pela ternura, onde o autor fala da relação entre o homem e a natureza.

Após a leitura da história, as tintas e pincéis darão vida a dezenas de árvores ilustradas e sentidas pelos nossos pequenos ouvintes.

 

Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira: Ciclo BoCA na Moita

BoCA_logo_1_cor-01.jpg.png

 

A BoCA, Bienal de Artes Contemporâneas, que tem lugar em Lisboa e no Porto, renova a sua ligação ao Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, com mais um ciclo de extensão que decorre de 3 a 31 de março.

 

BoCA na Moita apresenta três atividades de participação gratuita:

 

3 a 31 de março

“1+1=1”, de Horácio Frutuoso, artista residente BoCA no biénio 2019-2020: Intervenção plástica no átrio do CEA

Para público em geral

 

5 de março / 10:30h

Encontro com escolas: “O que é isso das artes contemporâneas?", com John Romão, Horácio Frutuoso e Carolina Trigueiros

 

7 de março / 14:30h às 18:30h

Oficina de Movimento e Dança com Jonas & Lander “Polvo Inteiro”

Para público em geral

Inscrições gratuitas, até 5 de março, através do email cea@mail.cm-moita.pt

Em Polvo Inteiro é proposto um conjunto de práticas que estudam e desenvolvem o potencial do performer / bailarino por inteiro, onde voz, respiração e expressão facial são integradas na dança. São desenvolvidas práticas de coesão de grupo, onde é criado um terreno fértil para a exploração emocional e corporal. 

O que se recolhe no final assemelha-se ao caminho de um "performer polvo" consciente de cada tentáculo, tinta, forma e cor que pode adquirir e/ou utilizar.       

 

A Bienal, com direção artística do encenador, ator e programador John Romão, reúne artistas das artes visuais, artes cénicas, performance e música e tem lugar em espaços culturais diferentes, como teatros, museus, galerias, mas também discotecas e espaços públicos. Mais informações sobre a BoCA (que conta com o com apoio financeiro da Direção-Geral das Artes) podem ser obtidas em www.bocabienal.org

Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira: Oficina de Expressão Corporal nas Férias da Páscoa

Oficina de expressão corporal nas férias da Pás

 

 

 

O Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, recebe, de 30 de março a 3 de abril, das 14:30h às 17:30h, a Oficina de Expressão Corporal nas Férias da Páscoa, dinamizada por Yana Suslovets e dirigida a crianças dos seis aos 10 anos. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas até 20 de março através do email cea@mail.cm-moita.pt

 

Nesta oficina, será abordado o domínio do corpo como uma ferramenta de expressão e interação com o espaço e os outros, partindo de exercícios de composição com diferentes estímulos e temáticas. Com base em jogos de grupo e exploração da criatividade individual, será introduzida a musicalidade e ritmo no processo de reconhecimento do corpo através do movimento. Pretende-se desenvolver a expressão singular de cada um, num encontro coletivo aberto à liberdade de pensamento e à experimentação.

 

Alhos Vedros: “Arte no FAVO – Fotografia” de 6 a 15 de março

 

 

O Espaço FAVO – Fábrica de Artes Visuais e Ofícios, em Alhos Vedros, recebe, de 6 a 15 de março, uma edição de Arte no FAVO dedicada à fotografia. A inauguração da mostra está marcada para o dia 6 de março, às 21:30h, podendo ser visitada de segunda a quinta-feira, das 17:00h às 19:00h, sexta-feira, das 19:00h às 21:00h, e sábados e domingos, das 15:00h às 19:00h.

 

O Arte no FAVO é uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal da Moita, em parceria com o Grupo de Trabalho de Autores Locais, que permite dar a conhecer o trabalho dos artistas plásticos e a diversidade de saberes e ofícios do Município da Moita, possibilitando ainda a proximidade da comunidade às artes plásticas, através da fruição e da prática artística.

Nesta terceira edição do Arte no FAVO, dedicada à fotografia, participam na exposição coletiva os seguintes autores convidados: João Carlos Ramos, João Pedro Figueiredo, Joaquim Gomes, José Augusto Nascimento, José Estiveira, Paulo Bolinhas, Raul Costa e Vitor Vargas.

No âmbito do Arte no FAVO, decorre, no dia 8 de março, às 10:00h, uma Tertúlia Fotográfica com os autores convidados, e, no dia 15 de março, das 10:00h às 12:00h, um Passeio Fotográfico por Alhos Vedros. Ambas as iniciativas são dirigidas ao público em geral.

Baixa da Banheira: Teatro infantil “Arqueologia Sentimental” no Fórum Cultural

Baixa da Banheira

Teatro infantil “Arqueologia Sentimental” no Fórum Cultural

arqueologia_sentimental_1_1024_2500.jpg

 

No âmbito do projeto municipal “De Pequenote”, o Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe, no dia 8 de março, pelas 16:00h, o teatro “Arqueologia Sentimental”, por Vera Alvelos.

 

A arqueologia é a arte de descobrir e ler os objetos antigos. Nesta história, atores e público vão ao encontro de uma aldeia abandonada onde não resta nada senão terra e objetos. O que aconteceu ali? Para onde foram as pessoas? Que histórias contam os objetos encontrados? Poderá a arqueologia ajudar a descobrir?

Neste espetáculo intimista e interativo, são percorridos os passos da arqueologia: desenterrar objetos, limpá-los, dispô-los e observá-los com a máxima atenção. Com a ajuda do jovem público serão intuídas as histórias que este universo tem para contar, aprendendo a técnica da arqueologia sentimental, ciência criativa e afetiva que junta o real ao imaginário.

 

Criação, interpretação e cenário: Vera Alvelos | Paisagem sonora: Rui Lucena

 

Dirigida a famílias e crianças dos três aos oito anos, esta peça tem entrada gratuita mediante inscrição prévia (lotação: 20 crianças e acompanhantes - um no palco, e restantes na plateia).

 

Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Município de Pasaia visita concelho da Moita este fim-de-semana

 

Ancoradouro da Moita.jpg

 

Uma comitiva do Município de Pasaia (País Basco), que integra a Alcaldesa Izaskun Gómez e outros representantes municipais, vai visitar o concelho da Moita nos dias 6, 7 e 8 de março, ocasião em que será assinado um protocolo de parceria no âmbito da preservação da construção naval tradicional e inaugurada a exposição permanente de painéis interpretativos localizada junto ao Cais da Moita.

Recorde-se que, na sequência da participação da Associação Basca Albaola e de representantes do Município de Pasaia no IV Encontro de Culturas Ribeirinhas, realizado em outubro, no concelho da Moita, a Câmara Municipal da Moita foi convidada a visitar aquela localidade basca e a conhecer o importante trabalho ali realizado na preservação do património naval, bem como o trabalho preparatório do Festival Marítimo de Pasaia que, em 2020, terá Portugal como país convidado. No âmbito da parceria entre os dois municípios, o concelho da Moita será o convidado português no Festival Marítimo de Pasaia.

 

A Câmara Municipal da Moita convida esse órgão de comunicação a estar presente na Assinatura do Protocolo entre os Municípios da Moita e Pasaia, no dia 7 de março, às 10:30h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na Moita, seguida da inauguração dos Painéis Interpretativos do Cais da Moita e visita ao ancoradouro.

Maré Cheia de março já disponível

capa maré cheia.jpg

 

 

 

A Bienal de Artes Contemporâneas - Ciclo BoCA na Moita, que decorre de 3 a 31 de março, no Centro de Experimentação Artística, é o tema da rubrica “Aqui tão Perto” da Agenda de Eventos “Maré Cheia”, de março.

BoCA na Moitaapresenta três atividades de participação gratuita: uma oficina de dança com Jonas & Lander, uma intervenção plástica de Horácio Frutuoso e um encontro/conversa sobre artes contemporâneas, destinado ao público escolar.

A agenda Maré Cheia, que pode ser consultada em www.cm-moita.pt, em suporte digital ou nos locais habituais, em papel, sugere, no “Vai Acontecer…”, diversas atividades em vários locais do concelho. De salientar, nesta rubrica, o Contracena – Mostra de Teatro, 17 a 27 de março, e a Quinzena da Juventude, de 21 de março a 5 de abril.

Se preferir ficar em casa, opte por uma das sugestões das “Cumplicidades”: um livro, um projeto musical, um site e um filme.

Na rubrica “Sabores & Saberes”, a “Maré Cheia” apresenta uma nova alternativa para os almoços durante os dias de semana: "A Oficina – Restaurante de Aplicação", localizado na Escola Técnica Profissional da Moita.

As “Sevilhanas”, uma dança muito apreciada no concelho da Moita, é o tema, este mês, no que respeita às modalidades que pode praticar no Movimento Associativo.

Se pretende receber a Maré Cheia em sua casa, todos os meses, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt.

“Sábados a Ler em Família” nas bibliotecas municipais do concelho da Moita

 

 

 

As Bibliotecas Municipais do Concelho da Moita recebem regularmente a iniciativa “Sábados a Ler em Família”, dirigida a crianças a partir dos três anos e famílias. Promover uma aproximação com as bibliotecas e o livro e hábitos permanentes de leitura são objetivos do “Sábados a Ler em Família” que, no mês de fevereiro, tem o seguinte programa:

 

1 de fevereiro / 16:00h

“Escondidas”, de Anthony Browne

sabados a ler em familia escondidas.jpg.png

 

 

Biblioteca Municipal da Baixa Da Banheira

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia na biblioteca ou através do T: 210888902

 

15 de fevereiro / 15:30h

“Por Favor Leonor!”, de Frieda Wishinsky e Marie Louise Gay

sabados a ler em familia por favor leonor.jpg.png

 

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, Moita

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia na biblioteca ou através do T: 210817040

 

29 de fevereiro / 15:30h

“O Pequeno Crocodilo e o Amor de Uma Vida”, de Daniela Kulot

SABADOS A LER EM FAMILIA crocodilo.jpg.png

 

Biblioteca Municipal de Alhos Vedros

Entrada gratuita

Vale da Amoreira e Moita: Exposições nas bibliotecas municipais

expo brinquedos (1).png

 

De 4 a 29 de fevereiro, a Exposição Coletiva de Pintura “Arte sem Idade” vai estar patente na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita. Esta mostra irá apresentar trabalhos de alunos da UTIB – Universidade da Terceira Idade do Barreiro: Gertrudes Maria Vitorino Madeira, Manuel João Guerreiro Cavaco, Maria de Jesus Dâmaso Figueiredo, Maria Fátima Gaspar Martins, Sérgio Manuel Mota Gomes, Virgínia Maria André Sardinha.

 

De 8 a 29 de fevereiro, “Os Brinquedos do Sr. Cuca” vão estar em exposição na Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira, com inauguração marcada para as 16:00h de dia 8.

Tudo começou quando, com a madeira que envolve as caixas de morangos, o autor fez o primeiro carrinho e começou a elaborar desenhos que, depois, talhava na madeira.