Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Alhos Vedros: Arte no FAVO – Ateliês Abertos de Artes e Ofícios

arte no favo.jpg

 

 

O Espaço FAVO – Fábrica de Artes Visuais e Ofícios, em Alhos Vedros, recebe, de 6 a 15 de dezembro, a exposição “Arte no FAVO – Ateliês Abertos de Artes e Ofícios”. A inauguração realiza-se no dia 6, pelas 21:30h, e conta com um momento musical com o grupo “Amigos Improváveis”, composto pelos artistas Carlos Franqueira, Daniela Severino, Francisco Dantas, Paulo Duarte e Rodrigo Lampreia.

 

Arte no FAVO visa divulgar o trabalho dos artistas plásticos e a diversidade de saberes e ofícios do concelho da Moita, possibilitando ainda a proximidade da comunidade às artes plásticas, através da fruição e da prática artística.

O público em geral pode visitar esta exposição coletiva, conhecer os trabalhos dos autores convidados e, eventualmente, ver o processo de criação de uma obra ao vivo, de segunda a quinta-feira, das 17:00h às 19:00h, sexta-feira, das 19:00h às 21:00h, e sábado e domingo, das 15:00h às 19:00h.

À semelhança da primeira edição, Arte no FAVO terá visitas guiadas para a comunidade educativa, mediante inscrição prévia, até 6 de dezembro, através do email favo@cm-moita.pt. A visitas das escolas podem ser efetuadas de 9 a 13 de dezembro, no período das 10:00h às 17:00h.

Os autores convidados são: Dores Nascimento, Pedro Miranda, Baltazar Morgado, Ricardo Coxixo, Deodato Fernandes Jesus, Ilda Coelho, António Sá, Paula Celeste, Luiz Mendonça, Celeste Cantante e António Dias.

Projeto “De Pequenino ao de Pequenote”: “Kaô: Embalos do Mundo” no Fórum Cultural da Baixa da Banheira

Projeto “De Pequenino ao de Pequenote”

“Kaô: Embalos do Mundo” no Fórum Cultural da Baixa da Banheira

 

KAO_CCB01 ManuelMoreira.jpg

 

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe, no dia 14 de dezembro, às 16:00h e às 17:15h, a peça de teatro “Kaô: Embalos do Mundo”, pela Monda Teatro-Música. Esta iniciativa, inserida no âmbito do projeto municipal “De Pequenino ao de Pequenote”, tem como destinatários crianças dos 2 aos 5 anos (na sessão das 16:00h) e bebés dos 3 aos 24 meses (às 17:15h).

A lotação por sessão é de 20 crianças e acompanhantes (um no palco, e restantes na plateia). A entrada é gratuita, mediante inscrição prévia.

 

“Kaô: Embalos do Mundo” é um momento poético-musical com ações e canções sobre os primeiros passos e compassos na vida. Partindo de canções transmitidas de mãe para filho/a, de geração em geração, três mulheres exploram a força das vozes femininas e do canto polifónico, num espetáculo de teatro-música com melodias lusófonas e ibero-americanas. A palavra indígena “Kaô” recebe quem acaba de chegar, num concerto encenado para escutar e sentir ao colo.

Cocriação e Interpretação: Sofia Portugal, Susana Quaresma, Tânia Cardoso | Dramaturgia Visual e Encenação: Tânia Cardoso | Arranjos Vocais e Musicais: Sofia Portugal e Susana Quaresma | Cenografia: Celso Portugal | Figurinos: Liliana Santos | Apoio à Criação: SEA Palácio Marquês de Pombal – C. M. Oeiras | Apoio à Residência Artística: Centro de Animação Cultural de Mortágua | CCB - Fábrica das Artes /Centro Cultural de Belém (Dias da Música 2016) | Uma Produção A Monda Teatro-Música 2016.

 

Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

 

Oficina de Pirogravura na Biblioteca do Vale da Amoreira

Corte de laços - pirogravura e aguarela - 42,8 cm

 

 

A Exposição “Pironarrativas”, de Ana Rita Correia, patente na Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira, prolonga-se até 28 de dezembro. Inserida nesta mostra, realiza-se, a 18 e 19 de dezembro, das 15:00h às 16:00h, a Oficina de Pirogravura de Ana Rita Correia, dirigida a crianças e jovens dos 8 aos 14 anos.

As inscrições para esta Oficina podem ser efetuadas na Biblioteca através do T: 212 020 021.

 

Com a pirogravura como ponto de partida, a ilustração assume novos percursos escritos em madeira, na qual a autora exprime o seu desígnio.

Aberta ao público em geral, a mostra está patente à segunda-feira, das 14:00h às 19:00h, de terça a sexta-feira, das 9:30h às 13:00h e das 14:00h às 18:30h, e ao sábado, das 9:30h às 13:00h. Encerra na manhã da última quinta-feira de cada mês.

Feira de Natal na vila da Moita: Segunda edição com muita animação até 5 de janeiro

Feira de Natal na vila da Moita:

Segunda edição com muita animação até 5 de janeiro

feira de natal.jpg

 

Até dia 5 de janeiro, a Feira de Natal na Vila da Moita inclui, no programa, muita animação, música, exposições, teatro, marionetas, dança e gastronomia na Praça da República e outras artérias da vila. 

A abertura da Feira está marcada para dia 1 de dezembro, pelas 14:00h, na Praça da República. No mesmo dia, chega o Pai Natal, com a rena, soldadinhos, duendes, malabaristas, músicos acompanhados pelo Moto Clube da Moita, Grupo de Bombos “Bordoada” e Romeiros da Tradição Moitense. Decorre também o espetáculo de luz e som a cargo do DJ André Freitas e é acesa a Iluminação de Natal, na Rua Machado Santos, Rua Miguel Bombarda e Praça da República.

A Feira de Natal é organizada pela Comissão Coordenadora das Festas do Município da Moita, com o apoio, entre outras entidades, da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia da Moita.

O programa completo pode ser consultado em www.cm-moita.pt. Divirta-se em família na Feira de Natal da Moita!

 

Baixa da Banheira: Mostra de Cinema Português no Fórum Cultural

logo vertical para apresentação-03.png

 

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, apresenta, no dia 13 de dezembro, pelas 21:30h, a Mostra de Cinema Português – Extensão “Entre Olhares”.

 

“Entre Olhares” é uma mostra de cinema português que pretende dar a conhecer o panorama da produção nacional, contribuindo para ampliar a visibilidade dos filmes e dos seus autores junto do público. A iniciativa, com entrada gratuita, destina-se a maiores de 12 anos e é organizada pelo Cine Clube do Barreiro, tendo como diretor e programador Mário Ventura. Com uma seleção que reuniu cerca de 80 filmes, maioritariamente curtas-metragens, a mostra permite dar a conhecer a realidade e a qualidade do trabalho desenvolvido por escolas de cinema e por realizadores de diversos pontos do país que, muitas vezes, é desconhecido do espectador português.

No dia 13, serão apresentadas algumas curtas-metragens das diferentes secções que integram a mostra, do documentário à ficção, num total de cerca de 90 minutos.

 

Programa:

 

- “Qualquer Coisa de Belo”, de Pedro Sena Nunes, 12 min.

Projeto fotográfico de José Fontes no antigo Hospital Psiquiátrico Miguel Bombarda

(https://vimeo.com/247011670)

 

- “Os Prisioneiros”, de Margarida Madeira, 7 min.

Animação documental que, entre muros, questiona o lado da casa e o lado da liberdade, quando uma mãe vive no lado de dentro e um filho vive no lado de fora.

(https://www.youtube.com/watch?v=s6zZwWtUdow)

 

- “The Great Attractor”, de Rita Figueiredo, 9 min.

Um olhar da relação entre os humanos, o seu planeta e a sua estrela, num filme experimental.

(https://www.facebook.com/102576234501386/videos/554879241990043/)

 

- “Terra 2084”, de Nuno Sá Pessoa, 15 min.

Em “Terra 2084”, a união mundial está estabelecida, a moeda única em circulação e a crise não acaba. Será do espaço que virá a razão?

(https://www.youtube.com/watch?v=ksUCZPqsE8M)

 

- “O Quadro”, de Paulo Araújo, 13 min.

Um contabilista trabalha no seu escritório na Lisboa dos anos 40. Por detrás da secretária, um grande retrato de uma mulher parece perturbar o homem.

(https://www.facebook.com/102576234501386/videos/2384286511836947/)

 

 

Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Baixa da Banheira: Cinema Infantil: “Astérix – O Segredo da Poção Mágica” no Fórum Cultural

Baixa da Banheira

Cinema Infantil: “Astérix – O Segredo da Poção Mágica” no Fórum Cultural

 

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe, no dia 8 de dezembro, às 11:00h, a sessão de cinema infantil “Astérix – O Segredo da Poção Mágica”, de Alexandre Astier e Louis Clichy.

Dirigido a famílias e crianças maiores de 6 anos, a sessão tem entrada gratuita mediante levantamento de bilhetes.

 

“Astérix – O Segredo da Poção Mágica”, baseado nas divertidas personagens criadas pelos franceses René Goscinny e Albert Uderzo, é uma comédia de animação realizada por Louis Clichy e Alexandre Astier, a dupla também responsável por “Astérix: O Domínio dos Deuses” (2014).

 

Nos anos 50 antes de Cristo, toda a Gália está ocupada pelos romanos, mas uma pequena aldeia habitada por irredutíveis gauleses resiste, ainda e sempre, ao invasor. E a vida não é fácil para guarnições de legionários romanos. Assim começam todas as aventuras de Astérix, o gaulês. Nesta, depois de sofrer uma queda aparatosa que poderia ter sido fatal, Panoramix, o grande druida da aldeia, dos mais corajosos gauleses, percebe que é chegado o momento de encontrar um sucessor mais jovem a quem seja possível revelar o segredo da poção mágica. Porém, para assegurar que a receita não caia nas mãos erradas, a escolha não pode ser feita de ânimo leve. Por causa disso, o grande sábio decide fazer uma longa viagem por toda a Gália na companhia de Astérix e Obélix, dois dos mais fiéis e íntimos amigos.

 

Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

asterix-pocao-magica.jpg

 

Maré Cheia de dezembro destaca: Programação de Natal e Arte no Favo

capa.jpg

 

A programação para a época natalícia no concelho da Moita é um dos temas principais da Maré Cheia de dezembro. A agenda de eventos do Município da Moita destaca ainda, na rubrica “Aqui Tão Perto”, a “Arte no FAVO” – Ateliês Abertos de Artes e Ofícios, que se realizam de 6 a 15 de dezembro, no Espaço FAVO, em Alhos Vedros.

 

A Agenda de Eventos, que pode consultar em www.cm-moita.pt, em suporte digital ou nos locais habituais, em papel, sugere, no “Vai Acontecer…”, muitas outras atividades para ver, fazer ou ouvir, ao longo do mês, ao ar livre ou nos vários equipamentos culturais e desportivos do concelho. De salientar, nesta rubrica, a peça de teatro infantil “Kaô: Embalos do Mundo” e a abertura de candidaturas para a Quinzena da Juventude 2020.

Se preferir ficar em casa, opte por uma das sugestões das “Cumplicidades”: um livro, um projeto musical, um site e um filme.

Na rubrica “Sabores & Saberes”, a “Maré Cheia” destaca a Feira de Natal, na Moita, onde estão disponíveis para venda bolos caseiros e licores na “Casa de Natal dos Serviços Sociais”.

O Karaté é a modalidade abordada, este mês, no que respeita à atividade do Movimento Associativo.

Se pretende receber a Maré Cheia em sua casa, todos os meses, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt.

Projeto “Os Nossos Autores”: “A Birra do Morto” no Fórum Cultural

Projeto “Os Nossos Autores”

“A Birra do Morto” no Fórum Cultural

 

No âmbito do projeto municipal “Os Nossos Autores”, o Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe, nos dias 29 e 30 de novembro, às 21:30h, a peça de teatro “A Birra do Morto”, pelo Grupo de Teatro “Os Zecas”, com encenação de Luciano Barata. A peça tem entrada gratuita.

 

Esta Birra do Morto é uma farsa tragicómica ou ainda um exercício de humor carregado de cenas insólitas e inverosímeis, por vezes interagindo, num registo sobrenatural e bizarro, com o teatro do absurdo.

Este morto que tem uma birra, que se recusa a ser enterrado e que, para além de embirrar com a médica, com a mulher que o vem vestir, com o dono da agência funerária, com os vizinhos e amigos, com as forças da ordem, com as urnas e com os fantasmas, ainda consegue embirrar consigo próprio, pois tem medo de dormir sozinho seja onde for.

Mas o que é certo é que tudo isto não passa de uma subversão metafórica e trocista, exorcizando o caixão e o ritual do velório que nos amedrontam desde que nascemos e, acima de tudo, para ridicularizar os constrangimentos e medos perante a morte. Todavia, este imbróglio dramático torna óbvio que a vida já não é o que era, e que morrer está mesmo pela hora da morte!

Luciano Barata

 

Direção e Encenação: Luciano Barata | Interpretação: Beatriz Bárbaro; Celina Figueiredo; Joana Guerreiro; Justino Ramos; Jorge Paulino; Mariana Bárbaro; Miguel Gomes; Natacha Flor; Paula Almeida; Samuel Fitas; | Figurinos e Coreografias: Inês Nunes


Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Cinema Infantil no Fórum Cultural: Extensão da Monstra – Festival de Animação de Lisboa

C_monstrinha_01_09_RYOKO.jpg

 

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe, no dia 24 de novembro, pelas 11:00h, a Sessão “Monstrinha” da Extensão da Monstra – Festival de Animação de Lisboa.

 

Dirigida a famílias e crianças maiores de 3 anos, esta sessão de cinema infantil tem entrada gratuita, mediante levantamento de bilhetes.

 

A altas horas da noite, enquanto toda a gente dorme, formas caricatas e monstros divertidos deambulam pelo quarto. Há tanto para descobrir!

Edmund, um pinguim rabugento, foge da sua colónia para se encontrar a si mesmo, mas tem que proteger o seu iceberg de Otto, um simpático urso polar que quer companhia.

A lutar pela sobrevivência num mundo nos céus, um homem e um monstruoso peixe gigante voador precisam de encontrar comida. Vão ter que trabalhar em conjunto para terem sucesso na ladroagem.

A história começa de uma maneira tradicional: o lobo tenta usar os seus truques para ficar com a comida que a Capuchinho Vermelho vai levar à avó. Só que rapidamente percebe que é melhor não tentar enganar esta Capuchinho Vermelho.

Num dia quente de verão, Koyaa só quer relaxar na sua espreguiçadeira, mas, de repente, esta engole-o e lança-o em direção à falésia. Koyaa fica suspenso numa trepadeira à beira do abismo e tenta domá-la sem sucesso. O que fará a seguir?

 

Reserva de Bilhetes:
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo
Rua José Vicente, Baixa da Banheira
Tel. 210888900
Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

“Alumbramento”: Lançamento de livro e exposição de fotografia no Fórum Cultural da Baixa da Banheira

Alumbramento_Exposicao_Fotografia_Joao_Ramos.jpg

 

O lançamento do livro de Fotografia “Alumbramento”, de João Ramos, com textos de Maria Laura Martins e Manuel João Croca, realiza-se no dia 23 novembro, às 16:00h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo.

 

A apresentação desta edição ficará a cargo de Joaquim Caetano e a leitura de textos será feita por Bárbara Vicente e Margarida Sousa. A iniciativa contará com momentos de teatro/dança pela Cercimb e de música por Helena Madeira (harpa e voz).

 

Na sequência do lançamento do livro, pela Editora Local e pela Câmara Municipal da Moita, a Galeria de Exposições do Fórum recebe, de 23 de novembro a 14 de dezembro, a exposição fotográfica "Alumbramento".

Contemplativa, emotiva e com uma forte ligação à natureza, o conjunto de obras de grande formato, convida à meditação, introspeção e silêncio. Desafia a abrandar o ritmo quotidiano frenético e ajuda a observar a beleza em algo tão simples e tão próximo como o vaivém das águas do rio, o voo sereno das aves ou o balançar suave das folhas das árvores ao sabor do vento.