Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Município da Moita: Inscrições abertas para “Visionários – De Espectadores a Programadores”

 

 

Estão abertas as inscrições, até 25 de janeiro, para o “Visionários – De Espectadores a Programadores”, um projeto da Artemrede, em parceria com a Câmara Municipal da Moita.

visionário.jpg

 

Os visionários são espectadores que aceitam o desafio de escolher uma parte da programação cultural do concelho da Moita. Para isso, comprometem-se a assistir em formato audiovisual a um conjunto de espetáculos nacionais e internacionais, analisar o que é visto e selecionar um ou dois desses espetáculos para serem apresentados no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo em 2020.

Se mora, trabalha ou estuda no concelho da Moita e gosta de assistir a espetáculos, junte-se a este grupo! Para isso, basta enviar um email, até 25 de janeiro, para forum.cultural.jmf@mail.cm-moita.pt com o nome, contacto e a referência Visionários.

 

"Variações" representa Portugal nos Prémios Ariel para Melhor Filme Ibero-Americano

 

 

O filme “Variações”, de João Maia, foi selecionado pela direção da Academia Portuguesa de Cinema para representar Portugal na 62ª edição dos Prémios Ariel, no México.

Após ter conquistado o público, batendo o recorde do filme português mais visto nos cinemas em 2019, com 278 mil espectadores, o filme “Variações”, protagonizado por Sérgio Praia, é o candidato português à categoria de Melhor Filme Ibero-Americano.

Os Prémios Ariel são celebrados no México desde 1946 e têm como principal objetivo distinguir o melhor do cinema mexicano e ibero-americano.

“Variações” foca o processo de transformação na persona de António Variações, artista excêntrico e popular cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte precoce, em 1984, sendo também uma homenagem a todos os que ainda hoje perseguem os seus sonhos aspirando transformar as suas vidas.

A 62ª edição dos Prémios Ariel terá lugar no México em 2020, em data a anunciar.

PO ISE lança concurso de vídeo e fotografia

 

 

O Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE) lançou o “PO ISE Stories”, um concurso de vídeo e fotografia que decorre exclusivamente na rede social Instagram. O principal objetivo deste concurso é humanizar o PO ISE divulgandoos projetos que cofinancia através de testemunhos reais.

O concurso é direcionado a todos aqueles que já estiveram envolvidos e foram cofinanciados pelo PO ISE.As regras para participar no concurso PO ISE Stories são simples:

  1. Certifique-se que o seu perfil de Instagram está público.
  2. Siga o perfil de Instagram do PO ISE (@po_ise).
  3. Partilhe uma fotografia ou vídeo no seu perfil pessoal de Instagram sobre o seu testemunho no projeto/entidade.
  4. Identifique/tag o PO ISE (@po_ise) diretamente no vídeo ou fotografia.
  5. Indique o nome do projeto/entidade na legenda da fotografia ou vídeo.

Para cada uma das vertentes do concurso (fotografia e vídeo) serão eleitos três vencedores, ou seja, o concurso contará com um total de seis vencedores, independentes entre si.

O concurso “PO ISE Stories” termina no dia 15 de janeiro de 2020.

Consulte o regulamento ou outras informações em http://poise.portugal2020.pt/poise-stories.

 

CINENOVA 2020: LAST CALL

O tempo para participar está a esgotar-se.

logo1.png

 

O CINENOVA, o primeiro e único Festival Interuniversitário de Cinema em Portugal, promovido pela NOVA-FCSH e organizado por estudantes e professores universitários, fechará o prazo de submissões de curtas-metragens no dia 1 de janeiro de 2020. O festival terá uma secção de competição e uma secção de não-competição. Temos 3.000‎ em prémios para oferecer ao Melhor Filme e ao Melhor Filme Português a concurso.

Já são conhecidos os vencedores dos Prémios Sophia Estudante 2019

A Academia Portuguesa de Cinema entregou ontem, dia 12 de dezembro, os Prémios Sophia Estudante 2019, numa cerimónia conduzida pela atriz Liliana Santos, que encheu o Auditório do Museu da Farmácia, em Lisboa.

Concorreram aos Sophia Estudante 2019 um total de 83 filmes de 18 escolas de norte a sul do país. O interesse e o entusiasmo destes jovens e a qualidade das curtas-metragens concorrentes mostram que o cinema português está bem vivo e tem futuro” sublinhou o Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, Paulo Trancoso, numa das suas intervenções ao longo do dia.

Tal como aconteceu nas edições anteriores, os três primeiros classificados de cada categoria são agora candidatos ao Prémio Sophia Estudante no valor de 5.000 €, a ser entregue na cerimónia dos Prémios Sophia, dia 22 de março de 2020, no Casino Estoril.

Durante a manhã e a tarde alunos e professores assistiram a uma masterclass e um Q&A de dois mestres do cinema: a primeira a cargo de Jay Rabinowitz, editor de filmes icónicos como A Árvore da Vida ou Requiem for a Dream; e a segunda conduzida por Tariq Anwar, editor de Beleza Americana ou O Discurso do Rei, moderada por Branko Nesvok.

 

Conheça abaixo a lista dos vencedores:

 

Melhor Cartaz

1º Lugar: Ouro sobre Azul, da designer Marta Féria de Sá – Universidade Lusófona

2º Lugar: Paisagem Submersa, do designer Edmundo Correia - ESMAD

3º Lugar: Atrás de Tempo, Tempo Vem, da designer Patrícia Azevedo - ESMAD

 

Curta-metragem - Animação

1º Lugar: O Presidente Veste Nada, de Clara Borges e Diana Agar – Universidade da Beira Interior

2º Lugar: Ode à Infância, de João Monteiro e Luís Vital – Instituto Politécnico de Portalegre

3º Lugar: One Minute Show Time, de Maria Clara Norbachs e Marisa Alves Pedro - Universidade da Beira Interior

 

Curta-metragem - Documentário

1º Lugar: Jamaika Onto New Paths, de Alexander Sussmann – Universidade Lusófona

2º Lugar: A Rua é uma Selva, de Ricardo Mussa – World Academy

3º Lugar: Sombra, de Diogo Lourenço, Duarte Gaivão e Francisco Moura – Universidade Lusófona

 

Curta-metragem - Experimental

1º Lugar: A Viagem, de Henrique Lopes – ETIC Algarve

2º Lugar: Somewhere in Outer Space this Might be Happening Somehow, de Paulo Malafaya, Escola Artística Soares dos Reis

3º Lugar: Lázaro, de Concha Silveira, Alba Dominguez, David Cruces – Universidade Lusófona

 

Curta-metragem - Ficção

1º Lugar: Da Capo, de Mário de Oliveira – Universidade da Beira Interior

2º Lugar: Loop, de Ricardo M. Leite – ESMAD

3º Lugar: Banho Santo, de Bruno Saraiva – Universidade Lusófona

 

Menção Honrosa

Cringe, de Dinis Leal Machado - ESMAD

Afonso Cruz recebe o Grande Prémio de Literatura de Viagens, no próximo dia 13 de Dezembro, em Braga

 

No próximo dia 13 de Dezembro, pelas 17h00, realiza-se, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga, a cerimónia de entrega do Grande Prémio de Literatura de Viagens, a AFONSO CRUZ, galardoado pelo seu livro Jalan Jalan.

 

Patrocinado, integralmente pela Câmara Municipal de Braga, o valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 12 500,00 (doze mil e quinhentos euros).

 

Nesta edição, o júri foi constituído por Guilherme d’Oliveira Martins, Isabel Cristina Mateus e Teresa Carvalho.

 

Vencedores dos Prémios Sophia Estudante 2019 conhecidos esta quinta-feira

Museu da Farmácia, Lisboa

 

Após o anúncio dos nomeados, no passado dia 28 de novembro, é chegada a hora de conhecer os vencedores da 6ª edição dos Prémios Sophia Estudante, promovidos pela Academia Portuguesa de Cinema, na cerimónia que terá lugar esta quinta-feira, 12 de dezembro, pela primeira vez no Museu da Farmácia, em Lisboa.

“Montagem”, o tema dos Sophia Estudante 2019, será o fio condutor da Q&A e da masterclass que decorrem ao longo da manhã. Durante a tarde serão projetadas as curtas-metragens selecionadas pela Academia Portuguesa de Cinema e à noite decorrerá a cerimónia de entrega dos prémios, conduzida pelos atores Diogo Amaral e Liliana Santos.

A lista de nomeados aos Sophia Estudante 2019, nas categorias Animação, Documentário, Experimental, Ficção e Cartaz, pode ser consultada no site oficial da Academia Portuguesa de Cinema.

 

EM AGENDA:

Cerimónia dos Prémios Sophia Estudante 2019

  • Auditório do Museu da Farmácia, R. Mal. Saldanha 1, 1249-069 Lisboa
  • Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019
    • 10h00 – Masterclass com Jay Rabinowitz
    • 11h45  Q&A com Tariq Anwar
    • 14h15 - Projeção das curtas-metragens nomeadas aos Sophia Estudante 2019
    • 21h00 – Cerimónia de Entrega dos Prémios Sophia Estudante

Miguel Moreira ('Djon África') recebe Prémio Novo Talento nos Prémios Actores de Cinema da Fundação GDA

dab90e89-d801-4b95-bb0d-76614296d13c.jpg

 

O actor Miguel Moreira sagrou-se vencedor nos Prémios Actores de Cinema da Fundação GDA, na categoria Novo Talento, pelo desempenho no filme Djon África, de Filipa Reis e João Miller Guerra, numa cerimónia realizada hoje, no Teatro da Trindade. No filme – produzido pela Terratreme e co-produzido pela Desvia, Oll e Uma Pedra no Sapato - Miguel Moreira faz o papel de um jovem que vai para Cabo Verde em busca do pai que nunca conheceu.

Miguel Moreira (John Tibars África Noventaz) nasceu em Lisboa em 1990. No cinema, como protagonista, participou nos filmes Li Ké Terra (2010), Fora da Vida (2015) e Djon África (2018), todos realizados por Filipa Reis e João Miguel Guerra. Começou o seu trabalho na música, em 2004, num estilo de hip-hop original e underground. Fez várias colaborações com músicos portugueses e de diversos países africanos e lançou, em 2018, o EP Nada Fazi (F.P. NOVENTAZ). 

Antes deste prémio atribuído pela Fundação GDA, ganhou o prémio de melhor música original, representando Djon África, nos Prémios Sophia 2019, em conjunto com o director de fotografia, Vasco Viana.

Djon África teve estreia mundial, em competição, no festival de Roterdão (secção Tiger), em Janeiro de 2018, foi exibido no New Directors/New Films, em Nova Iorque, no festival do Uruguai - onde ganhou o prémio FIPRESCI, atribuído pela crítica, e uma menção especial atribuída pelo júri - entre muitos outros festivais, e teve estreia comercial em Portugal, Brasil, Inglaterra e Alemanha.

Os Prémios Actores de Cinema da Fundação GDA têm a particularidade de serem atribuídos entre pares: são prémios de interpretação atribuídos a atores por atores, anualmente. Nesta 12ª edição, o júri foi constituído pelos actores Diogo Dória, Joana Bárcia e João Reis, que avaliaram a qualidade, a excelência e o mérito do trabalho de interpretação dos colegas nas obras analisadas.

Todos os anos a Fundação GDA escolhe um júri diferente composto por três atores que analisa as obras da lista de produções cinematográficas de longa-metragem portuguesas, de ficção, estreadas comercialmente em sala entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro no ano anterior ao da atribuição do prémio.

Para além de Miguel Moreira, foram vencedores os actores Adriano Carvalho, na categoria de Melhor Actor Principal, pelo desempenho no filme Vazante, de Daniela Thomas, e Ana Cristina Oliveira, que interpreta o papel de Sveta, no filme Carga, de Bruno Gascon.

Ao troféu Melhor Actor/Actriz corresponde um prémio de €3.000 euros, ao de Melhor Actor/Actriz Secundário(a) um prémio de €2.000 euros e ao Novo Talento um prémio de 1.000€.

Sobre o filme:
http://www.umapedranosapato.com/pt/#djon-africa

Câmara Municipal de Loulé abre candidaturas para a Bolsa de Apoio ao Teatro 2020

Foto Cine-Teatro 2.jpg

 

Estão oficialmente abertas, a partir desta quinta-feira, 28 de novembro, e até ao dia 31 de dezembro, as candidaturas para a Bolsa de Apoio ao Teatro a atribuir pela Câmara Municipal de Loulé ao meio associativo e artístico (agentes e estruturas com personalidade jurídica e sediados no concelho), designadamente a projetos amadores e profissionais na área do Teatro, no valor total de 50 mil euros para o ano de 2020. Em Loulé, a Bolsa de Apoio ao Teatro foi retomada em 2014 e verificou-se que é um relevante instrumento de apoio à criação teatral no concelho por parte da Autarquia, uma vez que o seu foco é a apresentação de peças inéditas, o que tem permitido aos agrupamentos amadores e profissionais sediados no concelho terem um efetivo suporte à componente criativa.

Esta Bolsa constitui, por outro lado, uma importante forma de descentralização das práticas e dinâmicas culturais no concelho de Loulé, uma vez que existe o compromisso de apresentação, por parte de cada grupo amador, de três espetáculos, sendo dois deles obrigatoriamente realizados nas freguesias do concelho. Ao mesmo tempo, é estimulada a promoção externa e circulação das estruturas teatrais profissionais louletanas através da obrigatoriedade de realização de duas apresentações das mesmas noutros concelhos do Algarve que integram a Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve, da qual o Cine-Teatro Louletano é membro.

A Bolsa de Apoio ao Teatro prevê ainda uma dimensão formativa, o que contribui gradualmente para uma maior capacitação e qualificação artísticas das diversas estruturas concorrentes de cariz amador e dos seus membros e projetos.

Os candidatos deverão apresentar as suas propostas à Câmara Municipal de Loulé através do Cine-Teatro Louletano via e-mail – cinereservas@cm-loule.pt -, ou enviar pelo correio para o Cine-Teatro Louletano, Av. José da Costa Mealha, 8100-501, Loulé, pelo que todas as candidaturas que deem entrada após 31 de dezembro serão excluídas.

Para mais informações os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar a sua página de facebook – www.facebook.com/cineteatrolouletano ou o seu renovado website http://cineteatro.cm-loule.pt, ambos em permanente atualização, bem como a sua conta no instagram (cineteatrolouletano).

O Cine-Teatro Louletano é uma estrutura cultural no domínio das artes performativas da Câmara Municipal de Loulé e está integrado na Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve e na Rede 5 Sentidos.

 

CML/GAP /RP

Prémio Atores de Cinema da Fundação GDA aproxima jovens artistas ao setor audiovisual

Prémio Atores de Cinema da Fundação GDA aproxima jovens artistas ao setor audiovisual

 

Com as categorias Melhor Ator/Atriz, Melhor Ator/Atriz Secundário(a) e Novo Talento, a 12.ª edição do Prémio Atores de Cinema, atribuído pela Fundação GDA desde 2008, realiza-se a 3 de dezembro no Teatro da Trindade, em Lisboa. Antes da cerimónia de entrega dos prémios, apresentada pelo ator José Pedro Gomes, o dia será preenchido por ações centradas na formação dos atores.

 

O Prémio Atores de Cinema Fundação GDA promove, nesta que é a sua 12.ª edição, a aproximação de jovens artistas ao mercado audiovisual, nomeadamente através de encontros com produtores/as que estão em fase de pré-produção dos seus filmes/séries e procuram atores que possam integrar os elencos dos seus projetos.

 

A Fundação GDA atribui, pelo 12.º ano consecutivo, o Prémio Atores Cinema, no próximo dia 3 de dezembro, no Teatro da Trindade, distinção que visa divulgar e prestar homenagem pública ao trabalho de interpretação dos atores portugueses. Esta cerimónia é antecedida pelas “Jornadas para o Ator”, que consistem num conjunto de ações direcionadas para a formação de jovens atores e na sua aproximação ao mundo audiovisual.