Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Danças Ocultas | 3º lugar do "Top of the world" da prestigiada revista Songlines

Álbum "Dentro Desse Mar"

view.php.jpg

 

 

A comemorar 30 anos de carreira e depois da edição internacional em Abril deste ano, o último álbum do grupo português Danças Ocultas chega agora ao 3º lugar do "Top of the world" da edição de Novembro da prestigiada revista inglesa Songlines.

O álbum "Dentro Desse Mar", gravado nos estúdios Casa do Mato, no Rio de Janeiro, teve o conceituado Jaques Morelenbaum aos comandos da produção. O violoncelista, compositor, arranjador e produtor tem um currículo de luxo que cruza o seu percurso com o de artistas tão importantes quanto Tom Jobim, Caetano Veloso, Marisa Monte, Ryuichi Sakamoto ou David Byrne.

"Dentro Desse Mar", que tem recolhido inúmeros aplausos da crítica e do público, conta com composições e arranjos dos próprios Danças Ocultas, as participações especiais de Carminho, Zélia Duncan e Dora Morelenbaum nas vozes e de Jaques Morelenbaum no violoncelo.

Prémio Literário do Município de Mafra | Candidaturas até 30 de abril de 2020

cartaz_premioliterario.jpg

 

Encontram-se a decorrer, até 30 de abril de 2020, as candidaturas para a primeira edição do Prémio Literário do Município de Mafra. Instituído bienalmente, este prémio visa reconhecer, valorizar, incentivar, promover e divulgar a criação literária, sendo atribuído, alternadamente, a obras inéditas de poesia e de ficção em prosa. A edição de 2019/ 2020 destina-se a premiar o melhor trabalho inédito na modalidade de Poesia.

 

Reconhecendo aimportância da literatura na formação integral de jovens e adultos, desempenhando um papel fulcral como instrumento de educação, o Prémio Literário do Município de Mafra irá distinguir textos inéditos, escritos em língua portuguesa, da autoria de indivíduos de nacionalidade portuguesa ou estrangeira e de autoria única, atribuindo ao vencedor de cada edição, além de uma retribuição pecuniária, a publicação da obra premiada.

 

O júri, da primeira edição, é constituído pelos escritores Fernando Pinto do Amaral (Presidente), Alice Vieira e José Fanha.

 

As normas de participação e demais informações podem ser consultadas em: https://www.cm-mafra.pt/pages/1324

 

Maré Cheia de outubro destaca 4º Encontro de Culturas Ribeirinhas

capa.jpg

 

 

O 4º Encontro de Culturas Ribeirinhas é o tema de destaque da rubrica “Aqui Tão Perto” da Agenda Maré Cheia de outubro. De 25 a 27 de outubro, este Encontro, centrado no tema da construção naval tradicional, conta com participações de várias regiões de Portugal e de Espanha.  Esta iniciativa, promovida pela autarquia em parceria com outras entidades, pretende evocar e celebrar a identidade marítima das gentes do rio, dos fragateiros e dos mestres de estaleiro que fizeram a história do Tejo e de todos aqueles que, nos dias de hoje, contribuem para manter vivo o património ribeirinho, afirmando assim o projeto municipal “Moita Património do Tejo”. O programa completo será divulgado brevemente em www.cm-moita.pt.

E TAMBÉM DE ESPANH

A Agenda de Eventos, que pode consultar em www.cm-moita.pt, em suporte digital ou nos locais habituais, em papel, sugere, no “Vai Acontecer…”, muitas outras atividades para ver, fazer ou ouvir, ao longo do mês, ao ar livre ou nos vários equipamentos culturais e desportivos do concelho. De salientar, nesta rubrica, a XVIII Quinzena da Educação, de 8 a 20 de outubro, o 3 º Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, nos dias 5 e 26 de outubro, para o público em geral, e o programa (Con)Vivências Sénior 2019 que decorre durante todo o mês.

Se preferir ficar em casa, opte por uma das sugestões das “Cumplicidades”: um livro, um projeto musical, um site e um filme.

Na rubrica “Sabores & Saberes”, a “Maré Cheia” sugere uma receita para um lanche saudável e com ‘sabor’ a outono: bolachas de aveia e marmelo.

A modalidade de voleibol na Associação de Moradores do Bairro Novo é o tema abordado, este mês, no que respeita à atividade do Movimento Associativo.

Se pretende receber a Maré Cheia em sua casa, todos os meses, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt.

Porto e Norte disponibiliza guia online com as dezenas de eventos que assinalam o 'Dia Mundial do Turismo'

Comemora-se a 27 de setembro, esta sexta-feira

agenda_DMT2019-1.jpg

 

A Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) tem disponível no seu site (link direto: http://bit.ly/2lLVfPK) uma agenda com todas as iniciativas dos municípios para assinalar o Dia Mundial do Turismo, que se comemora esta sexta-feira, dia 27 de setembro, e que este ano tem como tema o «Turismo e Emprego: Um Futuro Melhor para todos».

São dezenas de iniciativas espalhadas pelo Porto, Douro, Minho e Trás-os-Montes, os subdestinos que constituem a entidade, e entre as quais se destacam visitas guiadas, descontos em passeios e entradas em monumentos, workshops de cozinha, palestras ou conferências.

Para Luís Pedro Martins, presidente da TPNP, “é mais uma prova de que os municípios, assim como os operadores privados, estão conscientes da necessidade de dinamizar a sua atividade turística, trabalhando em estreita colaboração com a TPNP por forma a alavancar esta área tão importante para a economia do país”.

O destino Porto e Norte de Portugal tem sido aquele que melhor desempenho tem tido nos índices que medem a atividade turística, muito por força desse trabalho em rede desenvolvido com as autarquias e com os privados, “que sentem existir uma estratégia pública com um rumo bem definido”, considera ainda o presidente da TPNP.

O tema deste ano para assinalar as comemorações do Dia Mundial do Turismo “reveste-se da maior importância, porque o emprego qualificado neste setor é essencial para melhorarmos a oferta. Por isso uma das grandes apostas da TPNP é desenvolver um trabalho em parceria com as escolas profissionais, universidades e politécnicos para ter um produto cada vez mais diferenciador”, acrescenta Luís Pedro Martins.

Além de se focar no atual papel do turismo enquanto criador de emprego, o Dia Mundial do Turismo 2019 vai também olhar para o futuro e explorar as oportunidades e os desafios que as mudanças no mercado de trabalho e no setor de tecnologia trarão.

 

Vencedor da edição 2018 do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco

RANDE PRÉMIO DE CONTO "CAMILO CASTELO BRANCO"

para JOSÉ VIALE MOUTINHO

 

 

Um júri constituído por Fernando Batista, José Manuel de Vasconcelos e Paula Mendes Coelho, reunido no dia 24 de Setembro de 2019, decidiu, por unanimidade, atribuir o Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco” APE/Câmara Municipal de Famalicão ao livro Monstruosidades do Tempo do Infortúnio, de José Viale Moutinho (Letras&Coisas).

 

O júri, sobre a obra, exarou em Acta: “Estes contos de José Viale Moutinho, servidos por uma ironia mordaz numa prosa exigente e sadia, transportam a estranheza e o absurdo de situações resgatadas a tempos e atmosferas distantes, para outras “monstruosidades” destes novos “tempos do infortúnio”.

 

O Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco”, instituído em 1991, pela Associação Portuguesa de Escritores, patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a galardoar anualmente uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro, 1.ª edição, no decurso do ano de 2018.

 

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 7.500,00 (sete mil e quinhentos euros).

 

A data da cerimónia de entrega do prémio será oportunamente anunciada.

MEBO Games lançou oito novos jogos de tabuleiro no Hotel Palácio

“ESTORIL 1942” estreou em formato “Super Box”

 

O jogo de tabuleiro “Estoril 1942” em formato “Super BOX” foi lançado ontem, dia 18 de setembro, no Hotel Palácio, no Estoril, juntamente com sete novos jogos da editora MEBO Games.

A primeira edição deste jogo foi lançada em 2015, tendo sido divulgadas várias expansões e cartas promocionais ao longo dos anos. Regressa agora em formato Super Box, numa edição renovada que contempla todas as atualizações.

O “Estoril 1942”, um dos maiores sucessos comerciais da editora, recorda a vila do Estoril na época da 2ª Guerra Mundial, desafiando os jogadores a criar a melhor rede de espiões.

“O Estoril é uma famosa vila, perto de Lisboa, com praias lindíssimas, bom tempo, um ótimo casino e vários hotéis de luxo. Durante a 2ª Guerra Mundial, esta região atraiu aristocratas, políticos e espiões de vários países que aí se refugiaram para fugir à guerra ou simplesmente conspirar. Neste jogo, os jogadores competem para criar a melhor rede de espiões. Começam com uma rede de seis espiões e transportam-nos para locais históricos de forma a alcançarem novos personagens e, assim, ganharem pontos para cumprirem a sua missão. Quem conseguir mais pontos vence o jogo”, explicou Gil d’Orey, fundador da MEBO Games.

Pode ser jogado por 2 a 5 pessoas, de qualquer faixa etária, com um tempo aproximado de 60 minutos por jogador, permitindo que famílias e amigos convivam e se divirtam. Encontra-se disponível no mercado por 34,90€.

Mas as novidades não ficam por aqui. A MEBO Games promete revolucionar ainda mais o mercado dos jogos de tabuleiro apresentando, para além do “Estoril 1942” em versão Super Box, mais sete jogos. “Carrossel”, “Porto” e “Estoril 1942”, são jogos de criação própria da MEBO Games e “Istanbul”, “Klask”, “O Rei de Tóquio – Expansão + Força!”, “EKIPAS” e “Clube Detetive” são adaptações internacionais. Todos os jogos estão disponíveis no mercado a preços que variam entre 17,90€ e 49,90€.

 

Sobre a MEBO Games:

Fundada em 2010 por Gil d’Orey, a MEBO Games é uma editora de muitos jogos de tabuleiro, sendo que alguns têm a história e cultura portuguesas como tema de fundo.

“Os jogos da MEBO Games não são só para crianças, são para toda a família. O que queremos é que ao final do dia, nas férias ou ao fim de semana, pais e filhos, avós e netos, primos ou grupos de amigos se queiram juntar em redor do tabuleiro, desfrutando da companhia uns dos outros para uma atividade lúdica, que verdadeiramente os divirta”, explica Gil d’Orey.

Num país onde a cultura dos jogos de tabuleiro ainda não está suficientemente enraizada, a MEBO Games é uma das editoras mais inovadoras e que melhor tem contribuído para dinamizar o mercado dos jogos de tabuleiro.

Saiba mais sobre a MEBO Games em www.mebo.pt/

 

Circuitos Ciência Viva vencem prémio internacional

Circuitos_CV_Premio_Internacional_2019.png

 

Os Circuitos Ciência Viva são os vencedores 2019 do Roy L. Shafer Leading Edge Award for Business Practice (Large Institution), uma distinção atribuída anualmente pelo ASTC (Association of Science-Technology Centers), a associação profissional norte-americana de museus e centros de ciência e tecnologia.

O prémio será entregue à Ciência Viva na pessoa da sua Presidente, Rosalia Vargas, durante a Conferência Anual do ASTC, que terá lugar este sábado, 21 de Setembro, em Toronto, Ontario, Canadá.

Na sua 15.ª edição, os Roy L. Shafer Leading Edge Awards reconhecem projectos e práticas excepcionais nas categorias de Prática de Negócios, Experiência dos Visitantes e Liderança em museus e centros de ciência de todo o mundo que tenham sido implementados nos últimos três anos. Um júri de 14 profissionais analisou e selecionou os premiados da edição de 2019.

Com o lema "Deixe-se guiar pela curiosidade", os Circuitos Ciência Viva foram criados em 2017 pela Ciência Viva com o objectivo de tornar mais visível a Rede Nacional de Centros Ciência Viva, ligando-a a um ambicioso projecto de turismo do conhecimento.

Os Circuitos Ciência Viva oferecem percursos de exploração e valorização do património em todo o território nacional, numa lógica de interacção entre zonas urbanas e zonas rurais, entre litoral e interior. De ano para ano têm conquistado cada vez mais adeptos: desde 2017 foram vendidos quase 3.600 cartões, correspondentes a 12.244 utilizadores, dos quais 6.132 adultos e 6.112 crianças. Foram apresentados 10.162 cartões à entrada dos Centros Ciência Viva, correspondendo a quase 34.000 visitantes.

Sobre os Circuitos Ciência Viva
Com um cartão, um guia e uma app, os Circuitos Ciência Viva oferecem entrada gratuita nos 21 Centros Ciência Viva e descontos em mais de duas centenas de instituições de ciência, cultura, alojamento e restauração. O cartão tem a validade de um ano, um custo de 50 euros e abrange dois adultos ou um casal com filhos até aos 17 anos.

Recomendado pela National Geographic, o projecto contou desde o início com o apoio tecnológico da Fundação Vodafone Portugal e com parceiros nacionais de relevo, como a GALP, a SATA, a CP - Comboios de Portugal, a Fundação INATEL e a Movijovem.

Sobre os Prémios Roy L. Shafer Leading Edge Award for Business Practice
Prestam homenagem póstuma a Roy L. Shafer, antigo director do COSI - Center of Science and Industry, situado em Columbus, Ohio, EUA. Shafer foi membro do Conselho de Direção do ASTC durante 11 anos, incluindo dois anos como Presidente, coach organizacional e mentor de várias instituições e profissionais de museus e centros de ciência. Após a sua morte, em 2005, o ASTC instituiu o prémio como um tributo à sua visão, liderança dinâmica e compromisso com a profissão.

Sobre o ASTC
Fundado em 1973, o ASTC representa actualmente cerca de 700 organizações que recebem mais de 120 milhões de visitantes por ano em mais de 50 países de todo o mundo. Os membros do ASTC incluem não apenas museus e centros de ciência mas também reservas naturais, aquários, planetários, jardins zoológicos, jardins botânicos e museus de história natural e museus para crianças, além de empresas, consultores e outras instituições que partilham um interesse pela educação científica informal. Através de alianças estratégicas e parcerias globais, o ASTC procura promover e dar a conhecer a valiosa contribuição que os seus membros prestam às suas comunidades e no campo da aprendizagem informal das STEM. Mais em astc.org.

Novo Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II premeia talentos emergentes

Novo Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional

  1. Maria II premeia talentos emergentes

 

Uma parceria entre o Teatro Nacional D. Maria II e o Grupo Ageas Portugal, este prémio anual pretende ser um incentivo ao desenvolvimento do trabalho artístico no âmbito teatral.

 

O Teatro Nacional D. Maria II e o Grupo Ageas Portugal apresentaram este sábado, dia 14 de setembro, a primeira edição do Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II. A apresentação pública deste prémio decorreu durante o Entrada Livre, iniciativa que assinalou o arranque da temporada 2019-2020 do D. Maria II, com dois dias de atividades e espetáculos de entrada gratuita.

 

O Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II é um galardão de caráter anual que pretende reconhecer e promover os talentos emergentes no panorama teatral, motivando os jovens a desenvolverem o seu percurso profissional neste setor.

 

O Prémio, no valor de 5000 €, será atribuído a um profissional de teatro, que tenha até 30 anos de idade (completos até 31 de dezembro de 2019), e cujo trabalho artístico se tenha destacado no ano de 2019. O vencedor, eleito por um júri composto por 15 profissionais do setor, será anunciado no próximo Dia Mundial do Teatro, a 27 de março de 2020.

 

O júri do Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II é constituído por quinze profissionais, representativos de diversas áreas associadas ao meio artístico e cultural português: Albano Jerónimo, Álvaro Correia, Beatriz Batarda, Carlos Avilez, Catarina Barros, Cristina Carvalhal, Inês Barahona, John Romão, José António Tenente, Marta Carreiras, Mónica Garnel, Nuno Cardoso, Rui Horta, Rui Pina Coelho e Tónan Quito.

 

Segundo Tiago Rodrigues, Diretor Artístico do Teatro Nacional D. Maria II, “É de extrema importância a criação de um Prémio anual, atribuído por um júri de pares, que dá expressão ao modo como a comunidade teatral portuguesa valoriza os jovens criadores.”

 

Para Inês Simões, Diretora Comunicação Corporativa e Marca do Grupo Ageas Portugal, “Este prémio é mais um passo do Grupo Ageas Portugal no incentivo do trabalho artístico, neste caso, no âmbito teatral. É também uma das muitas iniciativas do Grupo Ageas Portugal no apoio a jovens talentos, que noutros projetos estendemos a áreas tão variadas como as artes, a literacia, projetos sociais ou mesmo na área do desporto.”

 

Na avaliação dos artistas selecionados para este Prémio Revelação, serão tidos em conta os seguintes critérios:

  • Qualidade da sua prestação artística no ano a que se refere o prémio;
  • Contributo da sua prestação artística para o desenvolvimento e fortalecimento da área teatral;
  • Capacidade de crescimento e valorização da sua carreira, nacional e internacionalmente;
  • Introdução de elementos de inovação ou diferenciação na sua prática profissional.

 

O Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II é uma das iniciativas desenvolvidas em parceria entre o D. Maria II e o Grupo Ageas Portugal, no âmbito de uma parceria a três anos entre as duas entidades, anunciada em maio deste ano, que tem como objetivo de fortalecer o serviço público de cultura prestado pelo Teatro.

 

“A Herdade” é o filme português candidato aos Óscares do próximo ano

A longa-metragem “A Herdade”, do realizador Tiago Guedes e do produtor Paulo Branco, foi o filme escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema (APC), para representar Portugal nos Óscares 2020, na categoria de Melhor Filme Internacional.

Após a sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d'Oro para Melhor Realização, o filme encontra-se agora no Festival de Toronto TIFF, marcando a primeira vez que um filme português é seleccionado para a secção Special Presentations do festival.

Com estreia em Portugal marcada para o dia 19 de setembro, "A Herdade" conta a saga de uma família portuguesa, proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do Rio Tejo, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira do nosso país, entre os anos 40 e os dias de hoje. Integram o elenco atores bem conhecidos do público português, como Albano Jerónimo, Sandra Faleiro, Miguel Borges e Victoria Guerra.

Para o Presidente da APC, Paulo Trancoso, “Nos últimos dois anos o cinema português tem vindo a afirmar-se no plano nacional e internacional, não só por manter uma presença constante e destacada em festivais de cinema onde Portugal não participava há vários anos, mas também pelo crescente número de espectadores que acorrem às salas para ver filmes portugueses” e prosseguiu “Este ano, até agora a produção nacional levou às salas cerca de 490 mil espectadores, um aumento impressionante face aos 145 mil espectadores contabilizados no mesmo período em 2018. Todos os filmes que estavam nomeados à candidatura de Portugal para os Óscares - "Raiva" de Sérgio Tréfaut, "Parque Mayer" de António-Pedro Vasconcelos e "Variações" de João Maia – são filmes que demonstram a vitalidade e diversidade inequívoca do cinema português

A 92.ª cerimónia de entrega dos Óscares decorrerá no dia 9 de fevereiro de 2020, no teatro Dolby, em Los Angeles. Durante o evento, a Academia Americana de Cinema distribuirá prémios em 24 categorias.

"A Herdade" é o filme português candidato aos Óscares do próximo ano

A longa-metragem “A Herdade”, do realizador Tiago Guedes e do produtor Paulo Branco, foi o filme escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema (APC), para representar Portugal nos Óscares 2020, na categoria de Melhor Filme Internacional.

Após a sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d'Oro para Melhor Realização, o filme encontra-se agora no Festival de Toronto TIFF, marcando a primeira vez que um filme português é seleccionado para a secção Special Presentations do festival.

Com estreia em Portugal marcada para o dia 19 de setembro, "A Herdade" conta a saga de uma família portuguesa, proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do Rio Tejo, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira do nosso país, entre os anos 40 e os dias de hoje. Integram o elenco atores bem conhecidos do público português, como Albano Jerónimo, Sandra Faleiro, Miguel Borges e Victoria Guerra.

Para o Presidente da APC, Paulo Trancoso, “Nos últimos dois anos o cinema português tem vindo a afirmar-se no plano nacional e internacional, não só por manter uma presença constante e destacada em festivais de cinema onde Portugal não participava há vários anos, mas também pelo crescente número de espectadores que acorrem às salas para ver filmes portugueses” e prosseguiu “Este ano, até agora a produção nacional levou às salas cerca de 490 mil espectadores, um aumento impressionante face aos 145 mil espectadores contabilizados no mesmo período em 2018. Todos os filmes que estavam nomeados à candidatura de Portugal para os Óscares - "Raiva" de Sérgio Tréfaut, "Parque Mayer" de António-Pedro Vasconcelos e "Variações" de João Maia – são filmes que demonstram a vitalidade e diversidade inequívoca do cinema português

A 92.ª cerimónia de entrega dos Óscares decorrerá no dia 9 de fevereiro de 2020, no teatro Dolby, em Los Angeles. Durante o evento, a Academia Americana de Cinema distribuirá prémios em 24 categorias.