Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

V Festival Internacional de Piano de Oeiras I 26 de Junho a 31 Julho

Cartaz.jpeg

 
A música clássica regressa em grande ao concelho de Oeiras em Junho, para a 5ª edição do Festival Internacional de Piano de Oeiras - Fipoeiras. 
 
A decorrer no Auditório Ruy de Carvalho, em Carnaxide, a iniciativa é o resultado de uma parceria entre a Academia de Música Flor da Murta e a Câmara Municipal de Oeiras. Com início a 26 de Junho e o fecho a 31 de Julho, os recitais decorrerão ao domingo (com a exceção do de 9 de julho, sábado), normalmente às 18 horas (com exceção do concerto inaugural, de 26 de junho, marcado para as 21 horas).
 
A entrada é gratuita, mas, para assistir, é necessário reservar o bilhete através do site oficial do evento, que nesta edição conta com as presenças do belga Jan Michiels, dos russos Olga Kern e Nikolai Luganskydo cubano Jorge L. Pratse dos portugueses António Rosado Teresa da Palma Pereira, que é também a diretora artística do Festival.
 
Apostado em superar a exclusão cultural a que muitos cidadãos continuam a estar sujeitos no que toca à chamada música erudita, Festival Internacional de Piano de Oeiras pretende proporcionar ao grande público o acesso aos compositores clássicos e aos grandes intérpretes da atualidade.  
 
Na abertura do Festival, será homenageada uma personalidade que se tenha distinguido no domínio da chamada música erudita, selecionada pela Direção da Academia de Música Flor da Murta. Em anos anteriores, a escolha recaiu em Mário Vieira de Carvalho, Jorge Moyano, José Atalaya e José Fortes. Trata-se de uma justa homenagem a todos os que se empenham para que o direito à cultura não seja letra morta.
 
Tal como nas anteriores edições, Festival Internacional de Piano de Oeiras promove masterclasses destinadas a jovens pianistas e alunos avançados de escolas portuguesas e estrangeiras a serem realizadas no belo espaço do Palácio da Flor da Murta.

FESTIVAL PANDA ARRANCA SÁBADO NA MAIA

O maior evento infantil em Portugal faz 15 anos

image004 (1).png

Estamos já em contagem decrescente para o arranque da 15ª edição do maior evento infantil em Portugal, o Festival Panda, que a partir do próximo sábado, 25 de junho, na Maia irá reunir os personagens mais acarinhados pelas crianças portuguesas em nove espetáculos dedicados ao tema “Viva a Amizade”.

 

Esperam-se dias de pura euforia nos espetáculos de palco e através das diversas animações e atividades disponíveis no recinto da Maia (Estádio Municipal Dr. José Vieira de Carvalho) nos dias 25 e 26 de junho e em Oeiras (Parque dos Poetas), nos dias 1, 2 e 3 de julho, com duas sessões diárias, à exceção do dia 1 de julho, que contempla apenas uma sessão pelas 15h30.

Exposição de surf une desporto, arte e ambiente no Oeiras Parque

Surf Art 4.jpg

Até 30 de junho, o Oeiras Parque vai apresentar uma exposição única sobre o surf nacional, com o apoio da Federação Portuguesa de Surf, da artista Kruella dEnfer, embaixadora desta exposição, e a curadoria da State of the Art, criando uma ligação entre o mundo da arte, o desporto de eleição da Linha e o ambiente. 

 

Esta mostra, intitulada Surf Art”, irá dar a possibilidade aos seus visitantes de verem ao vivo as pranchas de competição de atletas de renome, como Tiago Pires e Nuno Vitorino, e ainda duas pranchas sustentáveis, feitas a partir de cortiça, da autoria do conhecido shaper LaCrAu: uma réplica da prancha produzida para o surfista Garret MacNamara, com a qual surfou o Canhão da Nazaré, e ainda um protótipo de alta performance. 

 

Para além das pranchas referidas, o Oeiras Parque irá também expor uma obra de arte única e impactante, numa prancha propriedade da Barbeau, feita com lixo proveniente da praia. Esta é umaintervenção do artista Bruno Costa,do Mar de Experiências,que usa a arte com o objetivo de consciencializar para a poluição marinha.  

 

Surpreendendo quem por lá passar, o shopping apresenta, ainda, pranchas de surf com pinturas originais e exclusivas realizadas por vários street artists reconhecidos: Daniel Eime, Gonçalo MAR, Half Studio, Miguel RAM, Pantónio, Slap SkTr, Vanessa Teodoro e Vile e, ainda, da artista visual e ilustradora portuguesa Kruella dEnfer, embaixadora deste projeto.  

 

Eternizando o desporto preferido da Linha, a exposição conta também com uma coleção de fotografias com os melhores, e decisivos, momentos de surf protagonizados por surfistas portugueses, como Afonso Antunes, Frederico Morais, Mafalda Lopes, Teresa Bonvalot, Tiago Pires, Vasco Ribeiro e, ainda, o atleta Nuno Vitorino como atleta representante do surf adaptado. Tudo isto no piso 2 do Oeiras Parque. 

 

Os visitantes poderão ver ainda no piso 1 a prancha que o surfista Nic Von Rupp costuma usar para surfar as ondas gigantes da Nazaré. No local, também é possível saber como concorrer a uma prancha de competição Pyzel Surfboard, usada pelo atleta na Praia Grande, em Sintra, onde costuma surfar. O passatempo vai decorrer no Instagram de Nic Von Rupp entre os dias 19 e 31 de maio, com resultado a ser publicado a 2 de junho. 

 

O Oeiras Parque prepara-se para receber esta ação de rigor cultural, com uma mensagem sustentável, que pretende consciencializar e promover comportamentos nos visitantes para práticas ambientais mais ecológicas e sustentáveis. 

 

A exposição Surf Art” poderá ser visitada entre as 10h00 e as 23h00, de dia 12 de maio a 30 de junho

Exposição sustentável: "From Sea Garbage to Art" - TAGUSPARK | Obras de arte em exposição criadas a partir de chinelos de borracha encontrados no oceano

Obras de arte em exposição criadas a partir de chinelos de borracha encontrados no oceano.

 

RC101344.jpg

 

Se visitar o Taguspark – Cidade do Conhecimento até final do mês, é bem provável que se depare com um leão ou um elefante… feito de chinelos de borracha.

 

Fruto de uma parceria entre a United to Remake, uma start-up de inovação social portuguesa recentemente integrada na Incubadora Taguspark, e a ONG Ocean Sole, a exposição “From Sea Garbage to Art” apresenta um conjunto de 27 obras de arte criadas a partir de chinelos de borracha encontrados no oceano. Com entrada gratuita, vai estar patente no Núcleo Central do Taguspark, em Oeiras, de 10 até 31 de maio de 2022.

 

Entre os novos habitantes do ecossistema Taguspark encontram-se elefantes, peixes, girafas e até leões criados por artesãos no Quénia, sede da Ocean Sole, a partir de chinelos encontrados no mar. No último ano, este projeto de âmbito sustentável reciclou mais de 1 milhão de chinelos e criou perto de 100 empregos diretos.

 

A exposição “From Sea Garbage to Art”, inaugurada a 10 de maio, pode ser visitada até 31 de maio, de segunda a sábado das 9h às 19h (exceto domingos e feriados).

 

Este projeto nasceu de uma parceria entre a United to Remake, que tem como objetivo trabalhar novas formas de reciclagem e upcycling, e a Ocean Sole, uma ONG sediada no Quénia que desenvolve um trabalho de transformação de chinelos descartados apanhados no mar e rios em obras de arte.

 

A presença das artes e cultura no Taguspark – Cidade do Conhecimento insere-se no contexto do MAU – Museu de Arte Urbana, que tem por objetivo promover o pensamento crítico e é um convite à reflexão sobre a sociedade atual.

Farmácia Oeiras Figueirinha volta a promover a caminhada “Vamos dar corda aos sapatos!”

 

A Farmácia Oeiras Figueirinha, das Farmácias Holon, volta a organizar a caminhada “VAMOS DAR CORDA AOS SAPATOS”, este ano, no âmbito das celebrações do Dia Internacional da Família. Esta iniciativa realiza-se no dia 14 de maio e promete inspirar para um estilo de vida saudável em família!

 

Pelo terceiro ano e após dois anos de pandemia, a Farmácia Oeiras Figueirinha organiza uma caminhada pela saúde e bem-estar da sua comunidade. O local proposto para o itinerário é o Parque dos Poetas, que terá postos de paragem nos diferentes anfiteatros do parque com apelo à proteção solar, à hidratação e snacks saudáveis, e ainda uma aula de dança no final do percurso.

 

“Gostaríamos de voltar a proporcionar à comunidade uma manhã diferente e por isso, como forma de celebrar o Dia Internacional da Família, propomos uma breve caminhada pelo Parque dos Poetas a terminar com uma aula de dança e algumas dinâmicas inseridas na promoção de saúde, nomeadamente nutrição, cuidados com a pele e proteção solar”, explica a Dra. Ana Valério, Diretora Técnica.

 

A caminhada decorre entre as 9 horas e as 12 horas, com ponto de encontro junto ao edifício da farmácia, na Av. Moçambique 12A, Oeiras, e os interessados devem realizar a sua inscrição diretamente com a farmácia (Telefone: 93 540 51 31; E-mail: farmacia.holon.oeiras@grupo-holon.pt).

 

Benefícios da caminhada:

  • Reduz os fatores de risco das doenças cardiovasculares;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Previne a osteoporose;
  • Aumenta a sensação de bem-estar;
  • Ajuda na manutenção de um peso saudável e prevenção da obesidade;
  • Fortalece todos os músculos do corpo;
  • Melhora a postura corporal.

TRAVESSIA DAS LETRAS - 2ª. festa infantojuvenil da língua portuguesa de 16 a 22 de maio, em Oeiras com entrada livre

image003.jpg

TRAVESSIA DAS LETRAS
A 2ª. festa infantojuvenil da língua portuguesa, irá decorrer entre os dias 16 e 22 de maio no Templo da Poesia/ Parque dos Poetas, em Oeiras

No bicentenário da Independência do Brasil, a literatura infantojuvenil nacional é ponto de partida na Travessia das Letras para celebração que envolve artistas lusófonos

Outras artes como cinema, teatro, música e culinária também são protagonistas do evento que irá receber artistas, personalidades e referências da cultura brasileira como
Pedro Luis, Daniel Munduruku, Roberto Bontempo e Miriam Freeland, Ciça Fittipaldi e Teatro Tablado.

Saci Pererê, Macunaíma, Teatro Tablado, ritmos brasileiros, indígenas, culinária, história, literatura de cordel, todos estes personagens e temas estarão reunidos a partir do próximo dia 16 de maio na 2ª edição da Travessia das Letras – Festa Infantojuvenil da Língua Portuguesa que vai decorrer  entre os dias 16 e 22 de maio no Templo da Poesia/ Parque dos Poetas, no município de Oeiras, Portugal.

O evento tem entrada livre entretanto as inscrições para as oficinas, para o público em geral e alunos de escolas públicas e privadas, devem ser feitas através do e-mail travessiadasletras2022@gmail.com. De 2a a 6a-feira, além do público tradicional, estarão presentes os alunos pré-agendados das escolas com o Oeiras Educa ( www.oeiraseduca.pt). Serão alunos do Jardim de Infância ao Ensino Secundário da rede municipal de Oeiras / PT.

A Travessia nasceu a partir do desejo de aproximar culturas que compartilham a língua portuguesa, idioma oficial em países como Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, que espalhados por 4 continentes, reúnem mais de 250 milhões de pessoas que falam o idioma português.

Diversos escritores portugueses que também irão narrar as obras brasileiras vão receber seus irmãos brasileiros na celebração que tem como mascote, desde a edição de 2019, o Polvo Zé, criado pela escritora e ilustradora brasileira, Mariana Massarani. Entre os portugueses que participarão da Travessia através de suas obras estão Luisa Decla Soares, Mario de Carvalho, Inês Fonseca Santos, João Maio Pinto, além da jornalista Rita Pimenta, entre outros convidados.

O evento, cuja 1ª edição aconteceu no ano de 2019, conta com o patrocínio da Câmara Municipal de Oeiras em Portugal e do município de Oeiras, no Piauí, cidades-irmãs. Com pouco menos de 40 mil habitantes, Oeiras no Piauí foi identificada pela UNESCO, em 2021, como case de gestão educacional inovadora, o que motivou a Organização a promover uma pesquisa para investigar as razões do sucesso do município: “Boas Práticas de Gestão em Educação Municipal: o caso de Oeiras (PI)”.

E por estar alinhada com o mandado da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), além de possuir convergência com as diretrizes e princípios da Organização nos campos da cultura, desenvolvimento social e cidadania global, a travessia tem ainda o apoio da Representação da UNESCO no Brasil, e os apoios institucionais da Missão do Brasil na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), do Plano Nacional de Leitura (PNL2027) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), estas duas últimas organizações portuguesas.

“Sua realização em Portugal sugere o caminho inverso ao do percorrido pelo idioma, promovendo o intercâmbio, atiçando a curiosidade, estimulando a criatividade e expandido o imaginário pelo universo lúdico e onírico da literatura infantojuvenil”, observa a idealizadora da festa infantojuvenil, Claudia Pinheiro, da Dois Um, empresa luso-brasileira, que já trouxe para Portugal outros grandes projetos como “Arquitetura Portuguesa no Traço de Lúcio Costa”, montada em Lisboa em 2013, ano do Brasil em Portugal.

A programação terá, desta vez, por solicitação da Câmara Municipal de Oeiras – Portugal, ênfase no Brasil por conta do Bicentenário da Independência do Brasil.“Vamos ampliar a Festa da Língua Portuguesa para além das atividades relacionadas à literatura, agregando outras expressões artísticas tais como teatro infantil, cinema de animação e música, sempre com o ponto de partida a literatura infantojuvenil celebrando grandes nomes brasileiros que irão interagir com nomes relevantes de Portugal”, conclui Cláudia.

Entre os artistas e atrações brasileiras presentes, haverá Oficina Teatral da Peça Pluf, o Fantasminha, de Maria Clara Machado (homenageada por seu centenário), ministrada por Cacá Mourthé e Ricardo Kosovki; Daniel Munduruku, que recebeu menção honrosa do Prêmio Literatura para Crianças e Jovens na Questão da Tolerância da ONU ( Organização das Nações Unidas); oficina de ritmo brasileiro, com Pedro Luis, que a partir de “Carinhoso”, uma das canções mais importantes da obra do maestro, instrumentista e compositor Pixinguinha, construirá uma atividade percussiva infantojuvenil, usando um dos mais simples e geniais ritmos brasileiros, a marcha-rancho, além da encenação do livro “Ideias para adiar o fim do nundo”, de Ailton Krenak, com a atuação dos atores Roberto Bomtempo e Miriam Freeland, entre outras.

 “Faremos narrações de histórias e leituras dramatizadas de vários clássicos infantojuvenis brasileiros”, antecipa a jornalista, escritora e curadora da Travessia, Luciana Savaget - autora de “Nossas histórias são suas histórias” - que participará de um debate com Stefania de Brito, escritora luso-brasileira, autora de “Uma Aventura Hospitalar” .

A Travessia das Letras vai acontecer de 16 a 22 de maio das 9h30 às 18h, no Templo da Poesia/ Parque dos Poetas, em Oeiras, Portugal, com entrada livre.

Siga o evento nas redes sociais: https://www.facebook.com/travessiadasletras  e @travessiadasletras

 SERVIÇO:

Travessia das Letras - 2ª Festa infantojuvenil da Língua Portuguesa
Local: Templo da Poesia/ Parque dos Poetas , em Oeiras
Datas; de 16 a 22 de maio (de segunda-feira até domingo)
Horário: das 9h30 às 18 horas
Inscrições para as oficinas:travessiadasletras2022@gmail.com
Entrada Livre

Conferência -Deuses egípcios 6: Hórus

descarregar (1).jpg


CONFERÊNCIA
| DEUSES EGÍPCIOS - HÓRUS 
por JOSÉ CARLOS FERNÁNDEZ


CONFERÊNCIA - 5 maio de 2022 às 19.30H



Ciclo de Conferências: «DEUSES EGÍPCIOS»

«Hórus é, juntamente com Ísis e Osíris, o deus mais importante do Egipto, até ao ponto dos Faraós governarem em seu nome. E quando um Faraó morria e começava a reinar o seguinte, fazia-se a cerimónia de passagem do Ka de Hórus, para que pudesse exercer o seu governo com legalidade e justiça, sendo o representante de Deus na terra de Kem. É também símbolo da luz solar, do III Logos - no contexto da cosmovisão neoplatónica - do Herói Interior ou Eu superior (Manas), filho do Eu Divino (Osíris).  (José Carlos Fernández)

CICLO DE CONFERÊNCIAS SOBRE OS DEUSES EGÍPCIOS

«A religião egípcia é de grande beleza e profundos significados. Frutos das Escolas de Mistérios, os seus símbolos velam ensinamentos sobre a Natureza, a Alma e a Vida, que mantêm toda a actualidade nos nossos dias. Certamente que o conhecemos não será praticamente nada em comparação com o que aprendia o mais humilde dos discípulos ou fiel destes cultos. No entanto, podemos conhecer algumas coisas por analogia com outros simbolismos, pelos próprios textos egípcios e sobretudo pelo esforço dos filósofos gregos e das escolas neoplatónicas, e inclusivamente por certas tradições herméticas conservadas até aos nossos dias. Por exemplo: "Ísis sem Véu" de H. P. Blavatsky (1831-1891), pelos livros e conferências do Professor Jorge Ángel Livraga (1930-1991) e outros autores como Schwaller Lubicz (1887-1961).
Isto permite-nos não só penetrarmos na beleza dos seus mitos e símbolos, mas também extrair ensinamentos através da sua Filosofia e cosmovisão. Analisaremos também em cada um destes Deuses, os seus nomes, hieroglifos e epítetos, uma vez que em diferentes chaves cada um tem significados muito diferentes e complementares.» (José Carlos Fernández)


Sessões às 19h30, em Oeiras
1 - Ísis (24/9/2019)
2 - Osíris (12/11/2019)
3 - Sekhmet (21/01/2019)
4 - Ptah (03/03/2020)
5 - Hathor (17/03/2022)´
6 - Hórus (5/5/2022)
7 - Amon
8 - Mut
9 - Kepher
10 - Jepet
11 - Thot
12 - Seshat
13 - Hapi
14 - Maat
15 - Seth
16 - Selkit
17 - Bes
18 - Neith
19 - Anúbis
20 - Neftis
21 - Montu
22 - Mau (Bastek)
23 - Shu
24 - Nuth
 



INSCRIÇÕES ABERTAS 
Entrada Livre
com Inscrição no formulário:

https://bit.ly/3OHBpxz


Local:
Evento Presencial

Salão Nobre do Palácio Marquês de Pombal, Oeiras -


Orador do evento:
Conferência por José Carlos Fernández
Escritor, investigador e Director Nacional da Nova Acrópole

 

 
Mais informações:
novacropoleoeirascascais@gmail.com
925872778

CONFERÊNCIA| RELIGIÃO E MAGIA NO ANTIGO EGIPTO

descarregar (10).jpg

CONFERÊNCIA
| RELIGIÃO E MAGIA NO ANTIGO EGIPTO
por Antony Capitão


CONFERÊNCIA - 28 ABRIL DE 2022 ÀS 19.30H



Esta conferência terá por base a obra
"RELIGIÃO E MAGIA NO ANTIGO EGIPTO"
do Prof. e Filósofo Jorge Ángel Livraga

VIDE https://edicoes-nova-acropole-portugal.myshopify.com/...

Sobre Jorge Ángel Livraga
https://www.nova-acropole.pt/estructura-e.../fundador/
https://www.facebook.com/profile.php?id=100063474183864


INSCRIÇÕES ABERTAS 
Entrada Livre
com Inscrição no formulário:

https://bit.ly/Religiao_magia_egipto

Local:
Evento Presencial
Sede da Nova Acrópole

Casa da Malta, rua dos Lagares da Quinta, Oeiras

(entrada em frente ao número 15)


Orador do evento:
Conferência por Antony Capitão
Prof. no Curso de Filosofia Prática
na Nova Acrópole Oeiras-Cascais

 

 
Mais informações:
novacropoleoeirascascais@gmail.com
925872778

Dia da Terra // Concerto de piano // Conferência e recital em louvor a Gaia

descarregar (2).jpg


 



CONFERÊNCIA/RECITAL - 22 ABRIL DE 2022 ÀS 19.30H

«Será a Terra um Ser Vivo?»
Conferência pelo investigador Paulo Loução
«Louvor à Terra»
Declamação do texto de Delia Guzmán pelo Grupo de Artes Orpheu
RECITAL DE PIANO pelo pianista Jorge Fontes



INSCRIÇÕES ABERTAS 

Entrada Livre
com Inscrição no formulário:

https://bit.ly/3O7gKmd


Local:

Palácio dos Aciprestes - 
Av. Tomás Ribeiro, n.º 18

2795-183 Linda-a-Velha

 

PROGRAMA:

«Será a Terra um Ser Vivo?»
CONFERÊNCIA pelo investigador Paulo Loução
«Louvor à Terra»

Declamação do texto de Delia Guzmán pelo Grupo de Artes Orpheu

RECITAL DE PIANO pelo pianista Jorge Fontes, com o seguinte programa:
Robert Schumann (1810-1856)
"Cenas da Floresta" opus 82 (excertos) :
- Chegada à Floresta
- Flor Solitária
- O Pássaro Profeta
- Despedida
Frédéric Chopin (1810-1849)
Preludio opus 28 nº 15 "Gota de Chuva"
Franz Liszt (1811-1886)
Anos de Peregrinação, volume I (excertos)
- No Lago de Wallenstadt
- Pastoral
- Écloga

 

 
Mais informações:
novacropoleoeirascascais@gmail.com
925872778

Organização:
Nova Acrópole Oeiras-Cascais

Apoio:
Câmara Municipal de Oeiras

Fundação Marquês de Pombal

Festival Panda está de volta

image004 (2).png

O Festival Pandafaz 15 anos e para assinalar a data, o maior evento infantil em Portugal, irá reunir na Maia e em Oeiras, a partir de dia 25 de junho, os personagens mais acarinhados pelas crianças portuguesas num espetáculo inteiramente dedicado ao tema da “Viva a Amizade”.

 

Os primeiros espetáculos confirmados decorrem na Maia (Estádio Municipal Dr. José Vieira de Carvalho) nos dias 25 e 26 de junho e em Oeiras (Parque dos Poetas), nos dias 1, 2 e 3 de julho, com duas sessões diárias, à exceção do dia 1 de julho, que contempla apenas uma sessão pelas 15h30.