Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Castelo e Centro Histórico de Palmela - Visitas guiadas e gratuitas de volta em maio

Mercadinhos.jpg

 

Propostas de consumo sustentável e hábitos de vida saudáveis marcam o regresso, no dia 4 maio, dos Mercadinhos de Palmela ao Centro Histórico.

Até dia 5 de outubro, esta iniciativa, promovida pelo Câmara Municipal, vai animar o terraço do Mercado Municipal de Palmela, um sábado/mês, entre as 9h00 e as 13h00.

 

A promoção e venda de produtos locais, biológicos, showcookings de alimentação saudável, sessões e workshops e atividades físicas e de bem-estar são algumas das propostas dos Mercadinhos de Palmela, que pretendem contribuir para a promoção de estilos de vida saudáveis e sustentáveis, além da dinamização comercial do núcleo mais antigo da vila.

 

Para o dia 4 de maio está programada a realização, às 10h00, do workshop “Um Spa em sua casa – receitas caseiras para cabelo, rosto e corpo”, com Manuela Nunes e às 11h00, a atividade Pilates Clínico, com rastreio de coluna e massagem pés ou costas, pela Palclini. As atividades são gratuitas. Mais informações através dos contactos 212336647, grch@cm-palmela.pt<mailto:grch@cm-palmela.pt> e http://centrohistorico.cm-palmela.pt/.

 

 

            Próximas datas:

1 de junho | 6 de julho | 3 de agosto | 7 de setembro | 5 de outubro

 

 

 

3.700 crianças sobem a palco para as Festas de Encerramento do Fantasiarte

Fantasiarte.jpg

 

De 17 a 24 de maio, no Cineteatro S. João

3.700 crianças sobem a palco para as Festas de Encerramento do Fantasiarte

O Cineteatro S. João, em Palmela, recebe, de 17 a 24 de maio, as Festas de Encerramento do Projeto Fantasiarte.

Trata-se de uma iniciativa da Câmara Municipal de Palmela com a Comunidade Educativa, que reúne, ao longo de oito dias, cerca de 3.700 crianças de todos os níveis de ensino, 350 professoras/es e auxiliares e 60 programas artísticos, contando com o envolvimento de todos os Agrupamentos de Escolas e representação das Instituições de Solidariedade Social, entidades de educação e ensino privadas e associações de pais do concelho.

A celebrar 25 anos de existência, este projeto promove a educação pela arte, através da aprendizagem com base na criatividade, na liberdade de expressão, no prazer de aprender e de experimentar caminhos diversos e alternativos, promotores de sucesso.

Enquadrado, entre 2018 e 2020, no “Eu Conquisto o meu Sucesso” – Plano Inovador de Combate ao Insucesso Escolar e no projeto “Palmela é Música”, o Fantasiarte vê reforçada a capacidade de recriar instrumentos, recursos e lugares artísticos, que permitem inovar as aprendizagens com a comunidade educativa.

 

Programa completo das Festas de Encerramento disponível em www.cm-palmela.pt.

 

Proibição de estacionamento de veículos

 

Durante a realização das Festas de Encerramento do Fantasiarte, será interdito o estacionamento de veículos nas vias de circulação rodoviária na vila, nos dias 17, 20, 21, 22, 23 e 24 de maio, entre as 8h00 e as 19h00, nos seguintes locais:

 

Rua Gago Coutinho e Sacadura Cabral:

- Entre a Rua Infante D. Henrique e o Largo de S. João - lado direito da rua, no sentido do trânsito;

- Entre a Travessa de Olivença e o Largo de S. João - lado esquerdo da rua, no sentido do trânsito.

 

A infração estará sujeita a penalização (reboque e coima).

Brinquedos musicais de Hélder Martins para descobrir na Biblioteca de Palmela

Exposição Brincar com a Música.jpg

 

 

“Brincar com a Música” é a nova Exposição que a Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela vai exibir, de 18 de maio a 28 de junho, dando às/aos visitantes a possibilidade de conhecerem a coleção de brinquedos musicais de Hélder Esdras Martins.

Os brinquedos musicais fazem parte da vida da criança desde muito cedo e do seu crescimento. A presença da música no quotidiano da criança e a escuta dos diferentes sons produzidos por estes brinquedos fazem parte do processo de musicalização, de forma intuitiva. Esta exposição percorre culturas e gerações, numa panóplia de sons possíveis de imaginar.

Os brinquedos que vão estar expostos fazem parte da vasta coleção de Hélder Esdras Martins, natural de Pinhal Novo, que se dedica, desde os 16 anos, ao colecionismo. Numa viagem a França, apaixonou-se pela temática dos brinquedos, ao visitar uma exposição. Atualmente, possui cerca de 10 mil peças, numa coleção que integra os mais variados tipos e origens de brinquedos, desde o século XIX. Tem participado em congressos, jornadas e exposições, representando Portugal em diversos países.

Organizada pela Câmara Municipal de Palmela, a Exposição tem entrada livre e vai poder ser visitada no horário de funcionamento da Biblioteca, de terça a sexta-feira, das 10h00 às 19h00, e ao sábado, das 14h00 às 19h00 (encerra aos feriados).

A Exposição integra o “Palmela é Música”, processo de candidatura de Palmela à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da Música.

Ciclo "Semanas das Freguesias 2019" avançam com Palmela

Semana de Palmela.jpg

 

Entre 20 e 24 de maio, o Município de Palmela promove a Semana da Freguesia de Palmela, no âmbito do ciclo de trabalho descentralizado, que irá prolongar-se até junho. Além da habitual reunião de trabalho entre executivos de Câmara e Freguesia, o programa inclui visitas a obras, empresas e  associações, com destaque para a obra de consolidação das encostas do Castelo, Espaço de Jogo e Recreio do Padre Nabeto, EB de Brejos do Assa, Associação de Moradores do Lau, Idolos da Baixa e Santa Casa da Misericórdia de Palmela.

 

A reunião pública quinzenal decorre no dia 23, quinta-feira, às 21h00, no Grupo Desportivo da Volta da Pedra, com o período destinado à participação do público a abrir a sessão. O Executivo Municipal com pelouros atribuídos realiza atendimento, durante a manhã de dia 24, sexta-feira, mediante marcação prévia, até às 12h00 de dia 23, através do telefone 212 336 650.

VIII Encontro assinala 30 anos de investigação sobre Ordens Militares em Palmela

Ordens Militares.jpg

 

Inscrições abertas

O VIII Encontro sobre Ordens Militares – uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Palmela, com o alto patrocínio do Presidente da República – decorrerá de 12 a 16 de junho, no Cineteatro S. João e na Biblioteca Municipal de Palmela, com o tema “Ordens Militares, Identidade e Mudança”.

Este ano, perfazem 30 anos da realização, em Palmela, dos Encontros sobre Ordens Militares, um  caminho consolidado e com resultados reconhecidos a nível nacional e internacional, que tem congregado dezenas de investigadoras/es em torno do debate científico.

O VIII Encontro está organizado em seis sessões: a primeira sessão dará conta do progresso no estudo das Ordens Militares nos vários países;  a espiritualidade e a vida religiosa das ordens será tratada na segunda sessão; a terceira sessão abordará os espaços de vida dos freires – casas, conventos, igrejas – pelo olhar da história, da arte, da arqueologia; a sessão transversal a todos os Encontros é a que analisa os vários tipos de poderes, os seus meandros, interrelações e o papel que neles desempenha frequentemente a diplomacia (quinta sessão); outras dimensões, menos trabalhadas, merecem especial atenção neste Encontro: a relação dos freires com o outro e os outros, não-cristãos e cristãos, os olhares de um e de outro lado (quarta sessão), bem como a sociologia das ordens, as redes de interesse e as mobilidades (sexta sessão).

O programa inclui, ainda, duas mesas-redondas: de evocação dos 700 anos da Ordem de Cristo e de reflexão crítica sobre o impacto da obra francesa «Dicionário das Ordens Militares Europeias na Idade Média» e visitas de estudo, que permitirão aos participantes conhecer duas importantes Casas de Ordens Militares em Portugal - o Convento de Cristo, em Tomar, o Convento de Santos-o-Novo da Ordem de Santiago, em Lisboa e, ainda, em Setúbal, uma notável produção retabular do tempo do mestre santiaguista D. Jorge.

As inscrições para o VIII Encontro sobre Ordens Militares decorrem até ao dia 7 de junho. As/os interessadas/os deverão enviar o boletim de inscrição, disponível em www.cm-palmela.pt, para o e-mail patrimonio.cultural@cm-palmela.pt e proceder ao pagamento, no dia 12 de junho, no balcão do secretariado. Em alternativa, podem inscrever-se presencialmente (na sacristia da Igreja de Santiago, Castelo de Palmela) ou remeter o impresso por correio acompanhado do cheque endossado â Câmara Municipal de Palmela.

            Programa provisório e ficha de inscrição (incluindo formulário para participação, com proposta de poster, disponíveis em www.cm-palmela.pt. Mais informações (Gabinete de estudos sobre a Ordem de Santiago) – telef. 212336640 e e-mail patrimonio.cultural@cm-palmela.pt.

 

 

“Álbum de Família” chega a Poceirão e Marateca

Álbum de Família.jpg

 

Depois de Palmela, Pinhal Novo e Quinta do Anjo, o Projeto “Álbum de Família”, desenvolvido pela Câmara Municipal de Palmela, chega agora a Poceirão e Marateca.

Ao longo do mês de maio, vão realizar-se quatro sessões públicas, que pretendem, à semelhança das anteriores, sensibilizar a população para a importância da partilha dos seus álbuns particulares e, simultaneamente, recolher informação que contextualize cada uma das fotografias, como forma de registar a história económica e social do concelho, no século XX.

A Autarquia desafia as/os munícipes a ajudarem a construir o Álbum de Família de Poceirão e Marateca, participando nas sessões públicas de projeção de fotografias e registo de memórias, levando os seus álbuns pessoais, identificando nomes e assinalando datas e factos. Mais informações: arquivo.municipal@cm-palmela.pt ou 212 336 313 (das 8h30 às 12h00 e das 13h00 às 16h30).

 

Sessões “Álbum de Família” em Poceirão e Marateca

 

8 de maio | 10h30 | Junta de Freguesia de Poceirão

12 de maio | 15h00 | Espaço Multiusos de Águas de Moura

25 de maio | 15h00 | Centro Cultural de Poceirão

29 de maio | 15h00 | Espaço Multiusos de Águas de Moura

 

TELA estreia “A Casa de Bernarda Alba” no Centro Comunitário de Águas de Moura

A Casa de Bernarda Alba.jpg

 

 

 

O TELA - Teatro Estranhamente Louco e Absurdo estreia, a 3 de maio, às 21h30, no Centro Comunitário de Águas de Moura, “A Casa de Bernarda Alba”, com adaptação de texto e encenação de Fernando Casaca. O espetáculo, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, volta a ser exibido no Centro Comunitário de Águas de Moura a 10 de maio e vai estar também em cena no Centro Cultural de Poceirão, a 15 de junho, e no Cineteatro S. João, em Palmela, a 28 de junho, sempre às 21h30.

“A Casa de Bernarda Alba” foi a última peça escrita por Federico García Lorca, dois meses antes de ter sido assassinado, em 1936, e é considerada uma das suas melhores obras. Conta a história de uma mulher autoritária e severa, Bernarda Alba, que após a morte do segundo marido, decreta luto na sua casa e sujeita as filhas à reclusão. Porém, duas delas entram numa disputa pelo amor do mesmo homem, o que culmina em tragédia. Trata-se de um texto que mostra como o poder autoritário e repressivo sobre a liberdade sexual das mulheres gera revolta e luta pela liberdade.

O espetáculo é destinado a maiores de 12 anos. Nos dias 3 de maio e 15 de junho, as entradas são mediante donativo e, a 10 de maio e 28 de junho, têm o valor de 2,5 euros.

 

Ficha artística

 

Encenação: Fernando Casaca

Elenco: Ana Carlos, Ângela Marques, Beatriz Silva, Carla Pereira, Clara Ferreira, Daniela Freitas, George Ardelean, José Marreiros e Rita Cerqueira

 

Palmela celebra Dia Mundial da Dança com iniciativas para diversos públicos

Dança.jpg

 

As comemorações do Dia Mundial da Dança (29 de abril), promovidas pela DançArte/Passos e Compassos, companhia residente no Cineteatro S. João e pela Câmara Municipal de Palmela, decorrem em vários pontos do concelho, entre 24 e 29 de abril. O programa inclui o espetáculo “Dançar Abril”, a iniciativa “Dança ao Largo”, com aulas diversas de participação livre, “Cinema(s) À Volta da Dança”, o “Baile da Liberdade” e um Baile de Danças Tradicionais do Mundo, com os Dahu.

O programa comemorativo abre, dia 24, às 22h00, com o espetáculo “Dançar Abril 2019”, no Centro Cultural de Poceirão, prossegue dia 28, entre as 10h00 e as 17h00, com a iniciativa “Dança ao Largo”, no Largo de S. João, em Palmela, que vai proporcionar aulas diversas de participação livre e encerra dia 29, com a apresentação de cinema(s) “À Volta da Dança”, às 10h00, 14h30 e 18h00, no Cineteatro S. João, em Palmela.

O programa integra, ainda, mais duas iniciativas: no dia 26, às 21h30, o “Baile da Liberdade”, em Águas de Moura, junto ao Sobreiro Centenário, uma iniciativa promovida pela União de Freguesias de Poceirão e Marateca, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, que também faz parte do programa comemorativo do 45.º aniversário do 25 de Abril e dia 28, às 16h00, na Biblioteca Municipal de Palmela, o Baile de Danças Tradicionais do Mundo, com os Dahu, promovido por Leónia de Oliveira, com o apoio da autarquia.

Valorizar a dança e o encontro entre as pessoas, cruzar linguagens e motivar públicos, sublinhando os benefícios da sua prática, são alguns dos objetivos das comemorações do Dia Mundial da Dança.

Mais informações em www.passosecompassos.pt ou 212 336 630.

 

Programa:

 

Dia 24 de abril 

22h00 | Centro Cultural de Poceirão

(exterior)

Dançar Abril

Org: Dançarte/Câmara Municipal de Palmela

 

Dia 26 de abril

21h30 | Águas de Moura (junto ao Sobreiro Centenário)

Baile da Liberdade

Entrada livre

Org: União das Freguesias de Poceirão e Marateca

 

Dia 28 de abril

10h00-17h00 | Largo de S. João, Palmela

Dança ao Largo

Aulas diversas de participação livre

Org: Dançarte/ Câmara Municipal de Palmela

 

Dia 28 de abril

16h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

Baile de Danças Tradicionais do Mundo com Dahu

Org: Leónia de Oliveira

 

Dia 29 de abril

Dia Mundial da Dança

10h00/14h00 e 18h00 | Cineteatro S. João, Palmela

Cinema (s) À Volta da Dança

Org: Dançarte/ Câmara Municipal de Palmela

Arte, memória e festa celebram Abril no concelho de Palmela - Programa comemorativo do 25 de abril com alterações

25 de abril.jpg

 

 

Para celebrar os 45 anos do 25 de Abril, o concelho de Palmela apresenta um  vasto programa de comemorações baseado no trabalho de parceria entre o Município, as Juntas de Freguesia e o Movimento Associativo.

 

Cerca de 45 entidades vão promover um total de 123 eventos, que abrangem as áreas desportiva, cultural, recreativa e associativa.

 

A autarquia promove um conjunto de iniciativas que integram um programa central (ver abaixo), com destaque para os espetáculos, que criadores locais - músicos, maestros, bailarinos, artistas plásticos e população em geral – preparam para o efeito.

 

Refira-se que, devido às previsões meteorológicas de chuva, o espetáculo com Vitorino decorrerá nos Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo e o Espetáculo “Dançar Abril” será realizado no dia 30 de abril. Programa  completo em www.cm-palmela.pt.

 

 

Programa central:

 

De 12 de abril a 10 maio |Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela

Exposição “O 25 de abril na imprensa”

Com esta exposição ficamos a conhecer os principais jornais portugueses que mostram o fim de um regime e abriram caminho à instauração da Democracia em Portugal.

Alguns painéis reconstituem os momentos mais decisivos das operações desencadeadas pelo Movimento das Forças Armadas, de forma a facilitar a leitura e interpretação dos acontecimentos.

 

De 23 de abril a 23 de maio | Escola Secundária de Palmela

Exposição ”PIDE em Pinhal Novo. Para que a memória não esmoreça.”

O fundo documental da PIDE, enquanto polícia política e entidade repressora do regime fascista em Portugal, constitui um importante núcleo de estudo e investigação, para divulgação junto das gerações mais jovens que, felizmente, já não viveram sob o medo e o terror do fascismo, mas a quem importa transmitir a história e os testemunhos desse tempo a que Abril pôs fim.

30 abril | 22h00 | Centro Cultural Poceirão

Dançar Abril 2019

Espetáculo onde a dança se assume como a expressão dos valores de Abril, onde o desafio consiste em criar a simbiose entre o movimento e a liberdade. Num espaço (Poceirão), um momento (Abril) em que as sinergias (Comunidade) se (re)encontram e permitem (re)criar um projeto de todos e para todos. No equilíbrio entre o que cada um pode dar e pode fazer nasce um novo momento, um novo movimento, num encontro de partilhas, que irá permitir voltar a DANÇAR ABRIL.

 

26 Abril |21h30|Auditório Municipal Pinhal Novo

27 Abril |22h00| Centro Cultural Poceirão

Cinema “Raiva” de Sérgio Trefaut

Década de 1950. A vida no Alentejo é difícil. Os trabalhadores rurais, sob o domínio dos grandes proprietários, trabalham de sol a sol e o que ganham muitas vezes não é suficiente para alimentar as suas famílias. Uma noite, depois de ser vítima de uma grande injustiça, um homem perde a razão e transforma-se num assassino…

Com realização de Sérgio Trefaut, “Raiva” é um filme a preto e branco que adapta ao grande ecrã a obra “Seara de Vento” (1958), de Manuel da Fonseca, um clássico do neo-realismo português sobre a pobreza, a opressão e as injustiças sociais que se inspirou num evento verídico acontecido em Beja, em 1930.

Abril com cinema para todas as idades nos equipamentos municipais

Biblioteca Municipal de Palmela.jpg

 

Em abril, a Biblioteca Municipal de Palmela, o Centro de Recursos para a Juventude (CRJ) de Quinta do Anjo e o Auditório Municipal de Pinhal Novo apresentam várias propostas de cinema, para todas as idades.   

A Rede Municipal de Bibliotecas Públicas do Concelho de Palmela volta a convidar as/os pequenas/os munícipes a assistir a divertidas sessões de cinema, nas tardes de sábado. O filme de animação e comédia “Coco”, de 2017, é exibido no dia 6. Esta é a história de Miguel, de 12 anos, que sonha tornar-se um guitarrista famoso, tal como Ernesto de la Cruz, o seu maior ídolo. No entanto, a família desaprova e tenta fazê-lo abandonar a música. Até que Miguel acaba por evocar um encantamento que o leva para o Mundo dos Mortos. Lá, encontra muitos dos seus antepassados, que lhe vão revelar um mistério relacionado com a sua história familiar.

No dia 27, os mais pequenos podem assistir a “As fantásticas aventuras de Tad”, um filme de animação, de 2012. Tad Jones sonhava ser arqueólogo, mas tornou-se um trabalhador da construção civil, em Chicago. Até ao dia em que é confundido com um arqueólogo de renome e enviado para uma perigosa expedição ao Peru, onde vive a grande aventura da sua vida, ao tentar salvar Paititi, a lendária cidade perdida dos Incas.

Ambos os filmes são para maiores de 6 anos e as sessões, de entrada livre, começam às 16h00, na Sala Infantil da Biblioteca Municipal Palmela.

Também os “Filminhos Infantis: sessão de curtas de cinema” prosseguem em abril, desta vez com a exibição de “Viva a Primavera”, para maiores de 3 anos, a 14 de abril, às 11h30, no Centro de Recursos para a Juventude de Quinta do Anjo. A sessão é organizada pela Câmara Municipal de Palmela e tem entrada gratuita.

No Auditório Municipal de Pinhal Novo, destaca-se a exibição do filme “Raiva”, a 26 de abril, às 21h30, integrado nas Comemorações do 25 de Abril. Com realização de Sérgio Tréfaut, “Raiva” é um filme a preto e branco que adapta ao grande ecrã a obra “Seara de Vento” (1958), de Manuel da Fonseca, um clássico do neo-realismo português sobre a pobreza, a opressão e as injustiças sociais, que se inspirou num evento verídico acontecido em Beja, em 1930. Este drama, de 2018, que conta no elenco com nomes como Catarina Wallenstein, Rogério Samora e Herman José, tem 84 minutos de duração e é destinado a maiores de 14 anos. A entrada é gratuita, mediante levantamento de bilhete.

O Cineclube Odisseia leva ao Auditório Municipal de Pinhal Novo, a 17 de abril, às 21h30, “Waking life”, de Richard Linklater, uma viagem de um jovem pelos seus sonhos, que o faz encontrar uma série de personagens que lhe explicam os seus diferentes significados. O filme, de 2001, para maiores de 12 anos, mistura os géneros animação, drama e fantasia e tem 99 minutos de duração. A organização é da Associação Juvenil Odisseia, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela (informações: cineclubeodisseia2017@gmail.com).