Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

EMARP - EXPOSIÇÕES A VISITAR _ SETEMBRO - OUTUBRO 2022

descarregar (3).jpg

 

Coleção de Johanna” é um trabalho impressionista e abstrato, da autoria da artista holandesa Joke van der Steen, que utiliza a técnica do pontilhismo para recriar as típicas festas folclóricas de muitas vilas e cidades portuguesas.

Joke van der Steen nasceu na Holanda em 1956. Fez carreira profissional como documentalista mas aos 45 anos decidiu enveredar pelo mundo das artes.  Em 2001 tornou-se estudante numa Academia de Artes na sua terra natal. No começo, optou por um estilo mais realista mas com o tempo, a sua arte tornou-se mais abrangente, na busca por um estilo próprio. Vive no Algarve desde 2013, integrando o coletivo de artistas “Algarve Society of Artists” e já expôs no nosso país, por diversas vezes, assim como na Holanda. Artista bastante versátil e criativa, Joke tem um trabalho artístico multifacetado, que utiliza diferentes técnicas e materiais, inspirado em temáticas que apelam aos seus sentidos.

 

EMARP - EXPOSIÇÕES A VISITAR _ AGOSTO 2022- SETEMBRO 2022

descarregar (5).jpg

 

Aliando três áreas sobre as quais nutre uma especial paixão, a escrita, a fotografia ´mobile` e a caminhada, Pedro Poucochinho desenvolveu o projeto criativo “Cadernos de Andarilho”. Religiosa e diariamente publica uma fotografia nas redes sociais, Instagram e Facebook, por vezes acompanhada de um texto, que ilustra um instantâneo de uma caminhada realizada na madrugada do domingo anterior pelo autor.

"Despertares de Andarilho" é assim a primeira exposição desse projeto pessoal denominado “Cadernos de Andarilho”, que reúne um conjunto de imagens de paisagens deslumbrantes, captadas e editadas num dispositivo móvel, neste caso um iphone 11, de forma autodidata, ilustrando as caminhadas do fotógrafo.

Pedro Poucochinho não se intitula fotógrafo. Portimonense e com formação académica na área da gestão, com especialização em marketing, nos últimos 20 anos tem trabalhado em comunicação política e autárquica. Atualmente exerce funções de Chefe de Divisão de Informação, Comunicação e Marca, na Câmara Municipal de Portimão. 

Em 2020 conheceu o artista e designer Ji Lee, ex-diretor criativo do Facebook e do Instagram, que após duas horas de conversa o desafiou para criar um projeto pessoal. Foi então que a epifania se revelou e aliando a escrita, a fotografia mobile e a caminhada, Pedro Poucochinho desenvolveu o projeto criativo “Cadernos de Andarilho”.

 

SHOWCASES EDMUNDO INÁCIO, JOÃO LEOTE E D.A.M.A. NO AQUA PORTIMÃO | dias 09, 10 e 16 de julho | entrada livre


SHOWCASES: EDMUNDO INÁCIO, JOÃO LEOTE E D.A.M.A.

AP_PR_3Concertos_SummerIsHere_6720x4480px_A.jpg

Data e Hora: 

Dia 09 às 18h00 – Edmundo Inácio com sessão de autógrafos. Oferta de Polaroid dos fãs com o cantor.

Dia 10 às 19h00 – João Leote com sessão de autógrafos. Oferta de Polaroid dos fãs com o cantor.

Dia 16 às 19h30 – D.A.M.A.

 

Local: Centro Comercial Aqua Portimão - R. de São Pedro 72, 8500-448 Portimão

 

 

Os showcases acontecem na área da restauração, ao ar livre e de acesso livre.

 

Julho arranca com muita música, com os showcases de talentos locais e um grupo consagrado. Os fãs mais sortudos dos D.A.M.A. vão ter duas oportunidades exclusivas de estarem muito perto dos seus ídolos. Há 3 acessos duplos para um Meet & Great e para ganhar basta gostar da página de Instagram do Aqua Portimão, partilhar o post sobre este momento nos stories com tag ao centro comercial e marcar um amigo nos comentários do mesmo. Os vencedores vão ter a oportunidade de privar com os membros da banda num momento intimista.

 

Mas há ainda mais sortudos. Apenas para os membros da APP Aqua Portimão & Eu há um passatempo em que é possível ganhar acesso à Golden Area, uma zona privilegiada perto do palco, e phone sockets da banda.

 

Estes showcases fazem parte da agenda de verão do Aqua Portimão #SummerIsHere que conta ainda com passatempos, ofertas, quiosques temporários, shareable spots, campanhas de ativação na praia, sessões de DJ e muito mais.

 

Mais informações https://aqua-portimao.klepierre.pt/

MUSICAL DO PANDA E OS CARICAS CHEGA A ÉVORA E PORTIMÃO

image004 (3).jpg

 

Portimão e Évora acabam de se juntar a Lisboa, Porto e Guimarães, na digressão nacional que ao longo de seis dias de festa, a partir do dia 11 de dezembro, irá trazer o Musical “Panda e os Caricas”de regresso aos palcos com o novo espectáculo “Na Ilha”.

 

Este novíssimo musical que leva os tão acarinhados Caricas a seis cidades portuguesas, depois de dois anos de interregno devido à pandemia, retrata um momento de férias na Ilha onde, inesperadamente, dão à costa um Pirata e um Papagaio naufragados. Caberá ao grupo encontrar uma forma de devolver os novos amigos à vida aventureira no mar.

 

Na antevisão da 10º edição do musical, acaba de estrear no YouTube do Panda e os Caricas a nova canção “Super Fantástico”, baseada numa versão do músico brasileiro Djavan e que fará parte do repertório do Musical de Natal “Na Ilha”. 

 

Junto enviamos informação complementar.

 

MUSICAL PANDA E OS CARICAS – “A ILHA”

 

11 dezembro – Portimão – 11h e 15h

12 dezembro – Évora – 14h30 e 18h

18 e 19 dezembro – Lisboa – 11h e 15h

26 dezembro – Porto – 14h30 e 18h

2 janeiro – Guimarães – 14h30 e 18h

 

EMARP - Atividades culturais dezembro 2020

IMPULSO SOCIAL

 

Por Teia D'Impulsos
 
Até 8 de janeiro de 2021
Dias úteis das 8h30 às 17h30

transferir (16).jpg

 


Até ao próximo dia 8 de Janeiro pode visitar no espaço público de Atendimento da EMARP a exposição “Impulso Social”, demonstrativa da atividade da Teia D’Impulsos.

Esta exposição mostra o trabalho desenvolvido ao longo dos 9 anos de existência desta associação sem fins lucrativos criada em Março de 2011 e cujo principal objetivo é o desenvolvimento de projetos de cariz social, cultural e desportivo.

Embora a iniciativa mais visível seja a realização, já lá vão 8 anos, da “Rota do Petisco”, uma tradição que normalmente se realiza na época baixa da restauração, que mobiliza grupos de amigos para o petisco mas ao mesmo tempo, e através de um passaporte solidário, já conseguiu angariar 140mil euros para diversos projetos sociais.

Além desta iniciativa, a Teia d’Impulsos, em parceria com o Portimonense Sporting Clube, organiza “À Bola Para Ajudar” em que o bilhete para o futebol são alimentos recolhidos para serem doados a pessoas carenciadas em instituições sociais.

Mas esta associação também dinamiza a “Vela Solidária” que usa este desporto para valorizar a qualidade de vida de pessoas portadoras de deficiência, as férias inclusivas para a comunidade algarvia (o “FICA”) um campo de férias que potencia o desenvolvimento de competências em crianças e jovens com ou sem deficiência, o “HOPE” para melhorar a qualidade de vida dos doentes oncológicos do Barlavento Algarvio, a “Vela Adaptada”, projeto terapêutico desportivo para a inclusão e realização pessoal em pessoas com limitações físicas ou cognitivas, e também estimula os “Convocados para Ajudar”, onde através da entreajuda social de alguns parceiros se angariam alimentos para o Refeitório Social da Nossa Senhora do Amparo.

Com apenas 748 sócios a Teia D’Impulsos já apoiou 39 projetos de índole social que originaram 1.588 ações, com um impacto significativo a nível local e regional. E é este trabalho que está refletido na exposição “Impulso Social”.

EMARP - Exposição "Cutelaria Artesanal" de Pedro Coelho, Hugo Nunes e Christian Goldmann

CUTELARIA ARTESANAL

Exposição de Pedro Coelho, Hugo Nunes e Christian Goldmann

10 de agosto a 11 de setembro de 2020
Dias úteis das 8h30 às 17h30

537e6e8d-b446-4038-b6fb-d5a65a0e08bc (1).jpg

 

Mais do que uma mostra de cutelaria artesanal esta exposição é a celebração da amizade e espírito de entreajuda entre três amigos artesãos, unidos pela paixão pela arte da cutelaria, pelo desejo de criar peças únicas, e pela necessidade de expressar o seu espírito criativo, materializado em forma de facas.

 

EMARP - Atividades culturais agosto 2020

CUTELARIA ARTESANAL

Obras de Pedro Coelho, Hugo Nunes e Christian Goldmann

 
Até 11 de setembro de 2020
Dias úteis das 8h30 às 17h30
 

A exposição de “Cutelaria Artesanal” com obras de Pedro Coelho, Hugo Nunes e Christian Goldmann continua patente no espaço público de Atendimento da EMARP até ao próximo dia 11 de Setembro.

Esta exposição junta três amigos e artesãos que, cada um com o seu estilo, dão corpo à paixão pela cutelaria, criando facas de cozinha, de campo, de caça, grandes, pequenas, canivetes – mas todas diferentes, peças únicas feitas de forma artesanal a partir de aços inox.

As facas expostas apresentam lâminas de várias formas e feitios, mas as facas não têm apenas o aço que corta, também são enriquecidas pelo cabo, que pode ser feito desde madeira a materiais compósitos, com muita imaginação e técnica pelo meio. Além da função para que foram criadas, estas facas são também obras de arte onde o espírito criativo de cada um dos expositores marca o seu estilo próprio.

A mostra junta três artesãos: Pedro Coelho, cuja interesse pela cutelaria nasceu em 2016 quando começou a fazer as primeiras facas de cozinha, juntando duas paixões, a cutelaria e a culinária; Hugo Nunes, com oficina montada num quarto do apartamento onde vive e que começou em 2017 a ver vídeos no YouTube e depois usou serras, limas, muita lixa e muitas horas para produzir as suas facas; Christian Goldmann, que cresceu na África do Sul e sempre teve uma grande ligação ao mato e aos grandes espaços, locais onde uma boa faca era uma ferramenta essencial. Piloto de helicópteros e aviões na Força Aérea sul-africana de onde saiu em 1999 com o posto de Major, em 2007 começou a dar forma à sua paixão pelo fabrico da, como diz, “ferramenta mais antiga utilizada pelo homem”.

A exposição apresenta o que estes artesãos fazem ao pegar numa simples folha de metal, dar-lhe tratamento térmico, usar técnicas de desbaste, fazer diferentes tipos de acabamentos e polimentos de lâminas, trabalhar as peças para o cabo. É muito trabalho, muita dedicação e muitas horas de esforço físico para fazer nascer uma faca, uma obra de arte.
 

EMARP - Atividades culturais julho 2020

"AMIGOS (IM) PERFEITOS"

Exposição fotográfica de Carlos Filipe

 

2bc59303-3211-4f34-b9fa-caed41ae1ed5.jpg

 


Até 7 de agosto 2020
Dias úteis das 8h30 às 17h30
 
No espaço público de Atendimento da EMARP, até ao próximo dia 7 de Agosto pode visitar a exposição “Amigos (im)Perfeitos”, do fotógrafo Carlos Filipe.

Muitos animais vivem, crescem e morrem nas ruas. Por vezes têm sorte e encontram uma família que os adota porque acontece ou porque contactam as associações de defesa dos animais. E estes, são finais felizes.

Agora imaginem um gato cego, um cão sem uma pata. Estes animais, na sua esmagadora maioria, não têm sorte nenhuma. Atrevemo-nos até a dizer que, para muitos de nós, é uma surpresa descobrir que existem animais deficientes.

Estes animais agora existem. E existem (também) porque o Carlos Filipe encontrou o Boris, um cão com dois meses, recolhido na beira de uma estrada com uma corda roída atada ao pescoço e cheio de problemas físicos.

Para Carlos Filipe o Boris foi a inspiração de uma nova paixão na arte de fotografar, a fotografia de animais… e animais especiais. A procura por novos modelos levou o fotógrafo a contactar as associações de defesa de animais que providenciam cuidados veterinários a animais resgatados, muitas vezes em precárias condições de sobrevivência, promovem a esterilização com o objetivo de impedir o aparecimento de novas ninhadas abandonadas nas ruas ou simplesmente arranjam alimentos para os animais que abrigam.

Só que este contacto com as associações mostrou o mundo de dificuldades económicas em que elas se movem. Aí surgiu a ideia de levar a cabo uma sessão fotográfica cujos lucros revertessem integralmente para quem cuida destas animais.

E assim, pela mão e através da objetiva de Carlos Filipe, surgiram os “Amigos (im)Perfeitos”, uma galeria de animais únicos com histórias extraordinárias, muitas vezes pautadas pela tragédia, que enfrentaram as amputações, a cegueira, a paralisia, os traumas originados pela maldade humana - mas que dão exemplos de coragem e provas vivas de amor por quem os acolheu e os abraçou sem olhar às suas diferenças.

Esta exposição oferece ainda aos visitantes a possibilidade de poder, com a ajuda do seu telemóvel, digitalizar o código existente em cada fotografia para assistir ao vídeo sobre cada um dos animais, tornando a experiência muito mais interativa.

EMARP - Exposição ÁGUA-A ESSÊNCIA DA VIDA - Associação Filatélica do Algarve

ÁGUA - A ESSÊNCIA DA VIDA

0d9e0046-bf52-4b75-b2b5-6abcca5d9f64.jpg

 


Exposição de Filatelia da AFAL - Associação Filatélica do Algarve

10 de fevereiro a 13 de março de 2020
Dias úteis das 8h30 às 17h30

Faz este ano precisamente 40 anos que numa reunião tida em Portimão, a 15 de agosto de 1980, um grupo de filatelistas do Algarve e do Alentejo se reuniram e decidiram fundar a AFAL, com a esfera de atuação nas regiões do Alentejo e do Algarve. Ficou sediada em Portimão, com o nome de Associação Filatélica Alentejo Algarve.

O aparecimento da AFA - Associação Filatélica do Alentejo em Estremoz e da Confraria Filatélica Meridional de Évora a abrangerem o espaço Alentejano e a AFAL a exercer, desde sempre, a sua atividade apenas no Algarve, levou a Associação a uma alteração de Estatutos e à supressão da palavra Alentejo a 2 de Outubro de 2019. 

Constituída por escritura pública como Associação Cultural sem fins lucrativos em 5 de março de 1981, organiza nesse mesmo ano uma grande Exposição Internacional do Tema Turismo, a TURIPEX 1981. Ao longo dos anos levou a efeito, Mostras, Salões, Exposições Regionais, Nacionais, Bilaterais e Internacionais, competitivas e não competitivas, Colóquios, Palestras, Programas em rádios locais, Congressos e Feiras em diversos pontos do Algarve.
 
A AFAL não tem descurado a juventude com apoio a Núcleos Juvenis, sempre que solicitada para isso, apoiando-os na realização de eventos filatélicos. Em 2002 realizou a maior Exposição Nacional de Filatelia Juvenil levada a efeito no nosso país com participação da Espanha e França. Envolveu cerca de 3000 jovens de 8 escolas do Concelho de Portimão tendo sido atribuído, a cada escola, um carimbo ilustrado com uma das personagens do Walt Disney.

No campo da marcofilia comemorativa é uma das Agremiações Filatélicas com maior número de marcas postais comemorativas.

A AFAL concorreu e obteve vários prémios na Classe de Literatura, em várias Exposições Nacionais e Mundiais com a publicação de livros, catálogos, revista e no site da internet. A Federação Portuguesa de Filatelia atribui-lhe três Prémios anuais "Carlos Trincão" pela edição de Catálogos de Exposições e um prémio "O Philatelista" pela edição do Mensageiro Filatélico. A Federação Internacional de Filatelia concedeu-lhe, no "FIP Web Sites Competition", nos anos 2000, 2001 e 2002, distinção de três, duas e três estrelas, respetivamente. Ganhou o Prémio Manolo Prieto, realizado em Espanha, nos anos 1996 e 1997, atribuído ao melhor Carimbo Comemorativo de Espanha e de Portugal, emitido no ano anterior. Estes carimbos com temas históricos foram desenhados pelo pintor Júlio Amaro.

Atualmente, em parceria com as outras Agremiações Filatélicas do Algarve, é editada uma revista filatélica on-line, o "Mensageiro do Algarve" e é realizada anualmente, desde 2010, a ALGARPEX - Exposição de Filatelia do Algarve, não competitiva e destinada apenas a naturais ou residentes no Algarve. É realizada por rotação, desde 2010, entre as Agremiações Federadas do Algarve. No passado mês de Novembro realizou-se a 10.ª com 160 quadros e 50 colecionadores.

Com sede própria, gentilmente cedida pela Câmara Municipal de Portimão, possui uma biblioteca filatélica à disposição dos sócios. 

As reuniões mensais, abertas a todos os sócios, são às primeiras terças-feiras de cada mês pelas 21h30 e as sessões de trocas, aos terceiros sábados do mês, das 15h00 às 18h00.

Coleções presentes:

«Água - A Essência da Vida» de José António Oliveira da Costa

«Roteiro Europeu das Águas Termais» de Francisco Leal Paiva

«Biodiversidade é vida» de Luís Brás

«As pontes do mundo» de Domingos Manuel Carrasquinho

«Abastecimento de Água a Lisboa» (Classe Aberta) de José Manuel Pires dos Santos