Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Castelo de Palmela com esgrima histórica a 14 de abril

Esgrima.jpg

No dia 14 de abril, às 10h00, o Castelo de Palmela será o cenário de mais um treino de recriação e esgrima histórica, desta vez, dedicado ao período entre os reinados de D. Manuel I e D. João III.

A iniciativa, com entrada livre e duas horas de duração, é promovida pela Associação de Recriação e Colecionadores de Armas Históricas de Portugal (ARCAHP).

A esgrima histórica conta com o apoio do Município de Palmela.

Há esgrima histórica no Castelo de Palmela a 11 de fevereiro

Esgrima.jpg

No dia 11 de fevereiro, às 10h00, visite o Castelo de Palmela e assista a um treino de esgrima pela Associação de Recriação e Colecionadores de Armas Históricas de Portugal (ARCAHP).

O treino, dinamizado pela seção medieval de recriação histórica, será dedicado ao período do reinado de D. João II e tem entrada livre.

A iniciativa, com duas horas de duração, conta com o apoio do Município de Palmela.

Recue no tempo e assista à apresentação de armamento no Castelo de Palmela!

Recue no tempo e assista à apresentação de armamento no Castelo de Palmela!

Cavaleiros e Peregrinos.jpg

No dia 23 de julho, das 10h00 às 12h00, na Igreja de Santiago (Castelo de Palmela), assista a uma apresentação de armamento e equipamento de época do Grão Mestrado de Dom Jorge de Lencastre, participando na iniciativa “Cavaleiros e Peregrinos: O Caminho do Céu”.

O retábulo da Igreja de Santiago apresenta informação rica e variada sobre esta época. Um dos painéis tem a representação de Santiago Matamouros, com armadura, montado a cavalo. Através da recriação de uma armadura semelhante, pretende-se explorar as suas características.

A entrada é gratuita e haverá momentos de interação com o público e convite à reflexão conjunta sobre os princípios e regras da Ordem de Cavalaria.

A iniciativa é organizada pela Associação de Recriação e Colecionadores de Armas Históricas de Portugal e conta com o apoio da Câmara Municipal de Palmela.

 

Arruda dos Vinhos regressa ao séc. XIX através do Mercado Oitocentista

destaque_site.jpg

Nos dias 2, 3 e 4 de junho, Arruda dos Vinhos recebe a 8.ª edição do Mercado Oitocentista, um evento de recriação histórica com mostra de costumes, artes, ofícios, gastronomia e venda de produtos, recriando um mercado de rua da região saloia do séc. XIX.

Durante os três dias do evento decorrerão dezenas de animações espontâneas, recriações etnográficas, teatro de rua, danças de época e animações musicais que trarão ao Mercado constante animação e prometem surpreender os visitantes. Acompanha com a Mostra Gastronómica “Ementa Oitocentista”, em dez restaurantes aderentes que nos trará os sabores de época. Este é um evento para toda a família que conta também com espaços pensados para os mais pequenos como um carrossel artesanal, os animais da quinta e uma oficina de teares.

 

Assista a demonstrações de Esgrima Histórica no Castelo de Palmela!

Espatários.jpg

A iniciativa “Espatários: Esgrima com História” vai reunir associações de praticantes de Esgrima Histórica de todo o país no Castelo de Palmela, a 23 de outubro. Das 10h00 às 12h30 e das 15h00 às 17h30, assista a demonstrações desta arte, na sua componente desportiva, com entrada gratuita.

A iniciativa é organizada pela Esgrima Sadina (Secção de Esgrima do CF Sadinos), com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. No âmbito desta parceria, o Castelo de Palmela tem sido palco, nos últimos meses, de demonstrações regulares de Esgrima Histórica, de participação gratuita, que têm atraído muitas/os visitantes, proporcionando-lhes a oportunidade de conhecerem melhor esta modalidade na sua vertente artística e desportiva e interagirem com figuras históricas.

Esgrima Histórica no Castelo de Palmela reagendada

Esgrima Histórica.jpg

 

 

A demonstração de Esgrima Histórica marcada para 9 de janeiro, às 10h00, no Castelo de Palmela, foi reagendada para 16 de janeiro, à mesma hora.

Esta iniciativa, promovida pela Esgrima Sadina (Secção de Esgrima do CF Sadinos), com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, convida o público a regressar ao passado, assistindo a demonstrações desta modalidade na sua vertente artística e desportiva e interagindo com figuras históricas.

No dia 13 de fevereiro, às 10h00, haverá uma nova demonstração. As sessões têm a duração de 2 horas e são de participação gratuita.

Mercado oitocentista em Torres Vedras no âmbito do festival "Novas Invasões"

 

transferir - 2021-08-28T175144.252.jpg

 

No âmbito da quarta edição do festival Novas Invasões, Torres Vedras vai acolher mais um mercado oitocentista, o qual terá lugar no Largo de Wellington, no Largo de São Pedro e na Rua Almirante Gago Coutinho, entre os dias 2 e 5 de setembro.

Sendo que o festival Novas Invasões é um evento que tem como ponto de partida a evocação da resistência à terceira invasão francesa a Portugal e a construção das Linhas de Torres, o referido mercado expressará a atividade humana na região de Torres Vedras no início do século XIX, rica em vivências e costumes.

Este mercado será recriado por companhias e grupos de teatro profissionais, associações e grupos de recriação histórica, figurantes e operadores locais. No todo, e em conjunto, serão apresentados vários quadros cénicos, constituindo um único espetáculo, permitindo ao público emergir na recriação de uma época.

De referir que vários dos quadros cénicos a apresentar recriarão vivências relacionadas diretamente com a terceira invasão francesa (“Hospital de campanha”, “Guerrilha da terra queimada”, “Vidas do tempo das invasões”, “Bartolomeu Erudito”, “Le cache and seek”, “Mulher do boi” e “Camponês”). Serão ainda apresentados outros quadros cénicos, relativos a vivências quotidianas da região de Torres Vedras no início do século XIX (“Ofícios à época”, “Exposição de animais”, “A vida na taberna” e “Agapito e Ubaldina”).

O mercado oitocentista funcionará nos dias 2 e 3 de setembro das 18h00 às 21h00 e nos dias 4 e 5 de setembro das 15h00 às 21h00.

Tendo em conta o atual contexto pandémico não haverá oferta gastronómica no mercado oitocentista, estando, no entanto, disponíveis menus de gastronomia oitocentista em oito restaurantes do concelho de Torres Vedras (A Colmeia, restaurante do Hotel Golf Mar, Mezza, Moinho do Paúl, O Beirão, O Patanisca, O Tacho e Roots).

Mais informação sobre o festival Novas Invasões pode ser consultada no site do evento.

 
Agenda

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Hospital de Campanha

Faz já quase 3 anos que sofremos com as constantes investidas do exército francês, a resistência aumenta mas com isso aumentam também as baixas de guerra, os recursos escasseiam e os hospitais de Abrantes e Lisboa para além de longe encontram-se sobrelotados. É urgente a prestação de (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Ofícios à época

O Mercado Oitocentista acolherá a recriação de ofícios da época, ricos em cenografia, figurinos e instrumentos típicos de áreas tão distintas como a forja, a fundição, a cozinha, a moagem, os têxteis e a tinturaria, responsáveis pela criação de micro narrativas, inspiradoras de um (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Exposição de animais

A exposição de animais proporcionará momentos de empatia e diversão junto do público. (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

A vida na taberna

O taberneiro entra e abre as portas para arejar as emoções vividas na última noite de copos. A filha do taberneiro que para ajudar o negócio do pai desde a morte da sua mãe, lava o chão e também serve às mesas na hora das refeições. Jovem e inocente mas com todas as suas qualidades de (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Guerrilha da Terra Queimada

Tomadas por um espírito de patriotismo e sobrevivência, as gentes do campo juntam-se para combater o invasor francês, formando grupos de guerrilha para atacar e sabotar as operações inimigas. Para que os franceses não tenham que comer nem onde pernoitar, segue-se uma política de terra (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Vidas do tempo das Invasões

No período das Invasões Francesas haviam diferentes formas de sentir a guerra. Para dar a conhecer esta diversidade foram criadas várias personagens inspiradas nos relatos e memórias da história. Um desfile de personagens irá representar vários papéis, ressalvando a sua importância na (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Agapito e Ubaldina

Agapito e Ubaldina são uma dupla de mercantes e tratantes. Com a sua banca recheada de frutas e legumes, manuseiam os seus produtos com jogos de malabarismo.  Cheios de graça e virtude interagem com o público, proporcionando a este momentos de extrema alegria e boa disposição. (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Bartolomeu Erudito

Bartolomeu Erudito foi capitão português nas batalhas da Roliça e do Vimeiro. Nesta última sofreu uma lesão que o incapacita para a guerra e dedica-se agora a distribuir informação. Traz consigo jornais e panfletos que lê e traduz (quando estrangeiros), conta histórias caricatas da guerra (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Le Cache And Seek

O esconde-esconde é um jogo de crianças, mas será que pode ser jogado por adultos? Pode e deve! Especialmente em tempo de guerra, quando qualquer buraco é uma trincheira e um soldado francês se perde atrás das linhas inimigas. (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Mulher do Boi

É uma mulher que vive aprisionada no mundo do seu quarto pois ao perder tudo nesta invasão dos franceses, desenvolve uma esquizofrenia provocada pelas inúmeras más experiências que sofreu. Agora, nas suas alucinações,  procura o que lhe é mais querido, o seu boi.  Por vezes, em certos (...)

Saber Mais

 

02 setembro 2021 a 05 setembro 2021 | quinta

Camponês

Um homem solitário e transtornado pelos traumas provocados pelas invasões, desenvolve problemas mentais que o levam a encarnar reconhecidas figuras de 1810. As histórias e a postura da personagem serão tão absurdas que provocarão momentos humorísticos. (...)

Saber Mais

18 E 19 DE SETEMBRO | Palmela - Município promove torneios medievais e feira franca

18 e 19 de setembro – Vila de Palmela

Município promove torneios medievais e feira franca

 

 

A vila de Palmela acolhe, nos dias 18 e 19 de setembro, a realização de torneios medievais e uma feira franca de artesanato. O evento, promovido pelo Município de Palmela, com o objetivo de evocar a Feira Medieval, decorrerá na Alameda D. Nuno Álvares Pereira e na zona adjacente do miradouro, próximo do Castelo.

Sob o contexto histórico da  Palmela do século XIV, os espetáculos recriam o ato de um jovem nobre se armar cavaleiro, momento com um significado especial na sociedade da época, constituindo-se como um festim, com torneios e repasto abertos à população. Esta “viagem no tempo” terá, como cenário, o  ano de 1330, em que o jovem escudeiro Afonso Gomes, irmão do Comendador de Palmela, Lourenço Gomes Teixeira, é armado cavaleiro e demonstra as suas qualidades num torneio.

Os torneios decorrerão com sessões diárias, às 11h30 e 17h00, enquanto que a feira franca medieval estará aberta entre as 10h00 e as 19h00, com entradas controladas e em segurança, de acordo com as normas da DGS.

Para assistir aos torneios, com entrada gratuita, deverá reservar bilhete até 16 de setembro, através do email turismo@cm-palmela.pt e levantá-lo até 30 minutos antes do espetáculo, na bilheteira do evento.

Acompanhe as atualizações desta iniciativa em www.cm-palmela.pt.

 

 

 

 

 

Crato| A.Alentejo - Torneio de Armas a Cavalo e animação medieval no Mosteiro de Flor da Rosa 13-14-15 de agosto

Torneio Medieval Crato.jpg

 

Nos próximos dias 13, 14 e 15 de agosto, o Município do Crato organiza a recriação histórica do “Torneio de Armas a Cavalo – Flor da Rosa Medieval”, com um programa vasto integrado na “Cultura em Rede”, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo e cofinanciado por fundos europeus,  na zona exterior do Mosteiro de Flor da Rosa, no Crato. (Programa infra)

Esta iniciativa, com recriações teatrais de ambientes medievais pretende celebrar a relevância que o Mosteiro teve e tem na história do nosso país assim como as personalidades ligadas à região, que marcaram profundamente o património e a cultura do concelho do Crato. Este tipo de eventos permite ainda ensinar história às gerações mais novas de forma lúdica e participada.

As festividades terão início na sexta-feira, dia 13 (pelas 18h00) com uma arruada de arautos e menestréis e terminará pelas 24h00 com a ronda dos aguazis. Já no sábado (dia 14), o programa terá início pelas 16h00 com formações ministradas pelos mesteirais no acampamento castrense. Durante o dia, várias recriações estão programadas: desde um torneio de armas a cavalo (20h00), passando por um teatro de fogo que antecederá o fecho diário. Para domingo, dia 15 de agosto, o cartaz disponibilizará atividades entre as 16 e as 22 horas. O Auto de abertura do arraial e cortejo régio abrirá as hostilidades, que se concluirão com a despedida de El-Rei dos amigos em Flor da Rosa, rumo à capital do reino.

Do ponto de vista turístico, são três dias de eventos pensados para as famílias, que pretendem atrair visitantes que procuram o Alto Alentejo para um fim de semana ou para as suas férias, que, como sabemos, têm sido muito dirigidas para destinos alternativos ao Algarve e ao estrangeiro. O Crato, e toda a região do Alto-Alentejo tem condições de excelência e de segurança para acolher estes visitantes e proporcionar férias com interesse cultural, além de toda a oferta de património natural e gastronómico a ter em conta nestas escolhas”, refere Joaquim Diogo, presidente da Câmara Municipal do Crato.

Programa Completo

Sexta-feira, 13/08

18h - Arruada de arautos e menestréis anunciando as jornadas seguintes

19h - Auto de recebimento e ceia ao emissário régio pelo Prior Lourenço Esteves de Góis em substituição interina do Prior Álvaro Camelo

21h - Novas do Paço e do que mais foi dito sobre essa fazenda

22h - Agasalho de peregrinos e bênção contra os bruxedos noturnos

23h - Teatro de fogo pelos truões

24h - Ronda dos aguazis

 

Sábado, 14/08

16h - Oficinas de formação pelos mesteirais no acampamento castrense; Acolhimento e agasalho dos peregrinos de Santiago de Compostela

17h - Auto de abertura do arraial e cortejo pelo burgo

18h - O rapto das freiras e seu resgaste pela milícia; Bailias e folguedos nos terreiros do mercado

19h - As razões que levaram Gonçalo Vasques Coutinho a pedir o auxílio contra o Infante D. Diniz

20h - Torneio de armas a cavalo por essas mesmas razões

21h - Comeres e beberes de antanho com sabores tradicionais; O encontro de D. João com Álvaro Gonçalves Camelo

22h - Lembranças de Aljubarrota; As bailias sarracenas e mouriscas do reino do Garb

23h- Teatro de fogo: Uma taberna virada do avesso

24h - A roda dos aguazis

 

Domingo, 15/08

15h - Oficinas de formação pelos mesteirais no acampamento castrense

16h - Auto de abertura do arraial e cortejo régio e sua comitiva; Pede-se a bênção da Senhora das Neves e de S. Bento para o burgo.

17h - Novas do Paço: A reconciliação de D. João I com Álvaro Gonçalves Camelo

18h - As razões e métodos da estratégia militar que se titulam como fundamentais para a envergadura de um bom general

19h - Arraial de trovadores e segréis

20h - Torneio de armas a cavalo e adubamento de cavaleiros

21h - Novas do Paço: A fuga de Álvaro Gonçalves Camelo para Castela

22h - El-Rei despede-se dos amigos em Flor da Rosa, rumo à capital do reino. Encerram os festejos.

 

 

Crato| A.Alentejo - Torneio de Armas a Cavalo e animação medieval no Mosteiro de Flor da Rosa 13-14-15 de agosto

Torneio Medieval Crato.jpg

 

Nos próximos dias 13, 14 e 15 de agosto, o Município do Crato organiza a recriação histórica do “Torneio de Armas a Cavalo – Flor da Rosa Medieval”, com um programa vasto integrado na “Cultura em Rede”, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo e cofinanciado por fundos europeus,  na zona exterior do Mosteiro de Flor da Rosa, no Crato. (Programa infra)

Esta iniciativa, com recriações teatrais de ambientes medievais pretende celebrar a relevância que o Mosteiro teve e tem na história do nosso país assim como as personalidades ligadas à região, que marcaram profundamente o património e a cultura do concelho do Crato. Este tipo de eventos permite ainda ensinar história às gerações mais novas de forma lúdica e participada.

As festividades terão início na sexta-feira, dia 13 (pelas 18h00) com uma arruada de arautos e menestréis e terminará pelas 24h00 com a ronda dos aguazis. Já no sábado (dia 14), o programa terá início pelas 16h00 com formações ministradas pelos mesteirais no acampamento castrense. Durante o dia, várias recriações estão programadas: desde um torneio de armas a cavalo (20h00), passando por um teatro de fogo que antecederá o fecho diário. Para domingo, dia 15 de agosto, o cartaz disponibilizará atividades entre as 16 e as 22 horas. O Auto de abertura do arraial e cortejo régio abrirá as hostilidades, que se concluirão com a despedida de El-Rei dos amigos em Flor da Rosa, rumo à capital do reino.

Do ponto de vista turístico, são três dias de eventos pensados para as famílias, que pretendem atrair visitantes que procuram o Alto Alentejo para um fim de semana ou para as suas férias, que, como sabemos, têm sido muito dirigidas para destinos alternativos ao Algarve e ao estrangeiro. O Crato, e toda a região do Alto-Alentejo tem condições de excelência e de segurança para acolher estes visitantes e proporcionar férias com interesse cultural, além de toda a oferta de património natural e gastronómico a ter em conta nestas escolhas”, refere Joaquim Diogo, presidente da Câmara Municipal do Crato.

Programa Completo

Sexta-feira, 13/08

18h - Arruada de arautos e menestréis anunciando as jornadas seguintes

19h - Auto de recebimento e ceia ao emissário régio pelo Prior Lourenço Esteves de Góis em substituição interina do Prior Álvaro Camelo

21h - Novas do Paço e do que mais foi dito sobre essa fazenda

22h - Agasalho de peregrinos e bênção contra os bruxedos noturnos

23h - Teatro de fogo pelos truões

24h - Ronda dos aguazis

 

Sábado, 14/08

16h - Oficinas de formação pelos mesteirais no acampamento castrense; Acolhimento e agasalho dos peregrinos de Santiago de Compostela

17h - Auto de abertura do arraial e cortejo pelo burgo

18h - O rapto das freiras e seu resgaste pela milícia; Bailias e folguedos nos terreiros do mercado

19h - As razões que levaram Gonçalo Vasques Coutinho a pedir o auxílio contra o Infante D. Diniz

20h - Torneio de armas a cavalo por essas mesmas razões

21h - Comeres e beberes de antanho com sabores tradicionais; O encontro de D. João com Álvaro Gonçalves Camelo

22h - Lembranças de Aljubarrota; As bailias sarracenas e mouriscas do reino do Garb

23h- Teatro de fogo: Uma taberna virada do avesso

24h - A roda dos aguazis

 

Domingo, 15/08

15h - Oficinas de formação pelos mesteirais no acampamento castrense

16h - Auto de abertura do arraial e cortejo régio e sua comitiva; Pede-se a bênção da Senhora das Neves e de S. Bento para o burgo.

17h - Novas do Paço: A reconciliação de D. João I com Álvaro Gonçalves Camelo

18h - As razões e métodos da estratégia militar que se titulam como fundamentais para a envergadura de um bom general

19h - Arraial de trovadores e segréis

20h - Torneio de armas a cavalo e adubamento de cavaleiros

21h - Novas do Paço: A fuga de Álvaro Gonçalves Camelo para Castela

22h - El-Rei despede-se dos amigos em Flor da Rosa, rumo à capital do reino. Encerram os festejos.