Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Concurso “Quem Sabe Mais?” nas comemorações do Dia Mundial do Enoturismo em Reguengos de Monsaraz

 

 

Dia Mundial do Enoturismo  (2).jpg

 

Reguengos de Monsaraz, a “Capital dos Vinhos de Portugal”, vai assinalar no dia 10 de novembro o Dia Mundial do Enoturismo. O programa comemorativo organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz integra pelas 15h, na biblioteca municipal, o concurso “Quem Sabe Mais?”.

 

O concurso será disputado por equipas de duas pessoas e terá perguntas sobre Reguengos de Monsaraz, a vinha e o vinho no concelho. A competição terá jogos didáticos em suporte informático, fáceis de utilizar e que permitem abordar vários temas, tal como nos concursos de televisão.

 

A autarquia vai premiar as três equipas melhor classificadas, mas haverá lembranças para todos os participantes. As regras do concurso e alguns jogos para treinar estão disponíveis no site www.quemsabemais.pt.

 

A fechar a comemoração do Dia Mundial do Enoturismo realiza-se às 17h, também na biblioteca municipal, uma prova de vinhos produzidos no concelho. Reguengos de Monsaraz tem 11 produtores de vinho, nomeadamente a CARMIM, Esporão, Ervideira, Casa de Sabicos, Monte dos Perdigões, Adega José de Sousa, Luis Duarte Vinhos, Adega do Calisto, Monte das Serras, Elite Vinhos e São Lourenço do Barrocal.

Município de Reguengos de Monsaraz organiza visita ao “Palácio Assombrado” no Halloween

Visita ao Palácio Assombrado no Halloween (9).jpg

 

O Halloween em Reguengos de Monsaraz vai ter como tema uma visita ao “Palácio Assombrado”. A iniciativa que assinala a noite das bruxas vai decorrer na quinta-feira, dia 31 de outubro, a partir das 21h, no Palácio Rojão, local onde funciona a Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz.

 

A autarquia propõe uma visita histórica em família até ao ano de 1422. Nesse ano, D. Nuno Álvares Pereira decidiu entrar para a vida monástica e doou Monsaraz ao seu neto D. Fernando, Conde de Arraiolos, ficando juridicamente incorporada no património da Casa de Bragança.

 

Os participantes poderão apresentar-se vestidos de acordo com o Halloween e vão ter um percurso assustador no edifício, decorado para a noite das bruxas. As inscrições para esta iniciativa para maiores de seis anos de idade são gratuitas e devem ser efetuadas até ao dia 28 de outubro na biblioteca municipal.

 

O Palácio Rojão foi construído na primeira metade do século XIX para residência urbana da família Papança. Uma obra considerada arrojada para a época, pois, para além da inspiração que foi buscar ao estilo romântico, que na altura ditava a linha de construção dos grandes edifícios, denota também, ao nível da fachada, elementos de conceção mourisca.

 

Dia Aberto no complexo arqueológico dos Perdigões com várias atividades para os visitantes

Achados recentes (2).jpg.png

 

O complexo arqueológico dos Perdigões, em Reguengos de Monsaraz, vai abrir as portas no dia 20 de julho para visitas. O povoado dos Perdigões foi classificado no início deste ano como sítio de interesse nacional, tendo-lhe sido atribuída a designação de monumento nacional.

 

O programa do Dia Aberto nos Perdigões inicia-se às 9h com a partida de todos os interessados desde a Praça da Liberdade para o complexo arqueológico em transporte oferecido pelo Município de Reguengos de Monsaraz. Pelas 9h30 será a visita à escavação arqueológica e às 11h ao Museu dos Perdigões.

 

A partir das 13h haverá um almoço neolítico/atelier de cozinha pré-histórica acompanhado por uma seleção de vinhos do Esporão, seguindo-se às 16h, na Torre do Esporão, uma palestra do arqueólogo António Valera, Diretor do Núcleo de Investigação Arqueológica da Era Arqueologia, sobre “O Recinto Pré-Histórico dos Perdigões: 20 anos a “construir” um monumento nacional”. No Dia Aberto nos Perdigões, iniciativa organizada pelo Esporão, pela Era Arqueologia e pelo Município de Reguengos de Monsaraz, todas as atividades são gratuitas, exceto o Atelier de Cerâmica Pré-histórica, que decorre às 16h30 e tem o custo de cinco euros por pessoa.

 

O povoado dos Perdigões situa-se a cerca de um quilómetro da cidade de Reguengos de Monsaraz e é um complexo arqueológico composto por vários recintos delimitados por grandes fossos, que inclui uma área de necrópole e um cromeleque ou recinto megalítico cerimonial definido por vários menires, ocupando uma área superior a 20 hectares. Iniciado no Neolítico Médio, há cerca de 5.500 anos, prolongou-se durante toda a Idade do Cobre e chegou ao início da Idade do Bronze, há 4.000 anos, altura em que ocorreram profundas mudanças sociais e cosmológicas que levaram ao seu abandono.

 

O local terá assumido desde o início um importante papel para as comunidades que habitavam aquela zona na Pré-História Recente e seria, provavelmente, um sítio aglutinador de populações de várias regiões, tal como um santuário, que aí se reuniam para a prática de cerimónias rituais, algumas delas relacionadas com o culto dos mortos e dos antepassados.

 

A Era Arqueologia iniciou as campanhas de escavações arqueológicas em 1997 e desde esse ano foram intervencionadas várias áreas, tendo sido descobertos sepulcros de inumações secundárias e de inumações primárias ou depósitos de restos de cremações humanas com cerca de 4.500 anos, que eram pouco comuns nessa época. Associado a estes contextos de cremações humanas, foi encontrado pela primeira vez em Portugal um conjunto de estatuetas antropomórficas em marfim, de grande naturalismo e beleza estética, que podem representar divindades, pessoas ou estatutos sociais concretos, ou grupos de identidade ou parentesco.

 

Fernando Daniel, Azúcar Moreno e Os Vocalistas nas Festas de Santo António em Reguengos de Monsaraz

 

 

As Festas de Santo António em Reguengos de Monsaraz vão decorrer entre os dias 12 e 16 de junho no Parque de Feiras e Exposições. A banda sonora das festividades em honra do padroeiro de Reguengos de Monsaraz integra concertos com Fernando Daniel, Azúcar Moreno, Os Vocalistas, Grupo Republika e a banda Remember de tributo aos anos 80 e 90 do século passado. O programa terá ainda as tradicionais marchas populares e a quinta edição da feira de vinhos ViniReguengos, onde poderão ser degustadas dezenas de marcas de vinhos portugueses.

AL - CANTI

AL-CANTI.jpg

 

A inauguração das Festas de Santo António vai decorrer no dia 12 de junho, às 18h30, no Pavilhão Multiusos do Parque de Feiras e Exposições. Pelas 22h começam a desfilar e a atuar as marchas populares, que este ano são compostas pelas marchas infantis das Atividades de Animação e Apoio à Família do Jardim de Infância de Reguengos de Monsaraz e do Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz, e pelas de adultos do Câmara Reguengos Clube, do Núcleo Sportinguista de Reguengos de Monsaraz e da Ani + Reguengos – Associação de Proteção de Animais de Reguengos de Monsaraz. A primeira noite das festividades terá ainda um espetáculo pirotécnico à meia-noite, seguindo-se a atuação do Grupo Republika, uma banda que tem o palco num camião.

DJ GROUSE

Dj Grouse (2).jpg

 

No dia 13 de junho, dia de Santo António, o programa das festividades inicia-se às 10h com a cerimónia do içar das bandeiras nos Paços do Concelho. Pelas 10h30 concentram-se na Praça da Liberdade as Imagens dos Padroeiros das Comunidades Cristãs do concelho, seguindo-se meia hora depois a Eucaristia.

 

DUO RITMUS

Duo Ritmos.jpg

 

 

Às 22h voltam a desfilar e a atuar as tradicionais marchas populares e pelas 23h30 cantam Os Vocalistas. Este projeto originário de Beja foi formado em 2015 e apresenta um repertório baseado no Cante Alentejano. A partir da meia-noite e meia hora realiza-se um baile popular com o Duo Ritmus.

Fernando Daniel.jpg

 

No dia 14 de junho, às 22h30, sobe ao palco Fernando Daniel, cantor que ficou conhecido por vencer o programa The Voice Portugal em 2016. Fernando Daniel lançou o seu primeiro álbum, “Salto”, de onde extraiu as músicas “Espera”, “Nada Mais” e “Mágoa” que se tornaram sucessos nas rádios e atingiram dezenas de milhões de visualizações no You Tube. O cantor apresentou recentemente o tema “Tal como sou”, que será o primeiro single do seu novo álbum.

 

À meia-noite abre a pista de dança do Reguengos Emotions com a dupla K.R.A.S.H., constituída pelo dj e produtor Henri Josh e pelo MC Katorz. Com mais de 10 anos de carreira e centenas de espetáculos, Henri Josh e MC Katorz vão misturar as melhores músicas eletrónicas, Hip Hop e House.

 

No dia 15 de junho, pelas 11h, realiza-se o XI Desfile de Fanfarras de Bombeiros Voluntários pelas ruas da cidade, com a participação das fanfarras de Reguengos de Monsaraz, Montemor-o-Novo, Arraiolos, Cacilhas, Vila Viçosa e Alcabideche. A Praça de Toiros José Mestre Batista recebe às 18h uma corrida de toiros em homenagem ao ganadeiro Luís Rocha, com os cavaleiros João Moura Jr, João Ribeiro Telles e Luís Rouxinol Jr.. Os forcados de Monsaraz e de Montemor-o-Novo vão pegar toiros da ganadaria Luís Rocha.

 

Pelas 22h30 sobem ao palco das festas a dupla Azúcar Moreno, constituída pelas irmãs Toñi e Encarna Salazar. Naturais de Badajoz, as Azúcar Moreno têm 39 anos de carreira, 23 álbuns editados, 35 discos de ouro, 18 discos de platina e mais de seis milhões de discos vendidos em todo o mundo. A partir da meia-noite, o Reguengos Emotions recebe o Dj Grouse, acompanhado por Martin, dos Santos e Pecadores, com uma atuação de saxofone e percussão.

 

O último dia das Festas de Santo António terá, às 22h30, o concerto com a banda Remember, que vai tocar os maiores sucessos musicais das décadas de 1980 e 1990. A fechar as festividades, a partir da meia-noite, vai estar o Dj Plastiks a misturar música no Reguengos Emotions.

 

No Parque de Feiras e Exposições haverá também ao dispor dos visitantes várias tasquinhas e bares. Os bilhetes para as Festas de Santo António custam 4 euros nos dias 14 e 15 de junho. Poderá também ser adquirida a pulseira jovem (até aos 29 anos), que pelo valor de 4 euros dará acesso a todos os espetáculos, assim como o bilhete único, que custa 5 euros. Os munícipes com Cartão Social têm entrada grátis.

 

ViniReguengos apresenta cerca de duas dezenas de produtores de vinho

Durante as Festas de Santo António, de 14 a 16 de junho, o Pavilhão Álamo do Parque de Feiras e Exposições vai receber a quinta edição da ViniReguengos. Nesta feira de vinhos poderão ser apreciadas referências de vinhos de cerca de duas dezenas de produtores nacionais.

 

A ViniReguengos abre no dia 14 de junho às 18h com a atuação do grupo Al-Canti, seguindo-se um beberete dinamizado pelos formandos do Centro de Emprego e Formação Profissional de Évora. O espaço PROVA, local destinado à promoção dos vinhos, das marcas e dos serviços dos produtores, recebe às 21h30 a apresentação da Rota do Vinho Bucelas, Carcavelos e Colares.

 

No dia 15 de junho, a ViniReguengos abre às 18h com a atuação do Grupo Coral Os Bel’Aurora de Campinho. Pelas 18h30 decorre o Showcooking Reguengos à Mesa pelo chef Hélio Loureiro com destaque para a Semana Gastronómica do Porco.

 

Às 19h30 e às 21h30 haverá apresentações de vinhos no espaço PROVA, enquanto pelo meio, às 21h, realiza-se mais um Showcooking Reguengos à Mesa pelo chef Hélio Loureiro, desta vez referente à Semana Gastronómica do Borrego.

 

No dia 16 de junho, o programa da ViniReguengos inicia-se às 18h com a atuação do grupo En’canta Modas, seguindo-se meia hora mais tarde um Showcooking Reguengos à Mesa pelo chef Luís Leitão, com destaque para a Semana Gastronómica do Lago. Às 19h30 e às 21h30 haverá apresentações de vinhos no espaço PROVA, decorrendo pelo meio, às 21h, Showcooking Reguengos à Mesa pelo chef Luís Leitão sobre a Semana Gastronómica da Caça.

Peça de teatro “Rapidinhas” no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz

 

Auditório Municipal (2).jpg

 

 

O Grupo Alterense de Cultura vai apresentar no dia 6 de abril, pelas 21h30, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz, a peça de teatro “Rapidinhas”. Este espetáculo tem entrada gratuita, integra a iniciativa “Em Palco – Ciclo de Teatro INATEL” da Fundação INATEL e tem o apoio do Município de Reguengos de Monsaraz.

 

“Rapidinhas” é um espetáculo formado por breves quadros de humor em que algumas situações absurdas e inexplicáveis do quotidiano passam ao espetador uma visão nonsense, muito presente em algumas novas séries televisivas. Em palco vão estar o encenador Sérgio Godinho, Vitor Amador, Rosa Correia, João Alves, Leonardo Monteiro, Helena Ribeiro, Ana Malenha, Helena Cardona, Afonso Jesus, Virgílio Vidinha e Andreia Rodrigues.

 

O encenador refere que “neste espetáculo pretendemos abordar uma outra linguagem humorística, bastante atual, para chegar a um novo público, cada vez mais afastado do teatro. No fundo, a linguagem humorística vai ao encontro de metodologias usadas pelos Monty Python ou, mais recentemente em Portugal, pelos Gato Fedorento. O exagero e a procura do nonsense está sempre a acontecer neste espetáculo que visa a boa disposição e o riso no espetador”.

Festival Internacional de Blues do Alentejo recebe primeira edição Reguengos Wine & Blues Fest nos dias 11 e 12 de Agosto

af638e10-ff07-49ed-a513-d621e05f8456.jpg

 

O Reguengos Wine & Blues Fest vai ter em 2017 a sua 1ª edição, nos dias 11 e 12 de Agosto no Parque de Feiras e Exposições
de Reguengos de Monsaraz

Este Festival é uma organização da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz com a produção da Trovas Soltas e está integrado na 25ª Edição da ExpoReg (Exposição de Atividades Económicas de Reguengos de Monsaraz, que decorre entre os dias 11 e 15 de agosto)

 

Programa:

Sexta – 11 de Agosto

21h45 – 23h15 : Concerto Chino & the Big Bet

23h35 – 01h00 : Concerto Budda Power Blues & Maria João – The Blues Experience

 

Sábado – 12 de Agosto

21h45 – 23h15 : Concerto Fast Eddie Nelson

23h35 – 01h00 : Concerto Shirley King Blues Band
 

Entrada livre.

 

Festival Internacional de Blues do Alentejo na sua primeira edição Reguengos Wine & Blues Fest nos dias 11 e 12 de Agosto

 
 

 

af638e10-ff07-49ed-a513-d621e05f8456.jpg

 

Porquê o Reguengos Wine & Blues Fest…

Numa união de vontades e ideias, pretendemos organizar um Festival de Blues no Alentejo, particularmente na zona de Monsaraz, por si só um dos melhores cartões de visita do Mundo, cujos atributos são por todos conhecidos: da vertente Pré-Histórica e Histórica riquíssima, à Paisagística ímpar dos Campos Alentejanos e do Grande Lago de Alqueva, à Cultura Alentejana seja ela expressa na Gastronomia ou no, recentemente eleito Património Mundial, Cante Alentejano. 

Apesar de separados por um Oceano e por grandes diferenças culturais, existe um sentido quase implícito, lógico, no trinómio Alentejo-Vinho-Blues, algo ligado às Raízes, à Terra, aos Povos.

 

Objectivos…

Um Festival que faça dos Blues, a banda sonora perfeita para a Gastronomia, Património e Vinho Alentejanos específicos do Concelho de Reguengos, que apele ao tipo de Público, conhecedor ou não, dos Blues (um Mundo vasto de várias tipologias musicais, do Blues-Rock ao Jazz-Blues aos Blues mais puros), da Cultura Alentejana e do Vinho Alentejano.

Um Festival que seja veiculo de promoção para o Concelho de Reguengos, as suas Gentes e para os agentes económicos e turísticos, que poderão estar directa ou indirectamente ligados. Um grande evento com visibilidade nacional e internacional.