Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

39.º Festival de Teatro do Seixal decorre de 11 de novembro a 3 de dezembro

image001 (1).png

 

O 39.º Festival de Teatro do Seixal vai decorrer de 11 de novembro a 3 de dezembro, aliando a apresentação da melhor arte dramática para diferentes idades à reflexão sobre temas e questões bastante atuais, tais como a democracia, a liberdade e a igualdade. Também não serão esquecidos os temas da saúde mental e emocional. À semelhança dos anos anteriores, o festival irá realizar-se de forma descentralizada, passando por todas as freguesias do concelho, contemplando representações no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, no Cinema S. Vicente, no Auditório Municipal de Miratejo e em diversas coletividades do município.

 

Paulo Silva, presidente da Câmara Municipal do Seixal, afirma que «o Festival de Teatro do Seixal é já uma referência incontornável do nosso concelho e uma iniciativa que devemos apoiar e acarinhar. O envolvimento que sentimos em torno deste festival é tão grande que nos leva a crer que este é um verdadeiro acontecimento cultural que extravasa largamente as fronteiras do município e que tem um alcance verdadeiramente nacional». O presidente da autarquia adianta ainda que este ano a entrada é livre para todas as peças «de forma que a cultura seja efetivamente para todos.»

 

 

O Teatro da Terra, companhia sediada no Seixal, terá honras de abertura do certame com a apresentação da peça de comédia «A Maluquinha de Arroios», no dia 11 de novembro (sexta-feira), pelas 21.30 horas, no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal. No dia seguinte, será a vez da companhia Teatro Bravo apresentar a peça «Magdalena» no Cinema S. Vicente e, a encerrar o primeiro fim de semana, no domingo (dia 13), a companhia Mente de Cão apresenta «Todas as Coisas Extraordinárias», no Ginásio Clube de Corroios, consistindo numa peça de teatro única e inspiradora que nos fala sobre os temas da depressão e do suicídio.

 

No dia 19 de novembro (sábado), será a vez da companhia O Grito (Seixal) animar o serão no Clube Recreativo da Cruz de Pau com a exibição da peça «A Serpente e a Pítia». Também oriundo do Seixal, o grupo de teatro Pé de Palco levará à Sociedade Musical 5 de Outubro (Aldeia de Paio Pires), no dia 1 de dezembro (quinta-feira), a peça «O Sorteio do Presidente» que pretende «denunciar o flagelo das notícias falsas que populam nos meios de comunicação social». No total, serão exibidos ao público 11 espetáculos que, ao longo de quase um mês, vão colocar o concelho do Seixal no centro das atividades cénicas.

 

A complementar a exibição das peças teatrais, vão realizar-se várias atividades, envolvendo os estabelecimentos de ensino concelhios, além de um workshop de expressão dramática, no Cinema S. Vicente (dias 26 de novembro e 3 de dezembro), e a apresentação da revista «Women On Scene – Mulheres no Teatro e na Performance», no dia 19 de novembro (sábado), pelas 16 horas, no foyer do Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal.

 

Mais informações e reservas prévias em cm-seixal.pt.

Filma a Tua Cidade é o desafio do CineClube Seixal

image003 (1).jpg

 

A Câmara Municipal do Seixal vai promover o CineClube Seixal – Mostra e Concurso de Curtas-Metragens. A fase de candidaturas decorre até 19 de novembro, podendo ser efetuadas através do email seixalcineclube@gmail.com, com os seguintes dados: nome, idade, freguesia de residência e contacto telefónico; escola e ano de escolaridade (se aplicável); breve sinopse/história do filme a realizar; nota de motivação para aprender a fazer um filme.

 

CineClube Seixal – Mostra e Concurso de Curtas-Metragens decorre ao longo do ano letivo 2022-2023 e é um projeto de criação de filmes, com o tema «Filma a Tua Cidade», que pretende incentivar a criatividade artística dos jovens e contribuir para a sua formação cultural integral, estimulando a sua aproximação às artes e à participação cívica na valorização e respeito pelo território. O CineClube Seixal procura ainda criar condições de aprendizagem e de desenvolvimento da análise de diversos temas através das potencialidades da linguagem cinematográfica.

 

«Associar o dinamismo e a criatividade da juventude ao conhecimento e divulgação do nosso território são duas componentes deste projeto dirigido aos jovens do concelho», salienta o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva.

 

Dirigido a jovens entre os 15 e os 20 anos, residentes no concelho do Seixal, podendo participar individualmente ou em grupos (até ao máximo de três elementos), este projeto possibilita aos participantes aprender a fazer um filme baseado no tema, com uma equipa que os irá orientar desde a produção, à escrita do guião, à realização e montagem do filme, e que disponibiliza todo o material necessário para fazer a curta-metragem.

 

Após a receção das candidaturas, serão selecionadas um máximo de 17 ideias/candidaturas para filme, tendo por base a qualidade e coerência demonstrada na sinopse/história descrita na candidatura.

 

O CineClube Seixal – Mostra e Concurso de Curtas-Metragens realiza-se de 3 de dezembro de 2022 a junho de 2023, em duas fases: formação e mostra final em sala de cinema.

 

A fase de formação para os projetos selecionados ocorrerá num espaço a designar, às quintas- feiras, das 18.30 às 20.30 horas e/ou aos sábados das 14.30 às 16.30 horas.

 

Assim que finalizados os projetos, é realizada a mostra de curtas-metragens, numa apresentação pública, com convidados e com um júri que fará uma análise crítica aos filmes apresentados.

 

Todas as condições de participação poderão ser consultadas em cm-seixal.pt.

Companhia de Dança Contemporânea de Angola no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal

image001 (4).jpg

«Isto É Uma Mulher», da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, sobe ao palco do Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, no dia 4 de novembro, pelas 21.30 horas. O espetáculo tem entrada livre, mediante reserva prévia em Isto É Uma Mulher? | Câmara Municipal do Seixal (cm-seixal.pt).

No dia anterior, 3 de novembro, também pelas 21.30 horas, no Auditório Municipal, é exibido o documentário «Para Lá dos Meus Passos», que acompanha o processo de montagem do mais recente espetáculo da única Companhia de Dança Contemporânea de Angola. A iniciativa tem também entrada livre, mediante reserva prévia em Para Lá dos Meus Passos | Câmara Municipal do Seixal (cm-seixal.pt).

«As origens, as tradições, as dificuldades e a construção de novos de caminhos estão expressos nestes trabalhos, também reveladores do potencial da cultura angolana», refere o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva.

Sobre «Isto É Uma Mulher»: «vivem-se hoje tempos que se distanciam daqueles modelos arcaicos em que a obrigatoriedade das mulheres se ocuparem, exclusivamente, das tarefas domésticas contrastava com a liberdade dos homens para trabalhar, votar, governar e movimentar-se livremente. Nestas sociedades ditas modernas, estas não tinham, inclusivamente, direitos sobre o seu próprio corpo. Existem atualmente sociedades em que a mulher desempenha papéis de responsabilidade antes reservados aos homens. Paralelamente, outras há em que as mulheres continuam a viver numa condição de quase invisibilidade. Criar uma peça sobre a mulher ou mulheres pode parecer tão oportuno como arriscado ou mesmo imprudente, pois, às questões anteriores, juntam-se aquelas relacionadas com a construção e identidade de género as quais estão, igualmente, longe de ser resolvidas. Com a peça “Isto É Uma Mulher?” criam-se situações que permitem a descoberta ou, simplesmente, que desafiam o público a confrontar-se consigo próprio e a envolver-se, ainda que por instantes, num universo em que, em cada pergunta e resposta, existe uma probabilidade de razão.»

Este é um espetáculo de Ana Clara Guerra Marques (Angola) e Irène Tassembédo (Burquina Faso), pela Companhia de Dança Contemporânea de Angola.

Sobre «Para Lá dos Meus Passos»: «Durante a criação da peça “(Des)construção, os sete bailarinos são levados a viajar sobre um conjunto de danças tradicionais de Angola e a transformá-las, dando-lhes novos significados. A maioria deles, provenientes de outras províncias do país, traz consigo memórias e tradições ao se mudar para a movimentada, errática e frenética realidade da capital. Em prol de uma integração, surge a necessidade da abdicação parcial do que somos e a necessidade de criação de uma nova identidade, refletindo sobre o que de original permanece em nós ao longo dos diferentes caminhos de vida que vamos traçando.»

O documentário tem realização de Kamy Lara, produção e correalização de Paula Agostinho e edição de Gretel Marín.

Mais informações em bilheteira.cultura@cm-seixal.pt ou 915 635 090 (de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 e das 14 às 17 horas).

Câmara Municipal do Seixal promove À Babuja - Festival de Street Art do Seixal

image007.jpg

O festival de arte urbana À Babuja está de regresso, de 29 de setembro a 2 de outubro, com intervenções e atividades a decorrerem nas freguesias de Amora, Corroios e Seixal.

 

Além de intervenções de maior visibilidade na área da arte urbana em espaço público, este festival assume-se como espaço de educação não formal e de mostra de jovens artistas.

 

Dirigido ao público em geral, o À Babuja «voltará a envolver os jovens, bem como nomes conhecidos da arte urbana, e a valorizar a história, os valores e as tradições do concelho», refere o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva.

Além de música ao vivo, oficinas e performances, o programa inclui, entre outras iniciativas, grandes intervenções em murais com os artistas Vasco Maio e MAR (artista local).

O programa pode ser consultado em cm-seixal.pt.

Seixal é mais cultura até dezembro

O Seixal é mais cultura o ano inteiro e até ao final de dezembro conta com uma oferta cultural que integra um conjunto de propostas de grande qualidade, das quais se destacam os festivais SeixalJazz e de Teatro do Seixal, contando ainda com uma forte programação no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal.

image007.jpg

Aline Frazão e O Gajo são alguns dos principais nomes a passar no principal equipamento cultural do concelho, o qual irá também acolher a realização de dois ciclos de cinema, o Fisahara – Festival Internacional de Cinema do Saara Ocidental e o Saramago em Fundo Branco, integrado nas comemorações do centenário do nascimento deste escritor, bem como receber ainda a Companhia de Dança Contemporânea de Angola.

 

No campo das artes plásticas, destaca-se um conjunto diversificado de sugestões, com as novas exposições do Museu-Oficina Manuel Cargaleiro e do Centro Internacional de Medalha Contemporânea. Da programação regular das galerias municipais, salienta-se o tributo a Albino Moura, integrado nas Comemorações do 186.º Aniversário do Concelho do Seixal e a exposição de Miguel Ângelo Nurti.

 

A esta dinâmica cultural juntam-se ainda o festival de arte urbana À Babuja, os espetáculos do Toca e Foge - Música no Património, as várias iniciativas a decorrer na Biblioteca e Ecomuseu, e nos restantes equipamentos do concelho, bem como por todo o movimento associativo.

 

Todo o programa é dirigido para públicos diversos, permitindo o contacto com diferentes sensibilidades e abordagens artísticas, do cinema à dança, passando por um alargado conjunto de estilos musicais. A programação pode ser consultada em cm-seixal.pt

 

Teatro Extremo || Sementes_ Mostra_Internacional_Artes_para_Pequeno_Público_destaques_1º_fim_de_semana

descarregar (1).jpg

27ª edição do Festival Sementesestá a chegar.20 de maio a 5 junhoem Almada, Barreiro, Loures, Montemor-o-Novo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal. 
 
Teatro, música, dança, circo, palhaços, ópera, marionetas, artes de rua, oficinas de expressões artísticas e exposição de artes plásticas. 


Neste primeiro fim-de-semana, 20 a 22 maio, fazem parte da programação dois espetáculos premiados “Mininu” de Fernando Mota (Lisboa, Loulé) com o prémio nacional da crítica 2004 e prémio de melhor espetáculo no Festival Avignon 2005 (ADAMI - prémio do público), no dia 21 de maio às 11h e 16h no Teatro-Estúdio António Assunção, Almada; “Nube, Nube”da companhia Periferia Teatro (Espanha)  Prémio Drac D’Or para melhor espetáculo infantil/familiar, da Feira de Titeres de Lérida 2021, Prémio de melhor espetáculo pelo júri infantil do 33º Festitíteres Alicante 2020 e Prémio de melhor espetáculo de títeres e objetos FETEN 2020 no dia 22 de maio às 11h e 16h no Teatro-Estúdio António Assunção, Almada

Toda a programação em https://www.teatroextremo.com/sementes-programacao/

Seixal recebe mega festival Nick Fest

image007.png

 

Dias 31 de maio e 1 de junho o Seixal recebe a grande festa do Nickelodeon dedicada aos mais jovens. Com entrada gratuita, no Nick Fest não vai faltar música, jogos, passatempos e muita animação.

 

Fernando Daniel, ÁTOA, Paulo Sousa e os D.A.M.A compõem o cartaz da segunda edição do festival juvenil Nick Fest. Nos dias 31 de maio e 1 de junho, o Parque Urbano da Quinta da Marialva - Corroios será palco de dois dias repletos de música e diversão, onde para além dos concertos que prometem levar ao rubro a plateia, não vão faltar passatempos, jogos, insufláveis e muitas outras atividades.

 

Com apresentação da Catarina Perez e co-apresentação da Mafalda Creative, o Nick Fest está de volta e abre as portas na sexta-feira, às 09:30. O mítico SpongeBob e o seu companheiro Patrick, a dupla canina Marshall e Chase, da Patrulha Pata, e ainda as Tartarugas mais ninja do planeta, o Miguel Ângelo, o Leonardo, o Donatelo e o Rafael, prometem fazer as delícias dos mais novos.

 

Vão ser dois dias de muita diversão, com casting Repórter Nickelodeon, piscina de slime, minigolf, jogos tradicionais, oficina de artes, cabine de fotos, e insufláveis para todos os gostos. 

 

À noite, a partir das 21:00, os protagonistas são o cantor e compositor Fernando Daniel, vencedor da 4.ª edição do The Voice Portugal, e os Átoa, banda que está prestes a lançar o seu novo álbum e que encerra o primeiro dia de festival.

 

No sábado as portas abrem às 16:00. À noite, pelas 21:00, o palco volta a receber o melhor do talento português, desta vez com a atuação de Paulo Sousa, artista que lançou em março o disco “Teu”, que ocupou de imediato o topo de vendas nacionais. Cabe aos D.A.M.A a importante missão de encerrar o Nick Fest com um grande concerto previsto para as 22:20.

 

Esta é a segunda edição do Nick Fest e resulta da parceria entre o canal Nickelodeon e a Câmara Municipal do Seixal. Pensado para toda a família, dos miúdos aos graúdos, este é um festival que reúne jovens talentos portugueses e as personagens preferidas dos mais novos num único local, com várias atividades e muita animação à mistura. Na primeira edição, o festival contou com cerca de 13.500 visitantes, número que se espera ser superado este ano.

 

 

Fado Food Fest - Baía do Seixal à Mesa com o Fado

banner_1920x1080.jpg

A Câmara Municipal do Seixal, com o apoio da ACISTDS (Associação do Comércio, Indústria, Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal), organiza nos dias 8 e 9 de junho a primeira edição do Fado Food Fest: um Festival de Gastronomia e Fado que decorre na Amora, com a Baía do Seixal como pano de fundo.

“Baía do Seixal à mesa com o Fado” é o tema de um ambicioso programa de festas que inclui animação de rua, gastronomia, fogo de artifício e concertos, com alguns dos mais prestigiados fadistas da nova geração. No dia 8 de junho, sobem ao Palco Principal Cuca Roseta, Ana Laíns e Hélder Moutinho, enquanto os M-Pex atuarão no Palco Secundário. No dia 9 de junho serão cabeças de cartaz Gisela João, Stereossauro e Diamantina Rodrigues, atuando os Bela Ensemble no Palco Secundário.

Mas não só de música se faz este festival: fora de palco haverá também várias animações e surpresas e ainda o melhor da gastronomia regional. Produtores e restaurantes presentearão o público com tradicionais receitas e petiscos, sem esquecer a presença dos melhores vinhos da região, a serem degustados ao som das guitarras portuguesas. (Programa em anexo)

O presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, considera que se trata "de um festival único, que junta vários aspetos do melhor da nossa cultura, como o fado e a gastronomia. O concelho do Seixal é cada vez mais um destino que apresenta propostas culturais de grande qualidade, como são o SeixalJazz ou o recente Festival do Maio. Queremos prosseguir o caminho de promoção cultural de elevada qualidade na nossa região e no nosso País".

Para mais informações consulte:

  1. www.fadofoodfest.pt
  2. https://www.facebook.com/fadofoodfest/
  3. www.twitter.com/fadofoodfest
  4. www.instagram.com/fadofoodfest

Heidi e a Abelha Maia este domingo no RioSul Shopping

Dia 16 de setembro às 11h00, 15h00 e 17h30

image008.png

 

É já este domingo que a abelha mais adorada de sempre e a menina dos Alpes vão distribuir sorrisos e abraços no RioSul ShoppingHeidi e a Abelha Maia vão atuar no dia 16 de setembro, às 11h00, 15h00 e 17h30, no Piso 0 do Centro. As personagens dos clássicos de animação infantil que fizeram e continuam a fazer as delícias de muitas crianças saem do ecrã para o palco e prometem encantar os miúdos e graúdos com uma animação imperdível!

 

Os espetáculos da Heidi e Abelha Maia têm entrada livre e destinam-se a toda a família. Para além de poderem cantar em uníssono, as crianças poderão ainda conhecer melhor as personagens do seu imaginário e registar este momento em fotografia, no palco do concerto.

 

O RioSul Shopping convida toda a família a usufruir dos clássicos de animação infantil que nunca perdem o seu encanto, com personagens intemporais que hoje constroem as memórias de pais, filhos e até netos, fazendo-os viajar para o mundo da fantasia!

 

Vem cantar com o RioSul Shopping?

 

Projeto de arte urbana em antecipação ao mundial de futebol 2018 | "Conquista o Sonho"

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL
PROJETO DE ARTE URBANA EM ANTECIPAÇÃO AO MUNDIAL DE 2018
"CONQUISTA O SONHO" ABRANGE TODO O PAÍS

Obra de Samina em Portimão.

ÚLTIMAS INTERVENÇÕES:
29 MAIO a 02 JUN - BAIRRO DA JAMAIKA, SEIXAL. 
29 MAIO a 02 JUN - BAIRRO DA LIBERDADE, LISBOA.

A Mistaker Maker, plataforma de intervenção artística, foi chamada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que neste momento se está a comunicar como as Selecções de Portugal ou somente Portugal, para criar um novo projeto que resulta da fusão entre o mundo do futebol e o da arte urbana portuguesa. Este é um novo posicionamento da FPF para a campanha rumo ao Mundial 2018 e pós mundial. 
 

A FPF tem como principal objectivo com esta colaboração, trabalhar a mentalidade colectiva dos portugueses, fazê-los sentirem-se mais capazes, mais destemidos, mostrar que não existem impossíveis e que ninguém nasce herói. Que com trabalho e dedicação, todos os sonhos se alcançam. 

 

É desta forma que se apresenta o novo claim da FPF: "Conquista o Sonho". 

 

Quebra-se o paradigma do futebol pelo futebol, desenvolvendo e trabalhando a ideia de colectivo, de pertença e superação diária. Tudo motes que não são somente aplicados ao futebol, mas ao nosso dia-a-dia, seja em colectivo ou como indivíduo. "Conquista o sonho" é claramente uma história de superação, de resiliência, em que o sonho sem trabalho é pura ilusão, assumindo-se ainda de que nada é tão nosso quanto os nossos sonhos.

 

Para colocar esta premissa em prática, estamos a envolver um grupo de artistas visuais, que estão na linha da frente no que temos de melhor em Portugal no que a arte urbana se refere, para que durante o período que precede o Mundial, durante o mês de Maio, desenvolva um conjunto de intervenções por diversas cidades do País, do litoral ao interior, de norte a sul, que inspirem as comunidades, num mote de Portugalidade, que somos todos nós. 

 

Neste projeto, o organismo que superintende o futebol nacional conta com o apoio de autarquias de norte a sul do país, e conta a colaboração da colaboração da curadora Lara Seixo Rodrigues, criadora do projeto Lata 65 | Workshop de Arte Urbana para Idosos, dos festivais WOOL | Covilhã Arte Urbana, ESTAU | Estarreja Arte Urbana e MURALIZA | Festival de Arte Mural de Cascais e responsável pela exposição ATTERO de Bordalo II. 

O colectivo de artistas selecionado contempla nomes consagrados e talentos emergentes da arte urbana nacional, com trabalhos elaborados do graffiti ao ‘stencil’, passando por todos os géneros, estéticas e técnicas habitualmente referidas como pós-graffiti com influências contemporâneas de ilustração figurativa.

As peças e murais a desenvolver no âmbito deste projeto são representações únicas e inéditas do movimento “Conquista o Sonho”, sem quaisquer fins lucrativos e com o objetivo único de servir e inspirar os portugueses.

Com intervenções já realizadas na Covilhã, Portimão, Beja e Porto, "Conquista o Sonho" passa também por Aveiro, Paredes de Coura e termina na Grande Lisboa, com intervenções no bairro da Jamaika no Seixal e no Bairro da Liberdade. Estas últimas intervenções acontecem de 29 de maio a 02 de junho.