Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Município de Loulé assinala Semana Europeia da Mobilidade

FlyerA5_SeminarioLA_MobUrbana19_front_Web.jpg

 

 

Naquela que tem sido uma das linhas orientadoras da sua política ambiental, a Câmara Municipal de Loulé irá organizar um conjunto de iniciativas destinadas a assinalar a Semana Europeia da Mobilidade 2019, entre os dias 16 a 22 de setembro, este ano sob o tema com o tema inspirador “Caminhar e Pedalar em Segurança” , e tendo como slogan “Caminha connosco”.

“Tens pedalada para a escola?” é a iniciativa que decorrerá ao longo do dia 18, dirigida às escolas secundárias e do 2º, 3º ciclo do ensino básico do concelho. Com o objetivo de envolver a comunidade escolar na filosofia desta Semana, a Câmara Municipal lançou o apelo aos estabelecimentos de ensino para que incentivem neste dia a ida para cada escola utilizando a bicicleta pelos alunos, professores, animadores ou auxiliares.

Também neste dia, a ação de formação “CAPTAME: Mobilidade Sustentável” terá lugar

Escola Secundária de Loulé, das 14h às 20h, tendo como público-alvo educadores de infância e professores dos ensinos básico e secundário, designadamente os professores das áreas científicas que se debruçam sobre a temática das alterações climáticas, os responsáveis pelos media escolares, professores responsáveis pelos grupos-equipas de BTT e todos os interessados nestas matérias.

O auditório da Música Nova é o espaço em que terá lugar a 4ª edição do Seminário Loulé Adapta – Mobilidade Urbana. Esta iniciativa, que acontece no dia 19, das 9h00 às 13h00, terá especial enfoque nos temas associados à mobilidade pedonal e ciclável, com a participação de oradores com trabalho de referência nas áreas e partilha de boas práticas e casos de estudo. As inscrições para o Seminário são gratuitas mas obrigatórias e podem ser feitas até ao dia 18 de setembro em:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfsfSUaphXa8IwIfKNEHl7EdiTVE00i1T-esbYlHJ3UFNz_2Q/viewform

Um dos pontos altos desta Semana acontece no dia 20, com a realização do “PARK(ing) Day – Ocupa o teu lugar na cidade”, na Praça da República. Trata-se de uma mostra e demonstração de produtos e serviços relacionados com os temas da mobilidade suave, mobilidade inteligente, modos de vida saudáveis, eficiência energética, energias limpas, reutilização de materiais, sustentabilidade ambiental e ação climática, sendo para o efeito disponibilizados espaços nas zonas de habitual estacionamento de veículos no dia-a-dia. 

No encerramento, dia 22 setembro, o Dia Europeu sem Carros será assinalado na Praça da República, com a realização, entre as 9h00 e as 17h00, de atividades de promoção e incentivo aos modos suaves.

“A temática da Semana Europeia da Mobilidade incentiva-nos a fazer uma reflexão sobre as vantagens económicas dos modos de transporte mais sustentáveis, como a bicicleta, andar a pé, o transporte coletivo ou público e os veículos menos poluentes e de como, através de escolhas de mobilidade mais inteligentes, podemos contribuir de forma determinante para a economia coletiva. As cidades que promovem o transporte sustentável estão em vantagem, comparativamente àquelas que não o fazem. Do setor público para o setor privado, da sociedade em geral para o indivíduo, os benefícios económicos de uma mobilidade inteligente são evidentes: as formas de mobilidade suave mantêm-nos ativos, o que melhora a saúde, reduz as importações de petróleo e melhora a qualidade do ar. Isso significa que estas escolhas são o melhor investimento para todos, para as vilas e cidades, e para a economia em geral. Todos beneficiam!”, consideram os responsáveis municipais.

 

CML/GAP /RP

 

Seminário: Mitos, ritos e símbolos - introdução à antropologia do sagrado

7e098736-40d1-4ef1-a680-e59dba34fef8.jpg

 

 

Mitos, ritos e símbolos
Introdução à antropologia do sagrado 

Quinta-feira, 30 de Agosto, 18h30 - 21h30
Palácio dos Aciprestes

(Avenida Tomás Ribeiro, 18 Linda-a-Velha)


Seminário por Fernand Schwarz,
Director Internacional do Instituto Internacional Hermes de Antropologia


Inscrição até 15 de Agosto
30 € (20 € para membros da Nova Acrópole)

Depois de 15 de Agosto:
40 € (30 € para membros da Nova Acrópole)



Pede-se a cortesia de formalizar a inscrição mediante o preenchimento do seguinte formulário https://bit.ly/2vzDEeu.

A mesma será validada após a transferência para a seguinte
conta da Nova Acrópole:
0045 5492 4029 1166 0659 8 e do envio do comprovativo
para oeiras-cascais@nova-acropole.pt



PROGRAMA DO SEMINÁRIO:

 

- Antropologia do sagrado, uma nova visão da realidade:o homem simbólico;

- Um novo paradigma: o redescobrimento da imaginaçã

- A hermenéutica do sagrado, o conceito
de hierofania de Mircea Eliade

- O sagrado e o profano

- As quatro funções do sagrado: arquétipo, mito, símbolo e rito.


*

 
FERNAND SCHWARZ nasceu na Argentina em 1951 e reside em França desde 1973. Estudou Filosofia e História de Arte na Universidade de Buenos Aires, licenciou-se em ambas e especializou-se em Antropologia. Trabalhou com Mircea Eliade, Gilbert Durand, Edgar Morin e outros participantes dos Encontros Eranos.

Fundou a Associação Cultural Nova Acrópole em França à qual preside. Dirigiu durante vários anos o módulo de Antropologia da Religião na École d'Anthropologie de Paris, onde dirigiu também a cátedra de Antropología do Imaginário. Há mais de 30 anos que se dedica ao estudo das estruturas míticas e simbólicas das culturas antigas. Foi agraciado em França com a Cruz de Prata das Artes, Ciências e Letras de Paris. 

Escreveu vários livros sobre o Egipto e é autor, entre outros de La Sagesse de Socrate ; Philosophie Du Bonheur (Ed. Viamedias), Symbolique Des Cathédrales (Ed. du Palais), Mäat et l’actualité de l’Egypte ancienne (Ed. Noème), Initiation aux Livres des morts égyptiens (ed. Albin Michel), Egypte, les mystères du sacré (Ed. du Félin. Coll. Les Racines de la Connaissance, 1987), Egypte, Terre des Dieux, don du Nil (Editions NA, 1992), La symbolique de Paris: Paris sacré, Paris mythique (Ed. Huitième Jour).

Em Portugal tem publicados os livros "Egipto Iniciático" com a chancela da Ésquilo e "A Sabedoria de Sócrates" e "Concentração e Despertar Interior no Budismo Tibetano", edições da Nova Acrópole. Foi co-autor de uma série de documentários realizados pela Televisão francesa sobre geografia e arquitectura sagradas difundidos em mais de vinte países.

É colaborador no activo de museus, academias e universidades em vários países da Europa e da América Central e do Sul. No ano de 2013, coordenou as comemorações do 2400º Aniversário da Fundação da Academia de Platão, levadas a efeito pelo Instituto Internacional Hermes. Organiza colóquios, círculos de reflexão e ministra cursos e profere conferências sobre temas de antropologia, filosofia, história das religiões e civilizações tradicionais e modernas.

Noutro âmbito, tem sido consultor de numerosas empresas em vários países do mundo sobre a incidência da cultura no comportamento dos indivíduos no contexto de um grupo colectivo. As suas experiências e investigações em ciências sociais e empresariais, através do enfoque da antropologia biocultural da empresa, permitem uma abordagem ética e humanista da sociedade empresarial.

Uma figura marcante da cultura ocidental das últimas décadas, que estará em Portugal no final de Agosto de 2018.

É o director internacional do Instituto Internacional Hermes de Antropologia e Comunicação.

Site oficial de Fernand Schwarz:
http://fernand.schwarz.free.fr/

Na sessão, será apresentado do livro do formador, em língua portuguesa, «Mitos, ritos e símbolos - Antropologia do sagrado»

Seminário gratuito | A Linguagem dos Pássaros

9e74727c-600c-428a-b9cd-68be622a900b.jpg

 

A linguagem dos pássaros 


Seminário gratuito

 Sábado, 19 de Maio, 10h00 | 13h00
pelo Prof. José Carlos Fernández,
Escritor, investigador e Director Nacional da Nova Acrópole


Espaço Arkhé
(Rua Margaria Palla, 25B - Miraflores, 1495-143 Algés)
(para ver mapa clique 
aqui)

Entrada livre mediante inscrição no seguinte formulário: https://bit.ly/2rrSCRT

 

 

«“A Linguagem dos Pássaros”, escrita por Farid ud-Din Attar no Séc XII, é um dos mais belos tesouros, não só do sufismo persa, senão da literatura de todos os tempos.

Expressa em linguagem alegórica as provas e passagens da Alma que quer reencontrar-se e fundir-se com o seu Rei/Deus interior (simbolizado pela ave Simurg).

Os seus ensinamentos são pois intemporais e ainda podem vivificar os anseios dos apaixonados pela sabedoria na viagem do conhecimento de si mesmos.

Os diferentes tipos de caracteres ou naturezas de alma são expressas por diferentes pássaros, cada uma delas, com as limitações e dificuldades próprias na hora de se lançar no voo em busca da Grande Verdade.

O que cada pássaro expressa e as respostas da poupa, que representa o Filósofo e é arauto de Simurg, é um diálogo da alma para, precisamente, começar a voar saindo da sua jaula dourada ou de ferro em que se encontra.

Cada um destes diálogos vem acompanhado de exemplos ilustrativos para compreender melhor o assunto e superar as cadeias que nos prendem à ignorância do mundo passageiro e material.»




Mais informações:
oeiras-cascais@nova-acropole.pt
963 925 758
 


 

                                              Organização                                              Nova Acrópole Oeiras-Cascais