Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

34º EDIÇÃO DA ALEGRO MEIA MARATONA DE SETÚBAL ESTREIA CÃOMINHADA DE 4.5KM

Setúbal corre por gosto da cidade à serra nos dias 27 e 28 de abril

com 5 provas para todos os níveis

 

ALEGRO MEIA MARATONA DE SETÚBAL (1).jpeg

               

A Alegro Meia Maratona de Setúbal está de regresso à cidade no fim de semana de 27 e 28 de abril, tendo os mais pequenos prova reservada no dia 27 à tarde. Da cidade à serra, Setúbal, volta a mexer por gosto, este ano com uma novidade: a Cãominhada de 4.5 km para todos os dog lovers.

 

O mais importante acontecimento desportivo da cidade Amiga do Desporto está de volta às ruas de Setúbal, este ano, com a estreia de um novo percurso, tornando o evento ainda mais transversal e acessível a todos, desde os mais pequenos, aos amadores, profissionais e até aos dog owners, divididos em cinco provas: Meia Maratona (21,1km), Corrida de 10km, Corrida das Famílias (5 km), Corrida Miúdos Alegro e Cãominhada (4,5km).

 

Promovida pela Câmara Municipal de Setúbal, com o apoio do centro comercial Alegro Setúbal, gerido pela Nhood Portugal, e organização técnica a cargo da HMS Sports, é uma prova pensada para todos, com uma envolvência única, pela promoção de um estilo de vida saudável. Com graus de dificuldade diferentes, todos os amantes do desporto são bem-vindos e desafiados a participar na 34ª edição da Alegro Meia Maratona de Setúbal, seja qual for a idade ou o nível de resistência.

 

“Este é mais um ano em que o Alegro Setúbal caminha ao lado da comunidade e contribui para impulsionar o desporto enquanto promotor de wellbeing junto de todas as gerações, numa visão alinhada com a Nhood Portugal, entidade gestora do centro, que atua na escuta ativa do território e na criação de ações de proximidade com pessoas e parceiros, como é o caso da Alegro Meia Maratona de Setúbal que já é um grande marco para os setubalenses e não só” refere Miguel Lopes, Territory Manager do Alegro Setúbal.

 

A Meia Maratona e a Corrida de 10km, marcadas para o dia 28 de abril, a partir das 9h00, têm como ponto de partida o centro comercial Alegro Setúbal e estendem-se ao longo de 21,1 km ou 10km respetivamente, até à consagração dos participantes na Avenida Luísa Todi. Os primeiros 5 classificados voltam a receber prémios monetários. Este é um evento que se destaca pela beleza natural, com passagem pela Serra da Arrábida e pela envolvência com as principais artérias setubalenses.

 

Também no dia 28 de Abril decorre a Corrida das Famílias, com partida pelas 9h30. Esta corrida tem um percurso mais leve de 5 km, onde todos são convidados a participar em família, seja qual for o tempo que demorarem a concluir a prova.

 

Para os pequenos amantes do desporto, a chamada é no dia 27 de abril. Bambis, Benjamins A, Benjamins B e Infantis vão correr a partir das 16h00 em percursos que variam entre os 200 e os 1000 metros, consoante a faixa etária dos jovens atletas. Este é um desafio lançado pelo Alegro Setúbal com inscrições a 3€ e o valor angariado reverte na totalidade para a APPDA – Associação Portuguesa para as perturbações do desenvolvimento e Autismo de Setúbal.

 

Este ano, os dog lovers não ficam de fora e a iniciativa estende-se aos patudos no dia 27 de abril, pelas 11h00 num percurso de 4,5 km com partida e chegada na entrada principal – Porta Rio do Centro Comercial Alegro Setúbal. As condições de participação, o percurso e a inscrição estão disponíveis no sítio oficial do evento: alegromeiamaratonadesetubal.pt.

 

As cinco provas exigem inscrição prévia através do site oficial da competição aqui. Os inscritos que pretenderem podem levantar os kits a partir do dia 26 de abril, das12h00 às19h00, na Experience Box, no piso P3 do Alegro Setúbal.

 

Campus Aberto: Politécnico de Setúbal dá-se a conhecer aos alunos do Secundário e Profissional

PolitecnicoSetubal_CampusAberto2024.png

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) abre portas, mais uma vez, aos alunos do ensino secundário e profissional para um dia de descoberta do seus campi, em Setúbal e no Barreiro, através do evento Campus Aberto, que decorre a 19 de abril, e cujo período de inscrições se prolonga até amanhã, quinta-feira, dia 11.

 

Nesta viagem pelo Ensino Superior, também aberta a professores, pais e encarregados de educação, são propostas visitas guiadas às cinco escolas superiores do IPS, entre salas de aula, bibliotecas e laboratórios, bem como aos espaços comuns, como refeitórios, Clube Desportivo e Residência de Estudantes.

 

Talks temáticas sobre o acesso ao Ensino Superior e as múltiplas oportunidades oferecidas pela vida académica, participação em passeios pedestres e de bicicleta, e um espaço central com animações e balcões de informação, são algumas entre as várias atividades previstas neste dia para viver por dentro a experiência de estudar no IPS, instituição que se distingue por um ensino de forte componente prática, em estreita ligação com as empresas e organizações, uma cultura de inovação e empreendedorismo, e pelas várias possibilidades de mobilidade internacional. 

 

De referir que algumas das atividades previstas contam com a colaboração de atuais estudantes, no âmbito do PIPS – Programa de Promotores do IPS, uma equipa de voluntários devidamente treinada para esclarecer dúvidas sobre a oferta formativa, saídas profissionais, apoios sociais e ambiente académico.

 

O Campus Aberto é também uma oportunidade privilegiada para clarificar vocações, permitindo escolhas informadas e, por isso, mais adequadas ao talento e ambição de cada aluno, em áreas tão diversas como Engenharias e Tecnologias, Saúde, Ciências Empresariais, Desporto, Ciências Sociais e Educação.

 

Para mais informações, consultar o site do IPS, em www.ips.pt

 

ENTRADA LIVRE | 27 de Março | Fórum Municipal Luisa Todi - ALDEBARÃ por Terra Amarela Plataforma Artística de Inclusão

Comemore o Dia Mundial do Teatro em Setúbal

image001 (1).png

27 de março | Fórum Municipal Luisa Todi

21h00 | ALDEBARÃ – Terra Amarela Plataforma de Criação Artística Inclusiva

ENTRADA LIVRE | + info: bilheteiradoFMLT@mun-setubal.pt

 

ALDEBARÃ é um espetáculo teatral para a juventude construído a partir de jornadas mitológicas de heróis como Ulisses, Eneias e Jasão. A narrativa de viagem é um recurso para explorar temas como alteridade, diversidade e construção de linguagem. Este é um projeto concebido pela associação cultural Terra Amarela com um elenco de intérpretes-criadores com um perfil que se apoia na diferença: artistas com distintas idades, raças, capacidades intelectuais, ferramentas de comunicação. Uma tripulação incomum numa aventura desafiadora.

https://terraamarela.pt/criacao/aldebara/

 

Livro sobre as origens do Movimento Negro em Portugal apresenta-se no sábado em Setúbal

Livro sobre as origens do Movimento Negro em Portugal apresenta-se no sábado em Setúbal

Cristina Roldão, docente do Politécnico de Setúbal, integra a equipa de investigadores  

 

Tribuna Negra_livro.png

A socióloga Cristina Roldão, docente da Escola Superior de Educação do Politécnico de Setúbal (ESE/IPS), apresenta este sábado, 02 de março, na Casa da Cultura de Setúbal, pelas 15h00, o livro “Tribuna Negra: Origens do Movimento Negro em Portugal, 1911-1933”, em coautoria com o antropólogo Pedro Varela (Universidade de Coimbra) e o historiador José Augusto Pereira (Universidade Nova de Lisboa).

 

Resultado de um trabalho coletivo de pesquisa, esta obra, lançada em maio de 2023, propõe-se levantar o véu sobre o que se considera “uma história silenciada”, a do movimento negro que ganhou expressão em Lisboa nos tempos da I República, combatendo o racismo, exigindo direitos para as populações nos territórios colonizados, e criticando igualmente o colonialismo.

 

Desconhecido da maioria, este grupo é “fruto da resistência organizada em África e dialogou com formas de internacionalismo negro, como o pan-africanismo”, segundo revelam os investigadores, que nestas páginas percorrem “a vida desta geração, dos seus inúmeros jornais, organizações e ativistas”, até à ascensão da ditadura e perseguição política dos seus mais destacados militantes.

 

“Problematizamos o modo como raça, género e classe atravessaram este movimento e as relações políticas que estabeleceu com a diáspora negra no mundo e com a ‘Geração Cabral’”, adiantam ainda os autores, esperando com este livro poder “interpelar as gerações do presente e do futuro sobre a História Negra em Portugal”.

 

A obra terá apresentação a cargo de Ana Pires Sequeira, também docente da ESE/IPS, seguida de comentários pelos autores e momento para perguntas e respostas do público.

 

Doutorada em Sociologia, Cristina Roldão é investigadora do ISCTE-IUL, além de docente da ESE/IPS, onde integra a coordenação do “Roteiro Antirracista”, inaugurado em 2019 como espaço de reflexão crítica e prática para uma comunidade académica mais inclusiva. Tem participado ativamente no debate académico e público sobre o racismo e a História Negra na sociedade portuguesa, nomeadamente como cronista do “Público”.

 

FOLIA DO CARNAVAL REGRESSA AO ALEGRO ALFRAGIDE E SETÚBAL COM DESFILE INFANTIL

ALF_STB_cartaz-carnaval.jpg

A folia carnavalesca está de regresso aos centros comerciais Alegro Alfragide e Alegro Setúbal, geridos pela Nhood Portugal, com a promessa de muita animação para os mais pequenos. Sejam super-heróis, piratas, princesas ou fadas, os mais pequenos são desafiados a dar largas à imaginação no Desfile de Carnaval do Alegro Alfragide e Alegro Setúbal, com direito a música, prémios e muita diversão. 

 

Os pequenos foliões estão convidados a mostrar o seu melhor disfarce e animar a plateia cheia de miúdos e graúdos. Os desfiles de Carnaval do Alegro Alfragide e Alegro Setúbal terão lugar na Praça Principal e Praça Bombordo, respetivamente, no dia 13 de fevereiro, pelas 16h00.

 

Para fazer parte desta festa e desfilar em grande estilo perante um júri divertido, só precisam de ter menos de 12 anos* e fazer a inscrição gratuita no próprio dia, a partir das 14h30, junto ao Balcão da campanha de cada Centro.

 

Entre serpentinas e confettis, os júris do Alegro vão ser responsáveis por eleger os foliões mais originais e entregar os prémios.

 

Diga sim à diversão e faça parte do Carnaval Alegro!

 

Não dispensa a leitura do regulamento e consulta dos prémios em https://alegro.pt/

 FOLIA DO CARNAVAL REGRESSA AO ALEGRO ALFRAGIDE E SETÚBAL COM DESFILE INFANTIL

ALF_STB_cartaz-carnaval.jpg

A folia carnavalesca está de regresso aos centros comerciais Alegro Alfragide e Alegro Setúbal, geridos pela Nhood Portugal, com a promessa de muita animação para os mais pequenos. Sejam super-heróis, piratas, princesas ou fadas, os mais pequenos são desafiados a dar largas à imaginação no Desfile de Carnaval do Alegro Alfragide e Alegro Setúbal, com direito a música, prémios e muita diversão. 

 

Os pequenos foliões estão convidados a mostrar o seu melhor disfarce e animar a plateia cheia de miúdos e graúdos. Os desfiles de Carnaval do Alegro Alfragide e Alegro Setúbal terão lugar na Praça Principal e Praça Bombordo, respetivamente, no dia 13 de fevereiro, pelas 16h00.

 

Para fazer parte desta festa e desfilar em grande estilo perante um júri divertido, só precisam de ter menos de 12 anos* e fazer a inscrição gratuita no próprio dia, a partir das 14h30, junto ao Balcão da campanha de cada Centro.

 

Entre serpentinas e confettis, os júris do Alegro vão ser responsáveis por eleger os foliões mais originais e entregar os prémios.

 

Diga sim à diversão e faça parte do Carnaval Alegro!

 

Não dispensa a leitura do regulamento e consulta dos prémios em https://alegro.pt/

 

Politécnico de Setúbal exibe documentário sobre projeto de educação não-formal na Índia

 

Ciclo de cinema CO2 - Conversa, Olha, Ouve assinala Dia Internacional da Educação

 

CicloCinemaCO2_BannerIPS.png

 “Aprender com o intangível”, da realizadora Alessandra Silver, é a próxima proposta do ciclo de cinema CO2 - Conversa, Olha, Ouve, recentemente lançado pelo Politécnico de Setúbal (IPS) enquanto veículo de sensibilização para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e dirigido aos estudantes do IPS, especialmente aos recém-chegados, como contributo para a sua boa integração social e sucesso académico.

O documentário, centrado num projeto de educação não-formal desenvolvido em Auroville, uma comunidade internacional na Índia, será exibido na quarta-feira, 24 de janeiro, pelas 10h00, no anfiteatro da Escola Superior de Educação (ESE/IPS), assinalando o Dia Internacional da Educação. Num mundo sedento por mudanças em todas as áreas do desenvolvimento humano, a pergunta que nos coloca este filme é “como redesenhar então a educação com vista a esse propósito evolutivo”, através de “uma viagem à Educação Integral e aos desafios entre este sonho de futuro e a realidade”.

Tal como em ciclos anteriores, além da exibição de filmes, com uma periodicidade mensal, as sessões contemplam também conversas com especialistas e representantes de estruturas da sociedade civil que contribuem para uma reflexão informada sobre os temas abordados na tela.  Para a próxima sessão serão convidados Allan Sousa, co-fundador do projeto Oxigénio, que trabalha a comunicação e a inteligência emocional em contextos educativos, empresariais e familiares há mais de uma década, e Alexandra Viana da Silva, presidente da K-Evolution, associação de promoção do desenvolvimento sustentável através da educação.

O novo ciclo de cinema do IPS é uma organização em parceria com a associação cultural Festroia, que conta com financiamento do Programa de Apoio a Iniciativas de Acolhimento e Integração dos Novos Estudantes, da Direção Geral do Ensino Superior (DGES).

Mais informações em www.ips.pt.

 

Politécnico de Setúbal discute “Violência Sexual Contra Homens e Rapazes”

Seminário convida Ângelo Fernandes, da Associação Quebrar o Silêncio

 

O tema “Violência Sexual Contra Homens e Rapazes” vai

Seminário_ESS_IPS.jpg

estar em cima da mesa num seminário a decorrer no Politécnico de Setúbal (IPS), já na próxima terça-feira, dia 19, com organização do Departamento de Enfermagem da Escola Superior de Saúde (ESS/IPS), na pessoa da docente Fernanda Gomes da Costa.

A discussão, agendada para as 10h15, na sala B1.13 do edifício da ESCE/ESS, tem como convidado Ângelo Fernandes, fundador e diretor técnico da Associação Quebrar o Silêncio, a primeira e única entidade portuguesa, sem fins lucrativos, que presta apoio especializado a homens e rapazes sobreviventes de violência e abuso sexual.

Revelam as estatísticas que um em cada seis homens é vítima de experiências sexuais abusivas antes da maioridade, sendo que 20,7% das vítimas menores de abuso sexual são rapazes. Segundo a Quebrar o Silêncio, estes números, apesar de dramáticos, não refletem a realidade, uma vez que a maioria das vítimas não denuncia os seus casos.

O seminário, com entrada livre, pretende ser um contributo do IPS para uma reflexão informada sobre esta temática, geralmente pouco abordada publicamente e envolta em tabus, preconceitos e estigmas.

A Quebrar o Silêncio foi fundada em janeiro de 2017 e, em seis anos de atividade, foi procurada por um total de 594 homens e rapazes.

Politécnico de Setúbal angaria brinquedos com concerto solidário e ação de recolha

ConcertoSolidario_IPS.jpg

Espetáculo protagonizado por Cláudia Motrena, Renato Sousa, Nuno Carpinteiro e Sandro Maduro

 

O Politécnico de Setúbal (IPS) promove, já na próxima quinta-feira, dia 14, no seu Auditório Nobre, pelas 21h00, um concerto solidário para assinalar a quadra natalícia, cuja entrada é garantida através da doação de um brinquedo, livro ou jogo, para posterior entrega a cerca de 140 crianças, com idades entre os 03 e os 12 anos, identificadas pela YMCA Setúbal e pelo programa municipal Nosso Bairro Nossa Cidade.

 

Em palco vão estar Cláudia Motrena, Renato Sousa, Nuno Carpinteiro e Sandro Maduro, quatro músicos setubalenses, de nascimento e de adoção, três deles diplomados pelo IPS, que se dispuseram a partilhar a sua arte e assim contribuir para que várias crianças possam usufruir de um presente neste Natal. 

 

A campanha de angariação de brinquedos, livros e jogos, dirigida a toda a comunidade académica e a todos os interessados do público externo, prossegue também até sexta-feira, dia 15, através de uma ação de recolha nos átrios das cinco escolas dos campi de Setúbal e do Barreiro.

 

Para garantir o bom estado dos bens doados, o IPS tem ao dispor uma Oficina de Reparação de Brinquedos, dinamizada por estudantes da sua Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTSetúbal/IPS), em particular da licenciatura em Engenharia Mecânica, que colaboram no conserto e substituição de peças danificadas, nomeadamente com recurso a impressoras 3D.

IPS encerra ciclo de debates sobre os ODS com temática “Paz e Parcerias”

Iniciativa, dirigida à comunidade académica e à região, tem entrada livre e gratuita

 

Ciclo ODS_IPS_2023 (1).jpg

“Prosperidade”, um dos cinco pilares da Agenda 2030 das Nações Unidas, será a próxima temática alvo de reflexão no âmbito da 3.ª edição do ciclo de debates sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), promovido pelo Politécnico de Setúbal (IPS).

A sessão, agendada para amanhã, dia 6, pelas 09h30, no Anfiteatro C1.13 da Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE/IPS), tem como oradores Jorge Gaspar, diretor de consultoria da AIP - Associação Industrial Portuguesa, Mário Parra da Silva, da Associação Portuguesa de Ética Empresarial e UN Global Compact Network Portugal, e Paula Guimarães, responsável de Sustentabilidade na The Navigator Company, com moderação de Luís Teixeira, da Associação Cultural Festroia.

 

O ciclo, que pretende sensibilizar a comunidade académica e toda a região para a importância do crescimento sustentável, regenerativo e inclusivo, encerra na quinta-feira, dia 7 dezembro, abordando o tema “Paz e Parcerias”numa sessão que decorre pelas 14h00, no anfiteatro da Escola Superior de Educação (ESE/IPS). A iniciativa, moderada por Gina Lemos, docente da ESE/IPS, conta com os contributos de Carlos Mata, vice-presidente do IPS, Sara Midões, coordenadora adjunta da Cátedra da UNESCO para a Paz Global Sustentável, e de Andreia Oliveira, do Instituto Marquês Valle Flor.

 

Recorde-se que esta nova temporada do ciclo de debates sobre os ODS teve a sua sessão de arranque a 24 de novembro, sobre a temática “Um planeta com futuro: a influência da ciência”, seguindo-se, a 28, uma reflexão sobre a dimensão “Pessoas”, contando ambas com os contributos de vários especialistas, entre investigadores, ativistas e representantes de instituições-chave para a compreensão dos temas em debate.

 

Mais informações aqui.