Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Maat doa receita de bilheteira do fim-de-semana de 7 e 8 de maio aos refugiados da Ucrânia

 

A Fundação EDP vai doar o valor integral da receita de bilheteira do maat do fim de semana de 7 e 8 de maio do Maat para apoiar respostas de emergência Humanitária em curso na Ucrânia. O saldo de bilheteira que resultar das visitas realizadas no museu, ao longo desses dias, vai ser duplicado pela Fundação EDP, sendo a verba total doada à Médicos do Mundo. Esta associação está a fazer chegar materiais médicos e medicamentos aos hospitais ucranianos, bem como a prestar cuidados médicos em abrigos coletivos e a responder às necessidades de quem foge do país e cruza as fronteiras da Ucrânia.

 

Neste fim de semana, poderão ser visitadas no maat e na Central Tejo seis exposições temporárias: Vhils. Prisma; Interferências; Naturezas Visuais; Traverser la Nuit – Obras da Coleção Antoine de Galbert; Universo Olivetti e Poly-Free, de João Pimenta Gomes. Na Centra Tejo é ainda possível visitar a exposição permanente que conta a história desta antiga fábrica de eletricidade.

 

Esta iniciativa da Fundação EDP enquadra-se nas várias medidas e campanhas que a EDP tem vindo a desenvolver para responder à emergência humanitária na Ucrânia, com o envolvimento de recursos e equipas em várias geografias onde o grupo está presente. Destas iniciativas, destacamos, por exemplo, o apoio financeiro a organizações que estão na linha da frente, a entrega de bens essenciais através de colaboradores e clientes, a oferta de equipamentos de material elétrico para o local do conflito e a disponibilização de locais para acolhimento ou ofertas de energia a refugiados em Portugal.

 

“A Fundação EDP tem acompanhado atentamente a atual crise humanitária e procurado apoiar de diversas formas as comunidades mais afetadas por este conflito, através de iniciativas como a doação de verbas do maat à organização Médicos do Mundo. É com um profundo sentido de missão que continuaremos a promover os direitos humanos e a inclusão, algo que no grupo EDP

impulsionamos ao investir 30 milhões de euros por ano a nível social até 2030”, afirma Vera Pinto Pereira, presidente da Fundação EDP.

Artistas atuam em concerto para apoiar refugiados ucranianos

Cartaz SAFE_concerto solidário.jpg

O concerto solidário SAFE tem lugar a 7 de maio, às 22 horas, no Salão Preto e Prata do Casino Estoril. As receitas do espetáculo destinam-se a apoiar as crianças e refugiados da guerra na Ucrânia e conta com a participação de vários artistas, entre os quais Fernando Pereira, Luís Represas, Carlos Alberto Moniz, Ana Laíns, Lika e Paula Teixeira.

 

O evento solidário, apresentado por Fernando Pereira, tem como objetivo colocar as artes, a música e a cultura ao serviço da paz, da solidariedade e do respeito pela dignidade humana, numa produção especial e multidisciplinar.

 

O evento abre portas com uma exposição de obras dos artistas plásticos e pintores Bogdan Dide (Ucrânia), Larysa Kalinichenko (Ucrânia), Mariola Landowska (Polónia), Santiago Belacqua (Portugal) e Xicofran (Portugal).

 

O evento é organizado pela Frente Solidária, com apoio da Embaixada da Ucrânia em Portugal e da Fundação Galp, entre outras empresas e instituições.

A produção é da Musicport e do próprio Casino Estoril.

 

Os bilhetes custam 10, 15 e 20€ e podem ser adquiridos em https://safeconcerto.bol.pt/

 

Estarão em palco os artistas Ana Laíns, Carlos Alberto Moniz, Carlos Tavares & The Lucky Duckies, Daniel Fernandes, Diana Lucas, Fernando Cunha & Banda, Lika (Cazaquistão), Luís Represas, Paula Teixeira e Tammy Weis (Canadá).

 

As portas serão abertas às 20 horas para a Exposição Solidária, no Foyer Panorâmico. Cada artista plástico doará um quadro, cuja receita da venda reverterá integralmente para apoiar as crianças e refugiados ucranianos.

 

O espetáculo musical terá início às 22 horas no Salão Preto e Prata.

 

Sobre a Frente Solidária

A Frente Solidária é uma associação sem fins lucrativos, empenhada na promoção da Paz, na proteção do Planeta e no bem da Humanidade. Para além da promoção e divulgação de grandes ideais fraternos e solidários, pretende com a sua ação, contribuir de forma ativa e consequente para o desenvolvimento da sociedade e do Homem, em toda a sua dimensão filosófica, social e cultural.

Website: https://www.frentesolidaria.org

Artistas unem-se pela Ucrânia em Concerto Pela Paz no Coliseu

2022_04_cpa_ConcertopelaPaz_evento.png

No dia 13 de abril, às 21h30, o Concerto pela Paz vai juntar no palco do Coliseu Porto Ageas músicos e bailarinos portugueses, ucranianos e russos. Porque a música é a linguagem da paz, este concerto pretende reforçar essa ideia com repertório variado que vai desde a música clássica à contemporânea, passando pelo pop tradicional e pela dança.

 

"Adagio para cordas", de Samuel Barber, "Allemande, Partita", de Bach, momentos de ballet, com "O Quebra-Nozes", de Tchaikovsky, e "Giselle", de Adolphe Adam, e canto lírico, como em “La Maja Dolorosa - Tres Tonadillas”, de Enrique Granados, interpretado por Dora Rodrigues e Rui Gama, são alguns dos momentos oferecidos neste espetáculo.

     

Organizado pelo Coliseu e pela produtora Artway, Concerto Pela Paz só é possível graças ao contributo de artistas generosos que se juntam a esta causa, movidos e sensibilizados pelas atrocidades cometidas contra a população ucraniana, criando este momento para ajudar quem mais precisa através da compra de bilhetes dentro das possibilidades de cada um.

 

Os bilhetes têm um custo de 5€, 10€, 15€ e 20€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Coliseu, Ticketline e locais habituais. Quem não pode estar presente também pode contribuir adquirindo um ou mais lugares. 

 

O valor angariado neste concerto será doado ao Fundo de Emergência da Cruz Vermelha Portuguesa, que se mobilizou na ajuda à população ucraniana em risco, bem como dos refugiados ucranianos em Portugal.

CCB | +380 LIGAR À UCRÂNIA > Concerto solidário e recolha de bens | 26 a 30 março

image002 (2).jpg

Belém – Lviv

 

ð+380: Concerto pela Ucrânia

André Santos, Bruno Pernadas, Cristina Branco, Daniel Bernardes,

Desidério Lazaro, Filipe Melo, Filipe Raposo, Joana Gama, João Barradas,

João Moreira, Júlio Resende, Margarida Campelo, Mário Laginha,

Ricardo Ribeiro, Ricardo Toscano, Salvador Sobral

29 de março – 19h00 – Grande Auditório

 

ðRecolha de bens

26 a 30 de março – 9h00 às 21h00 – Tenda do CCB

 

 

Numa demonstração de solidariedade pela paz na Ucrânia, a Fundação CCB criou uma ponte cultural com o Centro Cultural de Lviv.

 

Este centro cultural está instalado no Hnat Khotkevych Palace of Culture, que acolhe habitualmente atividades culturais, foi transformado em posto de operações de logística e ajuda humanitária.

 

A necessidade de fazer chegar a Lviv bens que lhes são escassos fez com que o CCB esteja a organizar uma campanha de recolha de bens. No espaço da Tenda do CCB estará implementado um centro operacional e logístico para a recolha e seleção de bens necessários, que contará com o apoio de voluntários. Este centro vai estar em funcionamento entre os dias 26 e 30 de março, das 9h00 às 21h00, em parceria com diversas entidades parceiras, entre as quais a Associação dos Ucranianos em Portugal.

 

A propósito desta campanha, o Centro Cultural de Belém irá promover um concerto com músicos portugueses, para angariação de fundos, onde as receitas reverterão a favor da Cruz Vermelha Portuguesa. O concerto será transmitido em direto, para Lviv, em parceria com a RTP Palco, o que permitirá chegar a uma audiência ainda maior e numa geografia mais alargada.

 

Transportando esta noção de ponte e de relações biunívocas para o concerto, o CCB convidou vários artistas a colaborarem e a apresentarem-se em duo.

 

Nomes como Mário Laginha, que atuará a solo e em duo com Cristina Branco, Filipe Raposo e Ricardo Ribeiro, Salvador Sobral e André Santos, Júlio Resende, Ricardo Toscano e João Barradas, Bruno Pernadas e Margarida Campelo, Filipe Melo e João Moreira, Daniel Bernardes e Desidério Lázaro, e ainda a pianista Joana Gama, darão corpo a este concerto pela Ucrânia. O concerto será gravado.

 

"O Amor é Tão Simples" - Espectáculo Solidário - Ucrânia - Comité Internacional da Cruz Vermelha

descarregar (9).jpg

ESPECTÁCULO SOLIDÁRIO - UCRÂNIA
COMITÉ INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA
20 MARÇO, 21H

No próximo dia 20 de março, às 21h00, realiza-se, no Teatro da Trindade INATEL, o espectáculo solidário de O AMOR É TÃO SIMPLES. O bilhete para esta sessão tem um valor único de 25 euros e a receita reverterá na sua totalidade a favor do Comité Internacional da Cruz Vermelha, que se encontra em território Ucraniano a prestar apoio directo às pessoas afectadas pelo conflito.
Os bilhetes estão disponíveis para venda na BOL e bilheteira local.
 
Fundado em 1863, o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) trabalha no mundo inteiro, para levar assistência humanitária às pessoas afetadas por conflitos e pela violência armada, e para promover as leis que protegem as vítimas da guerra. É uma organização independente e neutra, com sede em Genebra, Suíça. A organização conta com cerca de 20 mil colaboradores em mais de 100 países e é financiada, principalmente, por doações voluntárias dos governos e das Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

O Comité trabalha na Ucrânia desde 2014 e as suas operações no país estão entre as dez maiores operações do CICV no mundo. Em estreita colaboração com a Cruz Vermelha Ucraniana, tem vindo a aumentar a resposta às necessidades humanitárias do país.


TEATRO DA TRINDADE INATEL
20 de Março às 21h00
Bilhetes - 25€

"O Amor é Tão Simples" - Espectáculo Solidário - Ucrânia - Comité Internacional da Cruz Vermelha

 

 

 

ESPECTÁCULO SOLIDÁRIO - UCRÂNIA
Comité Internacional da Cruz Vermelha
20 Março, 21h

O AMOR É TÃO SIMPLES

descarregar (3).png

No próximo dia 20 de março, às 21h00, realiza-se, no Teatro da Trindade INATEL, o espectáculo solidário de O AMOR É TÃO SIMPLES. O bilhete para esta sessão tem um valor único de 25 euros e a receita reverterá na sua totalidade a favor do Comité Internacional da Cruz Vermelha, que se encontra em território Ucraniano a prestar apoio directo às pessoas afectadas pelo conflito.
Os bilhetes estão disponíveis para venda na BOL e bilheteira local.
 
Fundado em 1863, o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) trabalha no mundo inteiro, para levar assistência humanitária às pessoas afetadas por conflitos e pela violência armada, e para promover as leis que protegem as vítimas da guerra. É uma organização independente e neutra, com sede em Genebra, Suíça. A organização conta com cerca de 20 mil colaboradores em mais de 100 países e é financiada, principalmente, por doações voluntárias dos governos e das Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.
O Comité trabalha na Ucrânia desde 2014 e as suas operações no país estão entre as dez maiores operações do CICV no mundo. Em estreita colaboração com a Cruz Vermelha Ucraniana, tem vindo a aumentar a resposta às necessidades humanitárias do país.
 
Mais informação relativa ao espetáculo -  teatrotrindade.inatel.pt/espetaculo/o-amor-e-tao-simples/
 

13 artistas portugueses participam no Concerto Solidário de Natal Joyeux

descarregar.png

 

Tiago Bettencourt, Bárbara Tinoco, Anjos, João Pedro Pais, Maria Ana Bobone, Mimi Froes, Pedro Vaz, Pedro Flores, Carolina Leite, Milhanas, Nuno Siqueira e Leonor Sá Chaves, João Só e Peu Madureira são os artistas que vão atuar no Concerto Solidário de Natal Joyeux, promovido pela Associação VilacomVida, no dia 19 de dezembro, às 18:00 horas, com o objetivo de recolher donativos para continuar a expandir a rede de cafés-restaurantes JOYEUX em Portugal e assim apoiar a vida autónoma de jovens-adultos com dificuldades intelectuais e do desenvolvimento.

Casa do Artista apresenta videoclipe protagonizado por Eunice e Lídia Munõz com interpretação de “Beatriz” por Marisa Liz e Rui Veloso, para a campanha de captação de novos associados

Casa do Artista apresenta videoclipe protagonizado por Eunice e Lídia Munõz com interpretação de “Beatriz” por Marisa Liz e Rui Veloso, para a campanha de captação de novos associados

“Fazemos parte da sua vida. Faça também parte da nossa!” é o mote da campanha apresentada hoje no Teatro Armando Cortez, evento que contou com a presença de Sua Excelência O Senhor Presidente da República, Senhora Ministra da Cultura e vários artistas que sentem a Casa do Artista como sua.  


 

 

 

Encerrando as comemorações do seu 22º aniversário, a APOIARTE / Casa do Artista reserva esta quarta-feira, 29 de setembro, para lançar a campanha de captação de novos associados com apresentação de tema e videoclipe “Beatriz”, no palco do Teatro Armando Cortez. Um evento que conta com a presença de Sua Excelência O Senhor Presidente da República, da Senhora Ministra da Cultura e de um conjunto reputado de artistas que sentem a Casa do Artista como sua.  

José Raposo, Presidente da Direção da APOIARTE / Casa do Artista, inicia, às 12h, a cerimónia. Um evento que conta também com as intervenções de Sofia Grillo, da Senhora Ministra da Cultura e de Sua Excelência O Senhor Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.   

O videoclipe agora apresentado partiu de uma ideia de Sofia Grillo, durante o primeiro confinamento, quando desafiou Rui Veloso e Marisa Liz a criarem uma versão intemporal de “Beatriz”. Um tema de Chico Buarque e Edu Lobo centrado na vida de uma atriz. O desafio foi estendido a Adriano Luz e a Artur Ribeiro que aceitaram assumir a realização e conceito do vídeo. Chico Buarque e Edu Lobo, sensibilizados para a causa APOIARTE / Casa do Artista, prontificaram-se a ceder os direitos de autor de “Beatriz”.  

A campanha de captação de novos associados da APOIARTE / Casa do Artista pretende mobilizar toda a comunidade para a importância de apoiarem a Instituição. Uma Casa que a Direção pretende que seja cada vez mais viva e lugar de partilha entre os artistas e o público.   

O desafio está lançado: “Fazemos parte da sua vida. Faça também parte da nossa!” 

 

Ficha Técnica 

Música – Música Original de Chico Buarque/Edu Lobo; Versão Adaptada por Marisa Liz/Rui Veloso; Arranjos de Ruben Alves.| Videoclipe – Realização de Adriano Luz; Argumento de Artur Ribeiro; Produção de Maria & Mayer /Maria João Mayer; Coordenação de Projecto por Marina Reino; Assistentes de Produção: Miguel Aido e Catarina Portugal; Direção de Fotografia por Pedro Ferreira; Câmara por João Carmo e José Manuel Fernandes; Gimble por Emanuel Garcia; Anotação de Helga Magalhães; Chefe Eletricista: Artur Andrade; Assistentes: Hugo Dias e Ricardo Gavino; Montagem por Ricardo Inácio; Correção de cor por André Szankowski.