Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Troia com sessões de cinema ao ar livre pata toda a família

Noites cinéfilas estão de volta às sextas e sábados até 14 de setembro

Cine_NOS Troia.jpg

 

Numa parceria com a NOS, o Troia regressa neste verão com as sessões gratuitas de cinema ao ar livre nas noites de sexta-feira e sábado. A programação traz filmes para toda a família que serão exibidos até 14 de setembro.

 

Os mais icónicos filmes de animação, ação, drama e comédia, estão em cartaz no Cine NOS Troia, situado no anfiteatro do Jardim do Norte, da Alameda Pinheiro Manso.

 

Neste cinema ao ar livre, os turistas e residentes da Península de Troia-Comporta podem assistir a sessões gratuitas que decorrem todas as sextas e sábado, a partir das 21h30. Antes porém, pelas 20h00, o espaço conta já com animação para entreter as famílias que por esta altura não prescindem da tranquilidade e exclusividade deste destino único de férias.

 

Conheça a programação completa do Cine NOS Troia:

12/07 – Gru – O Maldisposto 3

13/07 – Velocidade Furiosa 8

19/07 – Coco

20/07 – Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

26/07 – Príncipe Bué Encantado

27/07 – Mundo Jurássico: Reino Caído

02/08 – Teen Titans Go! O Filme

03/08 – Tom Raider

09/08 – Incredibles 2: Os Super-Heróis

10/08 – Mamma Mia! Here We Go Again

16/08 – Bailarina

17/08 – A Bela e o Monstro

23/08 – Mr. Link

24/08 – Bumblebee

30/08 – Ralph vs Internet

31/08 – Johnny English Volta a Atacar

06/09 – A Ovelha Choné – O Filme

07/09 – O Mistério da Casa do Relógio

13/09 – Como Treinares o teu Dragão: Mundo Secreto

14/09 – Shazam!

 

Toda a agenda de eventos do Troia disponível aqui.

Tróia recebe pela primeira vez espectáculo equestre com fado e flamenco

Flamenco e fado cantado ao vivo na praia da Caldeira

TRÓIA RECEBE PELA PRIMEIRA VEZ UM ESPECTÁCULO EQUESTRE

EVENTO EQUESTRE TROIA1.jpg

 

A 20 de Abril, pelas 19 horas, Tróia recebe pela primeira vez um espectáculo de arte equestre na Praia da Caldeira, junto às Ruínas Romanas, que será palco de uma performance apresentada pela Escola Equestre Vítor Rodrigues, que conjuga o hipismo, o flamenco e o fado cantado ao vivo por Emanuel Soares, para dar início às celebrações de Páscoa com uma iniciativa cultural inédita.

 

Com duas horas de duração e 10 minutos de intervalo, o espectáculo equestre Vítor Rodrigues divide-se em dois momentos, com uma primeira parte em que o fado é cantado ao vivo por Emanuel Soares e dançado pelos cavalos com volteios artísticos e rédeas longas para, na segunda parte, dar lugar ao flamenco e às sevilhanas com cavalos, numa demonstração de ritmo e de cor impressionantes.

 

No cenário natural da laguna da Caldeira e emoldurado pelo património arquelógico das Ruínas Romanas, o sábado de Páscoa em Tróia celebra a arte, a natureza e a História com um programa exclusivo.

 

Espectáculo Equestre | 20 de Abril | 19h00 | Praia da Caldeira | Duração: 130 minutos

Bilhetes: 30€ Adultos | 15€ Crianças (até aos 12 anos)

Reservas: ticketline. Informações: arqueologia@troiaresort.pt.

Acesso pela estrada das Ruínas Romanas de Tróia e possibilidade de parqueamento junto ao sítio arqueológico

Exposição no Casino de Tróia, com estrutura multimédia

Cartaz.jpg

 

 
O Casino de Tróia, a Real Associação de Lisboa e a Academia de Letras e Artes têm a honra de convidar para a cerimónia de inauguração da exposição "Antemanhã Alquímica de Portugal" do pintor Luís Athouguia.
 
No próximo dia 9 de Junho, a partir das 21h00, o Casino de Tróia organiza um grande evento comemorativo do Dia de Portugal (num desvendar alquímico da antemanhã de Portugal) evento que estará centrado na inauguração de uma extraordinária exposição de Luís Athouguia.

O evento estará apoiado numa estrutura multimédia, com o casino repleto de imagens do trabalho de Luís Athouguia, projectadas no ecrã gigante da sala de jogo e nos vários ecrãs-esferas espalhados pelo espaço.

O serão conta ainda com uma sessão de “Fado e Guitarras Portuguesas” pelo que convidamos os nossos amigos a associarem-se ao presente evento no próximo dia 9 de Junho no Casino de Tróia. (ver texto em baixo)

 

Com o Alto 
Patrocínio
​ da​
 Real Associação de Lisboa e a Academia de Letras e Artes 
​de Portugal​

Presença dos convidados-de-honra:
S.A.R. O Senhor Dom Duarte de Bragança
Dr. João de Lancastre e Távora - Real Associação de Lisboa
Doutora Isabel Magalhães - Academia de Letras e Artes 
Professor- Doutor Paulo Morais-Alexandre, IPL

​O

 extraordinário texto da Exposição:

 

       Luís Athouguia…  e a Antemanhã Alquímica de Portugal

A antemanhã, que Pessoa caracterizou tão bem na sua “Mensagem” representa um dos mais basilares princípios da Portugalidade. É aquela centelha de um momento, congregando em si todo o ensejo da eternidade, que antecede o dealbar da primeira réstea de luz da aurora, quando o dia ainda não nasceu mas em que a noite já se desvaneceu…

Na antemanhã, a escuridão e a luz misturam-se numa plêiade de cores que congregam toda a palete do Universo num único vislumbre pressentido da totalidade que nos compõe. E é mágico, porque não sendo absolutamente nada é, simultaneamente, tudo. 

Luís Athouguia, o pintor de sonhos que nos carrega através da ousadia da sua Alma de artista pelos insuspeitos caminhos do que não conhecemos mas que sentimos de forma plena quando nos libertamos do peso da realidade, congrega em si próprio este Dom místico de absorver, encandeando-nos, esta complexidade tão simples que o Mundo tem. Os seus quadros, com uma panóplia de cores e de formas improváveis, são janelas abertas para o carácter onírico e singular de sonhos que a ousadia profunda da maior parte das gentes que connosco partilha esta vida, não tem coragem para sequer imaginar.

E Luís Athouguia imagina-os. Vive-os de forma intensa em cada quadro e, num exercício quase sublime de generosidade, partilha-os com os outros, espraiando a sua capacidade iluminada de entender a realidade num plano absurdo e excêntrico de vivacidade. 

No Casino de Tróia, onde o verde da Arrábida se cruza com o tom azul das águas do Sado, a obra de Luís Athouguia ganha uma nova perspectiva e uma inigualável capacidade de perfurar o real. Porque as suas cores, as formas complexas que utiliza para retratar o que efectivamente não existe são, em última instância, um laivo quase mágico que nos liga ao cadinho maior da vida e aos interstícios brumosos de Portugal.

Religião significa, na sua visão mais profunda, a capacidade de religar… de voltar a ligar os mundos, as coisas, as pessoas e a vida. E Luís Athouguia, corajosamente perdido na inconsciência própria de quem ousa sonhar, coloca-nos mesmo ali, naquele espaço e naquele tempo onde espaço e tempo não contam, para nos fazer entender o que é a vida e a morte, e o sonho e… Portugal. 

A antemanhã alquímica de Portugal!

Aquele momento em que o tudo e o nada se misturam. Aquele instante onde sonhos e realidade são a mesma coisa. Aquele lugar sagrado que está em sítio nenhum e para onde todos desejamos ir, quando temos a sorte e o ensejo de o pressentir no fundo da Alma. 

Tróia, Antemanhã do Dia de Portugal, 2018

João Aníbal Henriques

 

RUÍNAS ROMANAS DE TROIA PROMOVEM NOITE ASSOMBRADA

 

 

13 de julho, em noite de Lua Nova

RUÍNAS ROMANAS DE TROIA PROMOVEM NOITE ASSOMBRADA

  • Performances teatrais recriam as histórias mais assustadoras da Troia Romana

 

No próximo dia 13 de julho, sexta-feira 13, as Ruínas Romanas de Troia vão ser palco de uma Noite Assombrada na qual vão ser recriadas as histórias mais assustadoras da Troia Romana, que prometem deixar os visitantes, mesmo os mais corajosos, com os níveis de ansiedade elevados.

Além de ser 6ªf feira 13, é também noite de lua nova, e na Noite Assombrada das Ruínas Romanas de Troia tudo pode acontecer. Ouvir o último suspiro de um dos romanos ali sepultados, desencontros e encontros inesperados, assombrações e desgostos de amor dão o mote para uma experiência assustadoramente inesquecível.

Sejam céticos ou supersticiosos, a pulsação vai acelerar e o nervoso miudinho vai apoderar-se quando os escravos regressarem ao trabalho nas fábricas do maior centro industrial de salgas de peixe do Império romano.

Estão previstas quatro sessões para este evento, com a duração de 50 minutos cada. Os horários de início são: 21:00h, 21:20h, 21h40 e 22:00h. O público deve comparecer 10 minutos antes de cada sessão. Os bilhetes têm um custo de 10€ para adultos (>12) e 5€ para crianças dos 5 aos 12 anos.

Para mais informações e compra de bilhetes, por favor, contacte o Departamento de Arqueologia através do e-mail: arqueologia@troiaresort.pt.

 

E haverá histórias de amores verdadeiros para contar…

Na praia de Troia foi descoberta uma grande lápide com uma inscrição que diz «Galla, de 35 anos, está aqui sepultada. A terra te seja leve! Hypnus, o marido, mandou fazer à óptima esposa.».

Diz-se que é o único vestígio de um amor proibido entre uma escrava doméstica da magnífica domus e um escravo maltrapilho das oficinas. Conta a lenda que Hypnus trabalhou noite e dia para conseguir enriquecer e comprar a sua liberdade e a da sua amada.

Mas pouco tempo depois de serem livres, Galla adoeceu e morreu. Diz-se que Hypnus ficou assombrado com a perda. Vivia na esperança de a voltar a ver e todos os dias rezava aos deuses Manes, os antepassados que guardam os defuntos.

Mas infelizmente, quando Hypnus finalmente morreu e desceu ao submundo, não encontrou a sua amada. Há quem diga que nas noites de lua cheia, este escravo regressa à domus à procura de Galla.

28 de abril: Teatro: Viriato assalta as Ruínas Romanas de Troia

Bienal de Teatro das Ruínas Romanas de Troia

VIRIATO.jpg

 

  • Espetáculo imersivo que renova a experiência cénica, dia 28 de abril às 18h00.

No próximo dia 28 de abril estreia o espetáculo teatral “Viriato”, que tem como palco principal a Praia da Caldeira, junto às Ruínas Romanas de Troia. Uma experiência cénica que insere o espetador na ação, renovando a forma de ver e estar no teatro, e que inclui refeição ligeira durante a encenação.

 

Num palco de uma beleza natural invulgar, a peça “Viriato” remete o espetador para o ano de 147 a. C, quando os romanos cercam o que resta do exército lusitano. Retrata mais um episódio de guerra, mais uma tentativa de Roma para se apoderar da Península Ibérica. Mas, os lusitanos têm um novo comandante, que durante sete anos, se revela o maior pesadelo de Roma: Viriato.

 

O programa de dia 28 inclui ainda uma visita guiada pela equipa de arqueologia às Ruínas Romanas de Troia, que foram, em tempos, o maior centro industrial de salgas de peixe do Império Romano, e que se situam em plena orla do estuário do Sado.

 

“Viriato” é uma peça de Carlos Carvalheiro e Filomena Oliveira, a partir de João Aguiar, da Companhia de teatro Fatias de Cá, com preços entre os 20€ e os 30€. As crianças até aos 4 anos não pagam.

 

Programa:

18H00 Visita Guiada

19H30-21H30 Teatro Viriato (inclui jantar)

 

SUNSETS DE REGRESSO ÀS RUÍNAS ROMANAS DE TRÓIA

image001.jpg

 

 

A entrada é livre, a música é sempre diferente e todos os concertos duram uma hora.

 

Com entrada livre, os sunsets musicais estão de regresso às Ruínas Romanas de Tróia. Todas as quartas-feiras, das 18h00 às 19h00, e até dia 30 de Agosto, há sempre um concerto diferente com estilos de música distintos.

 

A 9 de Agosto, o fado é o rei da festa pelas mãos do Quarteto Deolinda de Jesus. Enquanto a 16 de Agosto, o Trio de Rute Tapadas recorda os principais clássicos portugueses. Já a 23 de Agosto, o ritmo quente da bossa nova marca presença com a atuação do Trio de Diana Cravo. Os sunsets musicais despedem-se, a 30 de Agosto, com a atuação do Trio de São Silva que mistura bossa nova com música francesa.

 

E porque os sunsets não têm apenas de ser em jardins ou rooftops, venha até um monumento com mais de dois mil anos, que funcionou como o maior complexo de produção de salgas de peixe do Império Romano, e desfrute de um pôr-do-sol, no mínimo, diferente!

NOITE DE ESTRELAS” NAS RUÍNAS ROMANAS DE TRÓIA

image004.jpg

 

 

Seja romano por uma noite e contemple as estrelas a partir de um sítio arqueológico único.

 

Sob o mote “Júpiter, rei dos céus”, o TROIA RESORT promove, nos dias 4, 5, 18 e 19 de Agosto, a partir das 21h15, uma sessão de astronomia nas Ruínas Romanas de Tróia – um monumento com mais de dois mil anos, que funcionou como o maior complexo de produção de salgas de peixe do império romano.

 

Limitadas ao número de inscrições disponíveis, estas sessões contam com o acompanhamento de um astrónomo e de uma arqueóloga que vão contar os mitos associados a cada constelação.

 

Em Agosto, nas Ruínas Romanas de Tróia, celebra-se Júpiter – o deus que presidiu aos céus. Rei dos trovões, Júpiter eternizou heróis e rainhas nas constelações de estrelas, que ainda hoje têm o seu nome. Nestas sessões de astronomia, vão ser reveladas as suas histórias e dado a conhecer um “novo céu”.

 

Com um custo de 10€ por adulto e 5€ por criança (dos 5 aos 14 anos), estas sessões prometem fazer as delícias de miúdos e graúdos. Venha até Tróia e descubra segredos nunca antes revelados! Mais informações através dos contactos: 939 031 936 ou arqueologia@troiaresort.pt

 

PRIMEIRA EDIÇÃO DO “TRÓIA BIOBLITZ” DESCOBRE MAIS DE 200 NOVAS ESPÉCIES DE FAUNA E FLORA

image001.jpg

 

A primeira edição do “Tróia BioBlitz” – uma inventariação relâmpago da biodiversidade da península de Tróia e do estuário do Sado – revelou mais de 200 novas espécies de fauna e flora. Entre as 210 espécies inventariadas até ao momento, e outras identificações em curso, os principais grupos identificados foram plantas terrestres e invertebrados marinhos, mas também aves e alguns mamíferos.

 

Entre as plantas identificadas destacam-se vários endemismos, como a Linaria Ficalhoana ou o Juniperius Navicularis, e ainda algumas espécies raras a nível nacional como o Delphinium Nanum e o Verbascum Giganteum. Já entre as aves observadas, destaque para o Noitibó da Europa (Caprimulgus Europaeus), avistado duas vezes, que reagiu ao chamamento emitido a partir de um telemóvel e de uma coluna portátil por pensar que se tratava de um outro noitibó. Por outro lado, uma das espécies que mais surpreendeu foi a Cenoura-do-Mar (Veretillum Cynomorium), um coral-mole bioluminescente, que fez as delícias dos visitantes na única saída de campo noturna.

 

Um dos aspetos que agradou também bastante aos visitantes foi a sala do “Tróia BioBlitz”, o ponto de partida de todas as atividades, onde os participantes puderam observar vários dos animais encontrados nas visitas, à lupa ou em aquário. Para a maioria dos visitantes, a primeira edição do Tróia BioBlitz “foi uma experiência muito gira e, sobretudo, uma ótima ideia para aproximar as crianças à natureza”.

 

“Que seres vivos existem em Tróia?” foi a pergunta de partida para dois dias de atividades em que os participantes tiveram a oportunidade de descobrir aves, insetos, mamíferos, plantas e ainda a zona entre-marés. O “Tróia Bioblitz” contou com o apoio de uma dezena de biólogos e investigadores ligados às diversas áreas da biodiversidade que orientaram os participantes no reconhecimento das espécies. Além das atividades no terreno, os participantes tiveram ainda a possibilidade de participar em trabalho de laboratório.

 

Os resultados (ainda em atualização) da primeira edição do “Tróia BioBlitz” já estão disponíveis em http://www.biodiversity4all.org

 

TRÓIA RECEBE PELA PRIMEIRA VEZ BIOBLITZ

 

 

Junte-se às equipas de investigadores que estudam a biodiversidade de Tróia e seja cientista por um dia!

 

image004.jpg

 

Realiza-se nos próximos dias 24 e 25 de Junho, a primeira edição do “Tróia BioBlitz” – uma inventariação relâmpago da biodiversidade da península de Tróia e do estuário do Sado. Com entrada gratuita e aberto ao público em geral, este evento é uma oportunidade única de contribuir para aumentar a lista de espécies identificadas, trabalhar lado a lado com investigadores e conhecer melhor a fauna e flora de Tróia.

 

“Há quase duas décadas que o TROIA RESORT desenvolve um programa de monitorização ambiental para promover um desenvolvimento equilibrado de Tróia”, afirma Célia Ferreira, Diretora de Gestão Ambiental do TROIA RESORT. “Nesse sentido, a realização de um BioBlitz em Tróia é a evolução natural do trabalho realizado e uma forma de educar e sensibilizar o público em geral para o ambiente e a biodiversidade”.

 

“Que seres vivos existem em Tróia?” é a pergunta de partida para dois dias de atividades em que os participantes vão ter a oportunidade de descobrir aves, insetos, mamíferos, plantas e ainda a zona entre-marés. O “Tróia Bioblitz” vai contar com o apoio de biólogos e investigadores ligados às diversas áreas da biodiversidade que prometem orientar os participantes no reconhecimento das espécies. Além das atividades no terreno, os participantes vão ter ainda a possibilidade de participar em trabalho de laboratório.

 

Quantas espécies vai conseguir descobrir? O desafio está lançado!