Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Teatro musical Montanha-Russa: um mergulho vertiginoso na adolescência em Coimbra

Montanha-Russa©TUNA_TNSJ.jpg

No sábado, dia 8 de Junho às 21h30, o auditório do Convento de São Francisco transporta-nos numa viagem vertiginosa pela voz de quatro personagens de épocas diferentes que, através das suas histórias pessoais, nos conduzem a uma (re)descoberta à(s) adolescência(s).

 

Concebido por Miguel Fragata e Inês Barahona (Formiga Atómica) a que se juntam Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo – o compositor e a vocalista dos Clã -, “Montanha-Russa” faz disputar em palco o teatro e a música, desafiando as convenções do “teatro musical”, como quem desafia as leis da gravidade num loop.

 

“Montanha-Russa” mergulha na adolescência. Retira-a do lugar dos lugares-comuns e procura aproximá-la da dimensão da intimidade. Uma dimensão secreta, privada, interior, mas que vive no desejo de ganhar um palco onde se possa exibir. É o diário deixado em cima da mesa, o diário destilado nas redes sociais, ou o diário perigosamente transportado para o liceu: uma intimidade a gritar “leiam-me!”, uma geração a querer fazer-se ouvir ao som da música.

 

O extenso trabalho de pesquisa que deu origem ao espectáculo fez-se junto de várias centenas de adolescentes, no território nacional e também na região da Normandia, em França. Diários escritos por adolescentes entre as décadas de 1970 e 2000, letras de canções, filmagens, entrevistas e audição de jovens sobre questões que os preocupam,  foram o ponto de partida para a peça, que se apresenta este sábado para uma sessão única em Coimbra.

 

Os bilhetes têm o custo de 6€ a 8€ (descontos disponíveis para famílias, menores de 12 anos, estudantes, maiores de 65, grupos de +10 pessoas) e estão à venda na ticketline.

 

INFORMAÇÕES

 

Montanha-Russa

um espectáculo de Miguel Fragata e Inês Barahona / Formiga Atómica

com música de Hélder Gonçalves

duração 1h50
M/12

 

Sábado, 8 de Junho às 21h30

Convento de São Francisco | Avenida da Guarda Inglesa, n.º1ª, Coimbra

Facebook: https://www.facebook.com/events/2237328723187766/

FICHA TÉCNICA

encenação: Miguel Fragata
texto e letras: Miguel Fragata e Inês Barahona
música original: Hélder Gonçalves
com: Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria, Carla Galvão, Miguel Fragata e (música ao vivo) Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira, Nuno Rafael
movimento: Marta Silva

desenho de luz: José Álvaro Correia
direção técnica (luz): Nuno Figueira

desenho de som e direção ténica (som): Nelson Carvalho

roadie: Norberto Duque
cenografia: F. Ribeiro
figurinos: José António Tenente
vídeo: Henrique Frazão
produção executiva: Clara Antunes e Luna Rebelo / Formiga Atómica
coprodução: TNDM II, TNSJ, Teatro Virgínia, Formiga Atómica
coprodução fase de pesquisa: Festival Terres de Paroles
Projeto financiado por República Portuguesa - Cultura I DGArtes – Direção-Geral das Artes

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.