Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Teatro no Cine-teatro S. João com entrada livre | Palmela

Fórum Permanente de Teatro.jpg

 

Fórum Permanente de Teatro | 24 e 25 de março

Espetáculos no Cine-teatro S. João com entrada livre

 

No âmbito do 18.º Fórum Permanente de Teatro, a decorrer a partir de hoje, dia 24, até domingo, dia 26, em Palmela, o Cine-teatro S. João apresenta dois espetáculos com entrada livre, pelos Grupos Teatro Sem Dono e Palco na Linha. Dia 24, às 21h45, o Teatro Sem Dono leva à cena a comédia “Arlequim”, enquanto que dia 25, às 22h00, o Palco na Linha traz a Palmela a peça “Alucinações”.

Recorde-se que a iniciativa, para a qual é esperada a participação de cerca de três dezenas de grupos de teatro e três centenas de participantes de todo o país, integra as comemorações do Dia Mundial do Teatro no concelho.

 

 

 

Alucinações |  Palco na Linha

Palco na  Linha.jpg

 

Sinopse
“A alucinação é classificada como perceção real quando há convicção inabalável da pessoa que alucina em relação ao objeto alucinado, contudo muitas vezes esta vivência integra um delírio mais ou menos coerente classificável em diferentes quadros psiquiátricos, incluindo a psicose, patologia psiquiátrica que, entre outros sinais e sintomas, caracteriza-se pela perda de contato com a realidade.
Um homem dividido entre a realidade e a ficção. Um homem dividido entre duas mulheres ou será entre dois alter-egos?
Uma performance de instalação perturbante”


Produção Palco na Linha 
Diretor de Produção: Nuno Marques
Assistente Produção: Cláudia Mendanha
Encenação de Nuno Loureiro
Elenco: Ana Paula Mota, Dina Santos e Mário Santos

 

Arlequim | Teatro Sem Dono

Sinopse

Servir um amo já é complicado, servir dois amos torna-se impossível mas não para o atrevido, desajeitado e trapalhão do Arlequim. 
Todos os enganos e mentiras que surgem, o Arlequim está metido neles até à ponta do seu chapéu. O Arlequim safa-se sempre dos problemas que arranja sem ninguém descobrir quem os fez. O caso de ter dois amos sem nenhum deles saber seria um sucesso se o nosso Arlequim não se tivesse apaixonado pela tonta e desbocada Esmeraldina.
Uma comédia cheia de enganos que nos deixa divertidos e bem dispostos do princípio ao fim
.

Encenação: Carla Castro
Interpretação: André Santos, Filipa Ramos, Gonçalo Jorge, Joana Maia, João Estroia, João Santos, Mariana Sofia, Tiago Jorge
Desenho de Luz: Nelson Fernandes
Sonoplastia: Gabriel Martinho