Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

teatromosca - estreia O DEUS DAS MOSCAS em Sintra

6267880c-9a32-4a8d-9736-06869f67fd1d.jpg

 

adaptação do romance de William Golding
encenação de Pedro Alves
banda sonora original de Noiserv

5 jul - 31 ago
sextas e sábados 21.30h

na Quinta da Ribafria, em Sintra

TEATRO - M/14

Há um avião que se despenha numa ilha paradisíaca. Há um grupo de rapazes de colégios britânicos que sobrevive a esse acidente, quando fugia de uma (qualquer) guerra. Longe da supervisão dos adultos, começam por festejar, brincar, nadar nas águas cristalinas do ilhéu. O cenário do romance de William Golding fica esboçado logo no parágrafo inaugural do texto. É nesse ambiente exótico, luxuriante e tropical, conscientemente selvagem e sufocante, que o grupo procurará criar bases para a edificação de uma nova sociedade. Ralph será eleito o chefe, numa votação que o opõe a Jack, o líder do coro que se transformará num bando de caçadores, guerreiros, mais tarde, um exército. Começam por concordar em fazer uma fogueira no topo da montanha, com o objetivo de chamar a atenção de algum navio que possa passar perto da ilha. Mas, à medida que os dias vão passando, sem sinais do mundo exterior, sem salvamento à vista, percebe-se que Ralph e Jack têm prioridades diferentes. O primeiro preocupa-se em erguer abrigos e manter a fogueira acesa, com o auxílio dos óculos de Piggy, enquanto Jack insiste em percorrer a ilha à caça de porcos.

A nova criação do teatromosca, uma adaptação do reconhecido romance de William Golding, com encenação de Pedro Alves, banda sonora original de Noiserv, cenografia de Pedro Silva, figurinos de Isadhora Müller, desenho de luz de Carlos Arroja, estreia no encantador espaço da Quinta da Ribafria, em Sintra, no dia 5 de julho e aí estará em cena até 31 de agosto, às sextas e sábados, às 21.30h.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Autor | William Golding Adaptação dramática | Nigel Williams Adaptação teatral e encenação | Pedro Alves Intérpretes | Cirila Bossuet, Margarida Coelho, Rita Rocha Silva, Carolina Figueiredo, Mafalda Mósca, Flávia Lopes, Mariana Fonseca, Madalena Monteiro e Margarida Cabrera (estagiárias), e um grupo de 7 jovens sintrenses Banda sonora original | Noiserv Cenografia | Pedro Silva Serralharia e apoio à cenografia | Joaquim Guerreiro Figurinos | Isadhora Müller Apoio aos figurinos | Bebel Coelho Costureira | Joana Rocha Fotografia | Catarina Lobo Vídeo | Ricardo Reis Assistência de vídeo | Madalena Carvalho (estagiária) Ilustração | Alex Gozblau Direção técnica e desenho de luz | Carlos Arroja Técnico de luz | Gonçalo Morais Técnico de som | Reinaldo Gonçalves Direção de produção | Inês Oliveira Assistência de encenação| Filipe Araújo Apoio logístico | David Mendes, António Bartolomeu e Miguel Moisés Animadora sociocultural | Maria Toscano Agradecimentos | Engenheiro Fernando Silva (Empresa MELVAR), Fernando Cunha (Valdevinos Teatro de Marionetas), Mila Bernardes (Grupo de Iniciação Teatral da Trafaria), João Horta (empresa J.J.H. Clima) Produção teatromosca Promotor | Fundação Cultursintra FP

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.