Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Terminam a 31 de Maio as candidaturas ao Prémio Literário Fernando Namora

Fernando Namora 2.jpg

 

Com o objectivo de impulsionar as Letras portuguesas, a Estoril Sol relançou o Prémio Literário Fernando Namora. Trata-se da 20ª edição deste prestigiado galardão, no valor de 15 mil euros, cujo prazo de candidaturas expira a 31 de Maio. O Júri será presidido por Guilherme D`Oliveira Martins.

 

Com periodicidade anual, o Prémio Literário Fernando Namora distingue uma obra de ficção (romance ou novela), de autor português, editada em 2016, desde que o escritor não tenha sido premiado nas três edições anteriores.

 

Recorde-se que, Afonso Cruz, foi o vencedor no ano passado com o seu romance "Flores”. Nas anteriores edições, foram distinguidos, ainda, João de Melo, Maria Isabel Barreno, Urbano Tavares Rodrigues, Manuel Alegre, Armando Silva Carvalho, António Lobo Antunes, Nuno Júdice, Miguel Real, Mário Cláudio, Luísa Costa Gomes, Gonçalo M. Tavares, Paulo Castilho e José Eduardo Agualusa. ". É de registar que Mário de Carvalho (1996 e 2008) e Teolinda Gersão (2001 e 2015) bisaram o prémio.

 

Com um Júri qualificado, o Prémio Literário Fernando Namora ocupa um espaço próprio nas Letras portuguesas. Presidido por Guilherme D`Oliveira Martins, em representação do CNC – Centro Nacional de Cultura, o Júri integra, ainda, José Manuel Mendes, pela Associação Portuguesa de Escritores; Maria Carlos Gil Loureiro, pela Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas; Manuel Frias Martins, pela Associação Portuguesa dos Críticos Literários; e, ainda, Maria Alzira Seixo e Liberto Cruz, convidados a título individual e Nuno Lima de Carvalho e Dinis de Abreu, em representação da Estoril Sol.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.