Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Terras sem Sombra em Reguengos de Monsaraz: Mostra Espanha e Olival tradicional versus intensivo em destaque

62e8c1aa-3a37-4d7d-baca-3f92deb06adb.jpeg

Novo destino: Reguengos de Monsaraz
Mostra Espanha e Olival tradicional versus intensivo em destaque

O festival inaugura a sua presença em Reguengos de Monsaraz a 23 e 24 de Fevereiro, propondo um fim-de-semana bastante diversificado que traz ao coração da região um dos mais reputados ensembles de música da câmara da actualidade, o Trío Arbós. Este concerto é também o primeiro acto de Mostra Espanha 2019, resultado da colaboração bilateral luso-espanhola. A um programa musical de excelência unem-se ecos da pintura mural do tempo de D. Manuel I, entre a estética e a política, e uma estimulante leitura das paisagens de um concelho impar, hoje banhado pelo lago Alqueva, onde coexistem tradição e modernidade. Numa parceria com o Município, o Terras sem Sombra põe em destaque a identidade de um território único.

A manhã de domingo, 24, será dedicada, a partir das 9h30, à interpretação da paisagem do concelho de Reguengos de Monsaraz, sob a orientação dos geógrafos Teresa Pinto Correia e José Muñoz-Rojas. Tradicionalmente, dominava o montado, sobretudo de azinho, com produção pecuária e associado a áreas de cereais. Em contraste, a vinha e o olival tradicional ocupavam inúmeras parcelas dedicadas a uma pequena agricultura familiar. 
Porém, nas últimas décadas esta estrutura registou importantes alterações. A vinha tem-se expandido em unidades de produção mais especializada, que visam já um mercado global. O olival tradicional perdura, mas foram instaladas outras parcelas com produção intensiva e super-intensiva. Complementarmente, a albufeira do lago Alqueva trouxe uma transformação marcante. Pensando no futuro e na própria qualidade de vida de quem vive nesta paisagem e quem com ela se relaciona, interessa entender tais dinâmicas, avaliar o que se perde e o que se ganha e que desafios se colocam a uma gestão integrada. 

Todas as actividades, organizadas em parceria com o Município de Monsaraz, são de acesso livre e sem inscrição prévia, partindo o Terras sem Sombra a seguir para Valência de Alcântara, Olivença, Beja, Elvas, Cuba, Ferreira do Alentejo, Odemira, Barrancos, Santiago do Cacém e Sines. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.