Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Três anos após o incêndio que destruiu parcialmente mais de 800 anos de história | ‘NOTRE-DAME EM CHAMAS’, DO REALIZADOR JEAN-JACQUES ANNAUD, RECRIA VIVIDAMENTE OS ACONTECIMENTOS DE ABRIL DE 2019

Três anos após o incêndio que destruiu parcialmente mais de 800 anos de história

‘NOTRE-DAME EM CHAMAS’, DO REALIZADOR JEAN-JACQUES ANNAUD, RECRIA VIVIDAMENTE OS ACONTECIMENTOS DE ABRIL DE 2019

 

image001 (1).jpg

Três anos após o incêndio que destruiu grande parte da catedral de Notre-Dame, em Paris, o realizador francês Jean-Jacques Annaud recria em ‘Notre-Dame Em Chamas’ os dramáticos acontecimentos de 15 de abril de 2019. Este é o primeiro filme sobre o trágico acidente, uma homenagem a homens e mulheres heroicos que arriscaram a vida num impressionante resgate. Um relato imprescindível para ver nos cinemas e em IMAX a 28 de abril.

 

Em ‘Notre-Dame Em Chamas’, Jean-Jacques Annaud (‘O Nome Da Rosa’ e ‘Sete Anos No Tibete’) relata, com recurso a algumas imagens reais, os passos que podem ter levado à catástrofe e, também, a batalha dos bombeiros para salvar o monumento mais visitado em todo o mundo. O realizador traz-nos a luta das pessoas anónimas, os colossais meios utilizados e os reforços vindos de toda a parte, não só para apagar o incêndio, mas para salvar os tesouros mais sagrados da cristandade, incluindo a inestimável coroa de espinhos usada por Cristo.

 

‘Notre-Dame Em Chamas’ é uma sumptuosa homenagem ao empenho dos bombeiros, ao seu sentido de dever e à extraordinária batalha que travaram naquela noite perante os olhos de todo o mundo, numa recriação passo a passo dos dramáticos acontecimentos que levaram à destruição parcial de mais de 800 anos de história. 

 

Filmado em IMAX, o filme acompanha a vivência do incêndio por todos os protagonistas do evento (os turistas em choque, os parisienses na rua em solidariedade, o corpo de bombeiros preso no trânsito). A criação de réplicas em escala real da catedral de Notre-Dame, submetidas posteriormente a chamas ferozes, mas controladas, confere uma aura de autenticidade, que combinada com planos cuidadosamente coreografados, em especial, o espetacular colapso da torre e da abóbada, exerce um verdadeiro impacto no espetador que vive intensamente a tragédia.

 

Com argumento de Thomas Bidegain (‘A Família Bélier’ e ‘Saint Laurent’) e de Jean-Jacques Annaud, ‘Notre-Dame Em Chamas’ é um thriller comovente sobre a tragédia que assolou a catedral de Notre-Dame que chega a 28 de abril aos cinemas nacionais.  

 

Sinopse:

15 de abril de 2019 era apenas mais um dia na vida da Catedral de Notre-Dame, cheia de turistas e com os trabalhadores a reabilitar o telhado, quando, às 18:18, o sistema de segurança alerta para a existência de um incêndio. Apesar de as imagens do fumo a sair da catedral já circularem nas redes sociais de todo o mundo, levou quase uma hora até os bombeiros de Paris serem informados. Um grupo de jovens bombeiros avança para a batalha para enfrentar um incêndio que já estava fora de controlo, numa luta implacável contra o fogo - a uma temperatura de mais de 600 graus - num esforço para salvarem alguns dos tesouros mais valiosos da capital francesa.

 

Minuto a minuto, o filme descreve a luta das pessoas anónimas, os colossais meios utilizados, os reforços vindos de toda a parte, as imagens transmitidas por todo o mundo, o sacrifício máximo de todos os jovens, que avançam apesar dos avisos dos arquitetos que preveem o colapso da catedral, apesar da pressão das autoridades. O seu empenho, sentido de dever, a extraordinária batalha que travaram naquela noite perante os olhos de todo o mundo e o relato irrepreensível do seu empenho dão a "Notre-Dame Em Chamas" a força da realidade e o sopro da mitologia.

 

Um filme de Jean-Jacques Annaud, o realizador de “O Nome da Rosa” e “Sete Anos no Tibete”. A 28 de Abril nos cinemas e em IMAX