Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

VENCEDOR DE FOTOGRAFIA DO CONCURSO NOVOS TALENTOS FNAC 2022 REALIZA A SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL

 A exposição “Do teu ombro vejo o mundo”, da autoria de João Silva, será inaugurada dia 16 de junho e estará patente na galeria Narrativa até 1 de agosto com entrada gratuita

 

Inauguração Exposição.jpeg

 

Ao longo dos últimos anos, a FNAC tem vindo a promover todos os trabalhos vencedores do seu Concurso Novos Talentos (NTF), sendo que, nesta 20.ª edição, o projeto premiado na área de fotografia sai do palco e ganha vida sob a forma de exposição numa galeria de arte. O ensaio fotográfico “Do teu ombro vejo o mundo”, de João Silva, será inaugurado no próximo dia 16 de junho, às 18h30, na galeria Narrativa. A sessão contará com o artista vencedor, o júri dos NTF 2022 e curador da exposição, Mário Cruz, e ainda Inês Condeço, Diretora de Marketing e Comunicação da FNAC.

 

A exposição “Do teu ombro vejo o mundo” retrata a forma como Aliu Baio, invisual, vê as pessoas, os lugares e as ligações visuais que se encontram à sua volta, não deixando que a sua condição o limite. Aliu Baio nasceu em 1994, na Guiné-Bissau, e desde nascença que não tem visão num dos seus olhos. Quando tinha 4 anos, instalou-se uma guerra civil em Bissau, junto à zona onde este vivia, e Aliu teve um acidente enquanto fugia de carros militares que feriu o olho que o permitia ver, acabando por perder totalmente a visão de forma gradual.

 

Segundo Mário Cruz, júri dos NTF’s 2022, o projeto de João Silva é “um trabalho delicado e intimista, que não segue a visão tradicionalista do tema da cegueira”. Nem todos temos a possibilidade de ver o mundo tal como ele é, mas este projeto mostra a cegueira “não como uma limitação, mas sim uma celebração da vida”, acrescenta. Assim, “Do teu ombro vejo o mundo” é um projeto a quatro mãos, que junta as imagens de Aliu Baio, através de uma máquina descartável, e de João Silva.

 

João Silva é natural de Braga e começou em 2012 a desenvolver projetos pessoais direcionados para o fotojornalismo, de forma autodidata. Em 2014, mudou-se para Lisboa e, apesar de uma breve passagem pela Ar.cO, entrou para o Jornal Público como estagiário, onde ficou posteriormente como colaborador. Em 2015, é distinguido no Prémio Estação Imagem, na categoria Assuntos Contemporâneos, com o projeto “Pararelos”, sendo que os seus projetos têm sido publicados na imprensa nacional e internacional. Em 2022, decidiu participar no Concurso Novos Talentos FNAC, primando por uma visão mais autorial e irreverente. 

 

Os vencedores do Concurso Novos Talentos FNAC 2022 foram anunciados no passado dia 5 de junho, no FNAC Live, evento que teve lugar nos Jardins da Torre de Belém e contou com mais de 50 mil pessoas a celebrar a cultura num ambiente mágico.  Ao longo dos últimos vinte anos, este concurso tem fomentado o talento em Portugal e promovido artistas nacionais promissores nas áreas do Cinema, Escrita, Música, Fotografia, Ilustração e Videojogos.

 

Os NFT’s (non-fungible tokens) de todos os vencedores já estão disponíveis aqui, pelo que podes adquirir os teus e apoiar os jovens artistas, contribuindo para um mundo com mais acesso à cultura.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.