Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

VIII Escola de Gamelão de Java no Museu do Oriente

Escola%20de%20Gamelão%20da%20Ilha%20de%20Java%20(

 

 

De 23 de Fevereiro a 9 de Maio, o Museu do Oriente organiza a VIII Escola de Gamelão da Ilha de Java, com workshops para todas as idades que incentivam o contacto directo com os vários instrumentos que compõem esta orquestra de percussão e a aprendizagem de músicas tradicionais indonésias.

 

Composto por metalofones, xilofones, gongos, tambores, entre outros, o gamelão funciona como uma orquestra, pois requer vários executantes a tocar os respectivos instrumentos em sintonia. O resultado final resulta dos vários sons produzidos individualmente, num interessante jogo de complementaridade e coordenação. 

 

Desde delicadas teclas metálicas a enormes gongos e tambores, os participantes vão explorar as sonoridades do gamelão bem como aprender músicas tradicionais indonésias, num espírito de partilha e de trabalho de equipa.

 

A VIII Escola de Gamelão da Ilha de Java oferece actividades para todas as idades, com workshops de segunda a sexta-feira para grupos escolares (do jardim-de-infância ao ensino universitário e sénior) e oficinas ao fim-de-semana para bebés, crianças, jovens e famílias.

 

Tradicionalmente interpretado em actuações teatrais ou rituais de adoração aos deuses, o gamelão é um instrumento tradicional da Indonésia, cuja sonoridade rica e subtil tem encontrado muitos apreciadores no Ocidente.

 

A VIII Escola de Gamelão da Ilha de Java conta com a colaboração da Embaixada da Indonésia e os workshops são orientados por Elisabeth Davis, licenciada pela Universidade de Nottingham e pela Royal Academy of Music (Londres), timpanista e chefe de naipe de percussão da Orquestra Sinfónica Portuguesa.