Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Visita a exposição de Filigrana, jogos tradicionais e Cor(p)o Metropolitano este domingo em Gondomar

 

O MATER 17, roteiro cultural pelo património prossegue viagem com atividades em Gondomar, já este domingo, dia 7 de novembro. Com entrada gratuita, será um dia preenchido na Casa Branca de Gramido, a começar no interior, onde está patente a exposição de Filigrana, alastrando-se ao seu jardim, no exterior.

 

Depois do concerto de Tânia Oleiro, inserido na iniciativa “Sons no Património”, a programação do MATER 17, organizada pela Área Metropolitana do Porto e apoiada pelo NORTE 2020, prossegue pelos 17 municípios que a compõem, chegando agora a Gondomar.

 

Este domingo, estão previstas três atividades para um dia em cheio na Casa Branca de Gramido. Às 10.30 horas, o dia começa com a projeção do vídeo “A Indústria Artesanal da Filigrana em Gondomar” (2013), seguida pela visita guiada à exposição de Filigrana. Não basta conhecer o património, é preciso também tocar e experimentar as artes e ofícios; por isso, poderão assistir ao vivo à demonstração de trabalho em filigrana, pelas mãos de uma enchedeira local.

Pelas 11.15 horas, terá lugar a projeção do documentário “Eu Nasci para a Filigrana – As enchedeiras de Gondomar” (2020), produzido pelo Município de Gondomar no âmbito da candidatura da Filigrana de Gondomar ao Inventário Nacional do Património Cultural.

A manhã termina com a tertúlia “Um ofício característico de Gondomar”, com partilha de experiências.

Segue-se às 14.30 horas, uma sessão de jogos tradicionais, ideal para um momento de diversão em família.

 

O dia encerra com a atuação do Cor(p)o Metropolitano, pelas 18 horas no Auditório Municipal de Gondomar. Trata-se da apresentação do resultado do trabalho colaborativo entre uma equipa de artistas e membros da comunidade de cada município, com obras inéditas inspiradas pelo património cultural e imaginário coletivo de cada local. Um coro que se transforma num cor(p)o, numa identidade intermunicipal e polifónico, capaz de mapear o território e as suas comunidades, numa partilha do pensamento sobre si próprias, a partir do trabalho vocal e da prática artística colaborativa. São 17 formações distintas, cada uma representativa de um município da AMP; que se unem com o propósito de celebrar a cultura que os identifica.

 

Todas as atividades do MATER 17 são de entrada livre, mas a visita guiada à exposição de Filigrana, durante o período da manhã, e o concerto do Cor(p)o Metropolitano estão condicionados à reserva de bilhetes. Garanta o seu lugar no site da Câmara Municipal de Gondomar (na visita guiada, aqui; no concerto, aqui).

Mais informações aqui.