Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Visita com exploração tátil para invisuais na Casa-Museu Medeiros e Almeida | 1 junho

 

A Casa-Museu Medeiros e Almeida promove, no dia 1 de junho, às 15h00, uma visita descritiva com exploração tátil, dando assim a oportunidade a pessoas cegas e amblíopes para descobrir e sentir o património cultural deste espaço.

Na visita “Um Tesouro nas suas Mãos”, os participantes estão autorizados a tocar em peças específicas do acervo, como complemento às explicações do guia. 

Esta atividade é desenvolvida em parceria com a Locus Acesso, uma plataforma que aborda as questões de acessibilidade como a solução para promover o conforto e a participação de todos, nos espaços culturais.

Este projeto pretende, assim, trazer novos públicos, muitas vezes esquecidos, à Casa-Museu Medeiros e Almeida, localizada no coração da capital. A Casa-Museu Medeiros e Almeida tem um acervo de artes decorativas com cerca de 2000 obras expostas, nacionais e estrangeiras, destacando-se as coleções de porcelana da China com as primeiras encomendas de porcelana vindas da China para a Europa e uma excecional coleção de relógios que percorre a história da relojoaria. Na antiga residência de António Medeiros e Almeida encontra-se ainda mobiliário francês, inglês e português, pintura flamenga e holandesa, escultura, tapeçarias flamengas e francesas, painéis de azulejos, ourivesaria portuguesa e inglesa, bem como uma curiosa coleção de leques.

As inscrições para esta visita acessível são limitadas a seis pessoas (com acompanhantes) e dever ser feitas previamente através do e-mail locusacesso@gmail.com ou por telefone, para o número 911 531 627.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.