Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Visite o Espaço Cidadão e saiba quem foi Hermenegildo Capelo!

Município realiza exposição

 

Inauguração Exposição Hermenegildo Capelo (1).

 

Até 31 de janeiro de 2021, visite a Exposição Hermenegildo Capelo: “Foi aqui q eu nasci”, no Espaço Cidadão, em Palmela, e conheça melhor esta importante figura histórica, nascida no Castelo de Palmela. A Exposição, organizada pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia de Palmela, foi inaugurada a 4 de fevereiro, dia em que se assinalaram os 179 anos do nascimento de Hermenegildo Capelo.

Durante a inauguração, o Vereador da Cultura, Luís Miguel Calha, realçou que esta é «mais uma etapa no ciclo de exposições que o Município tem vindo a concretizar» no Espaço Cidadão, com vista à «valorização do nosso património cultural», desta vez, com «uma figura de referência na nossa terra e no país». Com a convicção de que «não podemos projetar o futuro sem valorizar o passado», esta Exposição pretende «transmitir às próximas gerações quem foi esta figura e o que representou», referiu. 

Também o Presidente da Junta de Freguesia, Jorge Mares, lembrou que Hermenegildo Capelo é «uma figura muito estimada de todos e que honra muito a nossa terra», daí a importância de enaltecê-lo. O Presidente acredita que «a Exposição vai ser concorrida», porque «há muitas pessoas que ainda desconhecem quem foi Hermenegildo Capelo».

As/os visitantes vão encontrar informação e imagens que retratam o percurso biográfico, a família e o contexto histórico da vida profissional desta personalidade, que hoje dá nome à rua onde se situa o Espaço Cidadão e a uma Escola Básica de Palmela.

Hermenegildo Capelo (1841-1917) nasceu no Castelo de Palmela, filho de D. Guilhermina Amália de Brito Capelo e do Major Félix António Gomes Capelo, Governador da fortificação entre 1840 e 1845. A contemplação da extensão dos mares a partir do castelo talvez tivesse despertado a vocação para marinheiros e cientistas aos quatro irmãos Brito Capelo.

Foram as duas viagens de exploração científico-geográfica em África que Hermenegildo Capelo realizou com Roberto Ivens e Serpa Pinto que o tornaram uma figura prestigiada a nível nacional e internacional: de Benguela às Terras de Iaca (1877-1880) e de Angola à Contra-Costa (1884-1885). Como resultado destas grandes expedições, Hermenegildo Capelo escreveu dois livros, um dos quais pode também ser apreciado nesta Exposição (“De Angola à Contra-Costa”). A mostra inclui ainda uma componente audiovisual, com imagens de peças atualmente expostas no Museu da Marinha, da imprensa da época e da família Brito Capelo.

De entrada gratuita, a Exposição pode ser visitada às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 8h30 às 17h30, e às quartas-feiras, das 8h30 às 18h30. Vão também realizar-se visitas guiadas, sujeitas a marcação prévia junto do Museu Municipal (212 336 640 ou patrimonio.cultural@cm-palmela.pt) e visitas dirigidas a públicos específicos, como escolas e associações de idosos. Estão ainda previstas visitas com as escolas ao Museu da Marinha, para que as/os alunas/os possam ver ao vivo as peças destacadas nesta mostra.