Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Zara Tejo com novo álbum "Quando penso em ti meu fado"

transferir (1).png

 

Quando penso em ti meu fado”, é o novo álbum de Zara Tejo.
Este quarto álbum é o resultado da sua grande paixão pela música. A “pausa” pandémica contribuiu para a criatividade e a musicalidade que este “Quando penso em ti meu fado” nos oferece.
Zara Tejo pretende trazer de volta a alegria que todos os cantores e músicos sentem no palco e diz: "cantamos a nossa alma e deixamos a nossa energia e amor na música para que outros escutem a nossa mensagem.
A música é a minha paixão e a arte musical é a linguagem que utilizo para demonstrar tudo aquilo que sinto. Por vezes ansiedade pelo momento de voltar ao palco, tristeza por não conseguir estar com aqueles que amo e também a alegria de transmitir a minha emoção através de várias gerações reunidas neste meu álbum"
Zara Tejo refere ainda que este é um disco "cantador" de momentos especiais como se de um livro se tratasse. Uma viagem musical profunda, verdadeira e plena, um convite ao sentimento e à verdade do coração, esse que tem sempre a razão ...
Com vários convidados neste novo trabalho discográfico de Zara Tejo, podemos ouvir as vozes de Miguel Vital, Frederico BC, Ernesto leite e o grupo de cante alentejano Planície Dourada em vários duetos, dando voz às crianças em "Mãe terra".
                        
O tema que dá nome ao álbum, “Quando penso em ti meu fado” mostra a viagem ao pensamento daquele que cria, canta e sofre intensamente com a ausência do público e a distância dos palcos.
Nesta viagem pelo “Quando penso em ti meu fado”, são evidentes as raízes de Zara Tejo na terra alentejana de Estremoz, local onde nasceu, e onde se pode escutar Cante Alentejano, na participação do grupo Planície Dourada na viagem quente e profunda como o Alentejo, interpretando “Mãe Terra” (pedido de ajuda que a terra nos faz), neste tema representado através das vozes e mensagens tocantes das crianças que o interpretam e que assinala uma mensagem forte e profunda.
Para Zara Tejo as coincidências são sincronias que geram acontecimentos: Variadíssimas vezes cantou com Miguel Vidal por brincadeira, desta vez endereçou convite sério a este grande comunicador que participa no tema “Luz no luar".
Frederico BC é para Zara Tejo o verdadeiro gentleman e cuja voz conquistou a sua atenção. O resultado é um dueto romântico e arrebatador.
A produção deste álbum é de Ernesto Leite, também presente no tema "um amor que é só teu". Um dueto que mostra esta sincronicidade musical. Talentoso e único nas suas composições e prestações musicais, Ernesto Leite acompanha Zara Tejo desde o seu primeiro álbum. Conheceram-se aos 17 anos num programa televisivo e desde então a música é o encontro de alma.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.