Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

🔺 ZARATAN EVENTS ▶ 20 ▶ 21 ▶ 22 ▶ JAN 🔺

439608d5-4773-4080-8d1c-35238b54b58f.png

 

a-nimal + Projéctil

Concerto / Concerto
21 de Janeiro às 19h00 / January 21 at 7pm
Entrada Livre para sócios (quota anual 3 euros) / Free entry for members (3 euros annual fee)


A Besta inicia o ano com uma residência sonora na Zaratan, com um conjunto de concertos. O primeiro desses concertos terá lugar no dia 21 de Janeiro, a partir das 19h, na Carvoaria.
a-nimal vive desde 2009 e tem assumido diferentes peles e integrado diferentes membros. Do seio de a-nimal e do seu contacto com o "outro" nasceu A Besta. Agora, depois de entender a completa futilidade de assumir seja o que for, a-nimal é um quarteto que toca a música que faz, mas nem sempre. Voltam à Zaratan para tocar temas novos, alguns novos até para o quarteto. Projéctil é o corpo embrulhado num lençol deixado na fábrica abandonada, a apodrecer, para nunca mais ser encontrado. É a nuvem de fumo e o forte odor a queimado, vindo do quarto. É o tombar inaudível do encontro do indivíduo com a sua natureza. Numa experiência sonora com raízes industriais, André Calvário (baixo/electrónica) junta-se a Tiago Eira (sintetizador/electrónica), de forma a explorar paisagens sonoras electrizantes e ritmicamente desconcertantes.

 

572e7b3b-2e31-4189-9950-7cef1ebaf68b.jpg

 

MATINÉ XITA

João Raposo + Migas + Tomás Varela + DJ Meiaz

Concertos / Concerts
22 de Janeiro às 17h00 / January 22 at 5pm
Entrada Livre  / Free entry 

No dia 22 de Janeiro, pelas 17 horas, a Zaratan convida para uma matiné de concerto organizada pela editora de música independente XITA RECORDS, com concertos de João Raposo, Migas e Tomás Varela e DJ set de DJ Meiaz.
João Raposo é um adolescente lisboeta que desde sempre aprendeu e esteve próximo da música como sua componente criativa.Toca guitarra e canta sobre o seu dia-a-dia questionando a sua existência e a dos que o rodeiam tendo em conta as suas relações amorosas e de amizade pura. As canções do Tomás Varela significam que o samba pode soar no Inverno de Lisboa. O sol surgirá em Janeiro se o rapaz de cabelo em excesso e óculos sobre explorados tocar na guitarra as suas letras de eleição. Migas são Manel Lourenço (Primeira Dama) e António Queiroz (Kerox), ou seja, são melhores amigos e fazem música. Produzem em palco doses prováveis de drum machines, teclas distorcidas e vozes repetidas em delays. A oscilação premeditada não afecta em nada a vontade, de em toada, cantar a muitas vozes. DJ Meiaz são Tomás Queiroz e Leonor Barroco, amigos de longa data que partilham um gosto musical extremamente pop, 00's, solto e repleto de um "à vontade" contagiante. Vieram lembrar -nos de que os "guilty pleasures " de guilty não têm nada. É a meias, mas as meias pausadas é o Tomás que manda.

 

3ee4ff24-2802-4546-9fd1-5ce28fa20c2b.jpg

 

MATINÉ XITA

João Raposo + Migas + Tomás Varela + DJ Meiaz

Concertos / Concerts
22 de Janeiro às 17h00 / January 22 at 5pm
Entrada Livre  / Free entry 

No dia 22 de Janeiro, pelas 17 horas, a Zaratan convida para uma matiné de concerto organizada pela editora de música independente XITA RECORDS, com concertos de João Raposo, Migas e Tomás Varela e DJ set de DJ Meiaz.
João Raposo é um adolescente lisboeta que desde sempre aprendeu e esteve próximo da música como sua componente criativa.Toca guitarra e canta sobre o seu dia-a-dia questionando a sua existência e a dos que o rodeiam tendo em conta as suas relações amorosas e de amizade pura. As canções do Tomás Varela significam que o samba pode soar no Inverno de Lisboa. O sol surgirá em Janeiro se o rapaz de cabelo em excesso e óculos sobre explorados tocar na guitarra as suas letras de eleição. Migas são Manel Lourenço (Primeira Dama) e António Queiroz (Kerox), ou seja, são melhores amigos e fazem música. Produzem em palco doses prováveis de drum machines, teclas distorcidas e vozes repetidas em delays. A oscilação premeditada não afecta em nada a vontade, de em toada, cantar a muitas vozes. DJ Meiaz são Tomás Queiroz e Leonor Barroco, amigos de longa data que partilham um gosto musical extremamente pop, 00's, solto e repleto de um "à vontade" contagiante. Vieram lembrar -nos de que os "guilty pleasures " de guilty não têm nada. É a meias, mas as meias pausadas é o Tomás que manda.