Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

zet gallery inaugura "Diálogo(s) com um Universonauta" | Exposição de Volker Schnüttgen e de Domingos Loureiro | dia 11, às 16 horas

Exposição de Volker Schnüttgen e Domingos Loureiro

 ZET GALLERY INAUGURA EM BRAGA

DIÁLOGO(S) COM UM UNIVERSONAUTA

*Sábado, dia 11, às 16 horas

EXP#14_768X500_PT.jpg

 

A zet gallery, em Braga, inaugura no próximo sábado, dia 11, às 16 horas, "DIÁLOGO(S) COM UM UNIVERSONAUTA", um exercício curatorial que reúne obras de Volker Schnüttgen e de Domingos Loureiro.

Mais do que uma exposição, “DIÁLOGO(S) COM UM UNIVERSONAUTA” é, de acordo com Helena Mendes Pereira, curadora da galeria, “um encontro e um exercício curatorial de contágio conceptual entre as produções artísticas de Volker Schnüttgen e Domingos Loureiro, entre as suas esculturas e pinturas (respetivamente)”. As ligações que estas trazem da natureza e as que estabelecem com um processo de pensamento sobre o Homem  despertam, de acordo com a curadora, “o apelo da fuga para a frente, para o cosmos dos nossos delírios, voltando ao sonho de criança de sermos astronautas e podermos flutuar no universo enquanto observamos a vida na Terra com a distância dos sábios.”

O nome da exposição parte de uma obra de arte de Costa Pinheiro (1932-2015), percursor da integração de práticas conceptuais que marcaram a conjuntura de rutura artística de 1960/70. Segundo a curadora da zet gallery, “as suas palavras e a irreverência proporcionaram o mote para o casamento entre os dois artistas, que resulta na emergência da madeira-suporte da obra de arte e que combina as dimensões do vídeo e da performance, com a das possibilidade de pintura”.

Em DIÁLOGO(S) COM UM UNIVERSONAUTA, Habitat, de Volker Schnüttgen, artista que integra a coleção de obras de Arte do dstgroup, proporciona um cenário feito de objetos escultóricos de madeira de carvalho que vertem a identidade plástica de um artista que, desde 1993, escolheu Sintra como local de residência fixa. Cada escultura de Habitat tem um universo interior para ser descoberto pelo espetador, “como se a respiração e a alma das árvores contivessem a senda dos nossos quereres e não quereres. Poderiam ser esculturas falantes ou a natureza a indagar, mas é antes a multidisciplinaridade da proposta artística que faz o objeto integrar um monitor e uma coluna que servem de palco virtual à dança”.

Por sua vez, Domingos Loureiros apresenta quatro séries de trabalhos - Blind Lanscape, Landscape_Body_Landscape,  Manmade Landscape e Building Utopia - e, ainda, a obra Visible, non visible landscape, que não sendo pertença de nenhuma das séries, cruza as fases Blind e Manmade Landscapes. As obras em exposição correspondem a uma visão antológica do seu percurso e representativas das diversas fases da sua carreira, ainda que a maior parte das produções artísticas sejam resultado de criação recente ou recuperações de processos inacabados.

A exposição, de entrada livre, estará patente até 29 de junho, na zet gallery. Todas as obras de arte estão também disponíveis em www.zet.gallery

Sobre os artistas

Volker Schnüttgen (n.1961) nasceu em Attendorn, na Alemanha e licenciou-se em escultura e gravura pela Universidade de Artes de Bremen, em 1986. Desde então, já participou em inúmeras exposições coletivas e individuais, bem como em residências artísticas e simpósios numa geografia curricular da Alemanha a Portugal, passando por Espanha, França, Holanda, Noruega, Suécia, Irão ou Moçambique.  Em 2008 concluiu o Mestrado em Arte Multimédia na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, onde viria a lecionar escultura entre 2010 e 2016.

Domingos Loureiro nasceu em Valongo e é doutor em Arte e Design pela Universidade do Porto. Acumula a sua atividade de artista visual com a de Professor Auxiliar na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, no Departamento de Artes Plásticas – Pintura. Tem diversos cargos e funções associados à Academia e é autor e editor de diversos documentos científicos e académicos. Artista premiado, conta no seu currículo com exposições em diversos países tais como Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Bélgica, Itália, Irlanda, EUA, Brasil, Japão, Alemanha, Canadá e Holanda.

zet gallery

A zet gallery é um espaço físico de características excecionais, situado no centro de Braga, com uma área de exposição de 800 m2, distribuída por diferentes salas, apoiadas por um pequeno auditório, sala para a realização de oficinas de artes plásticas e outros espaços de apoio, onde se incluem áreas de reservas, devidamente equipadas para acondicionar obras de arte.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.